Tags

O ponto de partida do seu roteiro de viagem.

Roteiro

O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis

O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis
Crédito: DepositPhotos

Roteiro


14 março, 2024
POR: Maria Beatriz Vaccari


Há muito o que fazer em Gramado e Canela, cidades mais famosas da Serra Gaúcha. Além de conquistar os visitantes com o clima frio e as construções que remetem aos vilarejos europeus, a região é lar de atrações que vão desde passeios contemplativos ao ar livre até experiências em um parque de neve indoor.

A ampla lista de opções não se restringe apenas as pontos turísticos. Gramado e Canela contam com ótimas opções de hotéis e abrigam restaurantes incríveis – vale a pena provar as famosas fondues acompanhadas de boas taças de vinhos gaúchos.

Preparei um guia completo para te ajudar a organizar uma viagem inesquecível. Abaixo, listei as principais atrações de Gramado e Canela e separei algumas dicas importantes, como as melhores épocas para viajar, boas sugestões de hotéis e restaurantes imperdíveis.

O que fazer em Gramado e Canela

O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis e dicas
Gramado

Gramado é incrível em qualquer época do ano, mas fica ainda mais legal na temporada de Natal. É durante esse período que o destino se transforma em palco do Natal Luz, que reúne desfiles, decorações temáticas, shows e muitas atrações iluminadas.

A cidade também conta como vários museus interessantes, como o Hollywood Dream Cars e o Dreamland. Já na vizinha Canela, um dos grandes destaques culturais é o complexo Mundo a Vapor, que ostenta uma enorme locomotiva logo na porta de entrada.

Como há muito o que fazer em Gramado e Canela, relacionei as principais atrações dos dois destinos:

  1. Avenida Borges de Medeiros
  2.  Rua Coberta
  3.  Lago Negro
  4.  Hollywood Dream Cars
  5. Dreams Motor Show
  6. Vale dos Dinossauros
  7. Dreamland
  8. Mini Mundo
  9. Mundo a Vapor
  10. Le Jardin
  11. Cristais de Gramado
  12. Parque Knorr
  13. GramadoZoo
  14. Snowland
  15.  Alpen Park
  16. Parque do Caracol
  17. Catedral de Pedra
  18. Museu da Moda
  19. Mundo Gelado do Capitão
  20. Terra Mágica Florybal
  21. Skyglass Canela

Pronto para conhecer tudo sobre as cidades da Serra Gaúcha?

Onde fica Gramado

Gramado é a principal cidade da Serra Gaúcha, no Rio Grande do Sul. O destino está a 125 quilômetros de Porto Alegre, capital do estado.

A menos de 10 quilômetros de Gramado, Canela é outro destino serrano que faz sucesso entre os viajantes. Apesar de ser menos popular que a cidade vizinha, o local é muito charmoso e repleto de atrações.

Planeje-se – Passagens aéreas em oferta para o Rio Grande do Sul

O que fazer em Gramado e Canela

Confira os detalhes das principais atrações de Gramado e Canela.

1. Avenida Borges de Medeiros

O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis e dicas
Avenida principal de Gramado

A Avenida Borges de Medeiros é uma das vias mais famosas de Gramado. Vale a pena caminhar sem pressa por lá.

Durante o trajeto, o viajante passa por diversas vitrines que exibem roupas e calçados. Além disso, pode fazer uma parada na Igreja de São Pedro.

Encontre aqui boas opções de hospedagem na Serra Gaúcha.

2. Rua Coberta

O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis e dicas
Rua Coberta

Outro ponto turístico imperdível de Gramado é a Rua Coberta. Ela fica bem no Centro da cidade, em um trecho da Avenida Borges de Medeiros.

O espaço tem aproximadamente 100 metros de comprimento e vive em clima de festa – no Natal, as decorações deixam a atmosfera ainda mais encantadora. Em frente, é possível encontrar Palácio dos Festivais, onde ocorre o Festival de Cinema de Gramado.

  • Endereço: R. Me. Verônica, 30

3. Lago Negro

O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis e dicas
Pedalinhos no Lago Negro

Quem vai a Gramado não pode deixar de apreciar a beleza do Lago Negro, um dos cartões-postais mais icônicos da cidade. Suas águas escuras têm profundidade de 14 metros.

Os visitantes que passam pela região costumam aproveitar o cenário para tirar fotos belíssimas. Além disso, dá para andar de pedalinho e visitar uma pequena gruta, onde há uma imagem de Nossa Senhora.

4. Hollywood Dream Cars

Divulgação
O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis
Hollywood Dream Cars

Os fãs de automobilismo não podem deixar de ir ao Hollywood Dream Cars. Trata-se de um museu que reúne mais de 30 veículos clássicos e raros, incluindo carros e motos.

O local guarda a maior e mais completa colação de Cadillacs da América Latina, bem como vários modelos que fizeram história no cinema.

  • Endereço: Av. das Hortênsias, 4151
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 18h30.

5. Dreams Motor Show

O Dreams Motor Show é outro local dedicado às máquinas, mas focado exclusivamente em motocicletas. Ali, é possível observar dezenas de modelos de diferentes tipos e épocas.

O mais legal de tudo é que o museu fica dentro de um bar temático. Por isso, dá para aproveitar o passeio para comer alguma coisa (as opções vão desde petiscos até refeições completas) ou tomar um drinque.

  • Endereço: Av. das Hortênsias, 5507
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 8h15 às 19h.

6. Vale dos Dinossauros

Cleiton Thiele/Divulgação
O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis
Vale dos Dinossauros

O Vale dos Dinossauros é um complexo temático ideal para quem viaja com crianças. Ele fica a apenas 3 quilômetros de distância do Centro de Canela, em um parque com mais de 33 mil metros quadrados de área verde.

O local exibe réplicas de mais de 40 espécies de dinossauros. Algumas delas, inclusive, emitem sons e se movimentam.

  • Endereço: Rod. RS 466
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 18h.

7. Dreamland

O Dreamland foi o primeiro museu de cera da América Latina. Inaugurada em 2009, atração de Gramado consegue divertir visitantes de todas as idades.

São mais de 100 réplicas de algumas das maiores celebridades e personagens do planeta. Dá para tirar fotos com Elvis Presley, Marilyn Monroe, Jack Sparrow e muito mais.

  • Endereço: Av. das Hortênsias, 5507
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 8h às 19h.

8. Mini Mundo

Divulgação
O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis
Mini Mundo

O Mini Mundo é outro ponto turístico muito procurado de Gramado. Ele fica em um parque a céu aberto e reúne réplicas de alguns dos lugares mais famosos do mundo.

Como o próprio nome do complexo já diz, as construções são todas em miniatura – 24 vezes menores que o mundo real. O legal é ver tudo com bastante calma, já que as obras são riquíssimas em detalhes.

  • Endereço: Rua Horácio Cardoso, 291
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 17h.

9. Mundo a Vapor

Paulo Basso Jr.
Mundo a Vapor, em Canela

Inaugurado em 1991, em Canela, o complexo Mundo a Vapor conta a história de grandes invenções, permite tirar fotos em cenários instagramáveis e oferece até passeio de trem.

A famosa fachada do parque, que será revitalizada, representa um acidente real que ocorreu no dia 22 de outubro de 1895, em Paris, quando uma locomotiva atravessou o saguão da estação ferroviária de Montparnasse, transpôs a sacada e despencou de uma altura de dez metros.

  • Endereço: Av. Don Luiz Guanella, 1247
  • Horário de funcionamento: quinta-feira a terça-feira, das 9h às 17h.

10. Le Jardin

O Le Jardin Parque de Lavanda é um belíssimo jardim natural distribuido em uma área de quatro hectares. Por lá, é possível observar diversas espécies de lavandas e outras flores.

A florada principal ocorre de setembro a novembro. Mesmo assim, é possível ver cenários coloridos em qualquer época do ano.

  • Endereço: Rodovia RS 115, 37700
  • Horário de funcionamento: terça-feira a domingo, das 9h30 às 17h30.

11. Cristais de Gramado

A visita à fábrica Cristais de Gramado é um passeio diferente e inesquecível. Ali, profissionais criam cristais únicos por meio de uma antiga técnica desenvolvida na ilha de Murano, em Veneza, na Itália.

Entre os destaques do passeio estão as apresentações que mostram o processo de produção dos cristais a partir de um material incandescente. Há também experiências sensoriais, visuais e musicais.

  • Endereço: Rod. RS 115, Km 36, 36161
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 8h30 às 17h.

12. Parque Knorr

Construído na década de 1940, o Parque Knorr é lar da famosa Aldeia do Papai Noel. O espaço abriga a residência do Bom Velhinho, bem como uma fábrica de brinquedos e renas de verdade.

Outro destaque do complexo é o Trenó Voador. O carrinho percorre um trilho suspenso que oferece vistas incríveis da região do Vale do Quilombo.

  • Endereço: R. Bela Vista, 353
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 17h.

13. GramadoZoo

Halder Ramos/Divulgação
O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis
GramadoZoo

A 700 m do pórtico de entrada da cidade, o GramadoZoo é outra boa opção de passeio para famílias. Ele tem um diferencial importante: os animais ficam soltos, mas separados do público por meio de vidros blindados.

Durante o passeio, os visitantes conseguem observar mais de 1.500 bichos. Todos eles pertencem à fauna brasileira, como arara, tucano e onça.

  • Endereço: ERS-115, km-35 – Várzea Grande
  • Horário de funcionamento: quinta-feira a terça-feira, das 10h às 16h.

14. Snowland

Divulgação
O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis
Snowland

Inaugurado em 2013, o Snowland foi o primeiro parque de neve indoor das Américas. O ingresso dá acesso a atrações como Montanha de Neve e pista de patinação no gelo.

Dá para alugar roupas de frio e se divertir praticando esqui e snowboard. Além disso, há cinema 7D, simulador e várias opções de jogos e brincadeiras.

  • Endereço: RS-235 – R. Linha Carazal, 9009
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 10h às 17h.

15. Alpen Park

O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis e dicas
Alpen Park

O Alpen Park, em Canela, é o local perfeito para os turistas que valorizam o contato com a natureza. O grande destaque é o trenó, que percorre um circuito de 900 metros em meio à mata e permite que o passageiro controle a velocidade do carrinho.

Montanha-russa, arvorismo, tirolesa, parede de escalada e cinema 4D são algumas das outras atrações disponíveis no complexo.

  • Endereço: Rodovia Arnaldo Oppitz, 901
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 17h20.

16. Parque do Caracol

O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis e dicas
Cascata do Caracol

O Parque do Caracol é uma reserva natural de Canela. A principal atração da área é Cascata do Caracol, que tem 131 metros de altura.

É possível observar a queda d’água a partir do mirante, do observatório ou do elevador panorâmico. Outra opção é encarar a escadaria que deixa a galera pertinho da cascata.

  • Endereço: Rodovia RS 466, km 0, s/n
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 17h.

17. Catedral de Pedra

O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis e dicas
Catedral de Pedra

A igreja matriz de Nossa Senhora de Lourdes, conhecida como Catedral de Pedra, é outro ponto turístico imperdível de Canela. O templo começou a ser construído em 1953 e chama a atenção por conta da arquitetura gótica.

Caso visita o local à noite, é possível contemplar shows de luzes que fazem projeções especiais na fachada da igreja.

  • Endereço: Praça Matriz, 69

18. Museu da Moda

O Museu da Moda (MUM), em Canela, conta mais de 4 mil anos de história do mundo fashion. O local foca exclusivamente as roupas criadas para o público feminino.

São aproximadamente 3.500 metros quadrados de área construída, que abrigam centenas de vestuários. Cada um deles representa um período histórico.

  • Endereço: Av. Ernani Kroeff Fleck, 1810
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 9h30 às 18h.

19. Mundo Gelado do Capitão

O Mundo Gelado do Capitão é uma boa opção de passeio para quem viaja em família. Trata-se do primeiro parque de gelo da América Latina.

Os visitantes entram em uma espécie de caverna polar, que tem temperaturas negativas. No espaço, é possível encontrar vários objetos feitos de gelo, como sofá, mesa e até um trenó.

  • Endereço: Rodovia RS-466, 3915
  • Horário de funcionamento: segunda-feira a sábado, das 9h às 18 e das 19h às 23h. Domingo, das 9h às 18h.

20. Terra Mágica Florybal

Vinícius Rocha/Divulgação
O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis
Terra Mágica Florybal

O parque temático Terra Mágica Florybal é o local ideal para quem procura aventura com uma boa dose de diversão em Canela. O local tem mais de 40 atrações, que variam desde mini fazenda de cacau até simulador, cinema 7D e playground.

A criançada costuma ir a loucura na área que exibe réplicas de dinossauros. Além disso, há diversas apresentações com personagens como magos e fadas.

  • Endereço: Rodovia RS-466, 1630
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 16h30.

21. Skyglass Canela

Divulgação
O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis e dicas
Skyglass Canela

A 360 metros de altura, o Skyglass Canela é a primeira plataforma estaiada de aço e vidro da América Latina – e uma das maiores do mundo. Ela tem algumas das vistas mais incríveis da Serra Gaúcha.

A experiência pode ser realizada por meio de uma caminhada sobre a estrutura de vidro do complexo ou pelo “Abusado”, um monotrilho suspenso com capacidade para 10 visitantes.

  • Endereço: R. Constante Félix Orsolin, 9800
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 18h.

Como chegar a Gramado e Canela

O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis e dicas
Lago Negro, em Gramado

O aeroporto de Canela tem pouquíssimas frequências de voos. Por isso, quem quer ir a região pode procurar passagens aéreas para Caxias do Sul (aproximadamente, 70 quilômetros de distância) ou Porto Alegre (130 quilômetros de distância).

Minha dica é sempre pesquisar voos na Vai de Promo, que reúne passagens de diversas empresas aéreas em uma única plataforma.

Além disso, indico a contratação de transfers que buscam os viajantes no aeroporto de Porto Alegre e os levam até Gramado.

Transporte em Gramado e Canela

O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis e dicas
Gramado

Carros de aplicativo e táxis são as opções mais práticas para se locomover em Gramado. Como a oferta é grande, os preços não costumam ser muito altos.

Outra solução – bem mais divertida – é embarcar em um dos ônibus turísticos da região. Eles contam com guias especializados e passam pelos principais pontos turísticos das duas cidades. O mais legal é que os viajantes podem subir ou descer do veículo (que fica sempre circulando) quantas vezes quiserem.

Caso queira mais privacidade e liberdade, alugue um carro. Para economizar, recomendo comparar preços em plataformas como a Mobility, que réune as principais locadoras do mundo.

Aqui vai um alerta para quem pretende dirigir: nem sempre é fácil encontrar bons lugares para estacionar em Gramado e Canela, principalmente nas regiões centrais.

Quando ir a Gramado e Canela 

O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis e dicas
Decorações de Natal em Gramado

De outubro a janeiro, Gramado fica ainda mais vibrante e colorida por conta do tradicional festival Natal Luz. A experiência é incrível, mas, por conta da alta procura e das férias, as diárias em hotéis ficam mais caras.

Junho, julho e agosto também são períodos de alta temporada, por conta das férias escolares e do inverno. O frio é o um atrativo e tanto na região – nos últimos anos, algumas cidades registraram geadas e neve.

Os meses de fevereiro, março, maio e setembro são as melhores opções para encontrar tarifas mais atrativas. Nessas épocas, o viajante também tem mais chances de curtir as cidades sem muita aglomeração.

Roteiro de 5 dias em Gramado e Canela

O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis e dicas
Cascata do Caracol, em Canela

Como há muitas atrações turísticas em Gramado e Canela, o ideal é organizar bem o roteiro para não deixar nada importante de fora. Abaixo, confira uma sugestão para cinco dias de viagem.

1º dia – Do centro ao interior de Gramado

  • Comece a viagem explorando a essência de Gramado. Muito do seu charme está em caminhar sem pressa pelo centro, namorar as vitrines de roupas e calçados da Avenida Borges de Medeiros e fazer uma selfie em frente à Igreja de São Pedro.
  • Depois, coma uns petiscos sentado na mesinha de algum bar ou bistrô da Rua Coberta e, logo ao lado, quase em frente ao Palácio dos Festivais, prove o chocolate quente cremoso da Casa da Velha Bruxa, que serve waffles, tortas, sorvetes e outras delícias feitas com o tradicionalíssimo chocolate caseiro da Prawer há mais de 30 anos.
  • Não deixe de passar pelos principais cartões-postais da cidade, como o Lago Joaquina Rita Bier e o Lago Negro, que seduz o turista a andar de pedalinho em dias ensolarados.
  • Para entender melhor o que levou a Serra Gaúcha a adquirir ares tão europeus – seja na arquitetura, seja na civilidade de seus moradores –, reserve ao menos um período do dia para os passeios de agroturismo que partem da Praça das Etnias rumo ao interior.
  • O roteiro Raízes Coloniais leva aos locais que teriam dado origem à cidade, incluindo visitas a uma casa construída pelos primeiros imigrantes há mais de 100 anos, um moinho, uma fábrica artesanal de erva-mate, ao Museu Rural Fioreze e a uma propriedade típica colonial, onde o visitante é convidado a degustar vinhos, licores, pães, queijos e salames caseiros.
  • Outra opção é fazer o tour Linha Bella, com almoço típico italiano, e bandolar pelo centrinho no final da tarde.

2º dia – Ônibus turístico e noite italiana

  • Há muito o que ver fora do centro nevrálgico de Gramado. Para conhecer o maior número possível de atrações, vale alugar um carro ou comprar um tíquete do ônibus turístico, que passa por mais de 30 pontos importantes de Gramado e Canela. Com o bilhete de um dia em mãos, você tem liberdade para descer nos cartões-postais de sua preferência, curti-los com calma e seguir o roteiro no próximo ônibus.
  • Para os aficionados por velocidade, também vale adquirir o passaporte do Grupo Dreams, que permite ver os modelos esportivos do Super Carros, as carangas do Hollywood Dream Cars e as lendárias motocicletas do Dreams Motor Show com um único ingresso, além do Vale dos Dinossauros e do Dreamland, o primeiro museu de cera da América Latina. Com exceção do acervo jurássico, que fica em Canela, todos os demais se enfileiram ao longo da Avenida das Hortênsias, em Gramado.
  • Já as crianças que desejam se sentir grandes por um dia podem realizar esse sonho visitando os impecáveis universos em miniatura do Mini Mundo ou do Mundo a Vapor.
  • Os adultos ainda podem curtir o fim de tarde em meio aos jardins floridos do lavandário Le Jardin. A florada ocorre de setembro a novembro.
  • Se o clima estiver chuvoso ou com frio intenso, prefira descer do ônibus um ponto antes, no Cristais de Gramado, que recorre à mesma técnica de moldagem manual usada na ilha de Murano, em Veneza (Itália), para criar peças de design único. A cada dez minutos, um mestre artesão mostra como os objetos são feitos a partir do material incandescente.
  • Por fim, quando a fome apertar após a maratona de passeios ao longo do dia, reserve-se o direito de ir a uma cantina tipicamente italiana. As opções vão desde o tradicionalíssimo galeto al primo canto do Nonno Mio e da Casa di Paolo, no centro de Gramado.

3º dia – Gramado em família

  • Tire o dia para voltar a ser criança. Atrações não faltam para isso em Gramado. A começar pela Aldeia do Papai Noel, no Parque Knorr. Além de servir de residência para o Bom Velhinho, o local abriga renas de verdade, a Fábrica de Brinquedos, o Trenó Voador e um presépio com bonecos eletrônicos. Vá ao mirante ou faça o passeio de monorail (trenzinho suspenso que percorre um trajeto de 10 minutos em meio à bela vista do Vale do Quilombo).
  • Depois, siga para o GramadoZoo, que fica a 700 m do pórtico de entrada da cidade. Embora haja zoológicos em outras partes do Brasil, vale visitar este pelo diferencial de os 1.500 animais não ficarem enclausurados em grades de ferro. Há apenas vidros blindados em alguns espaços, enquanto tucanos, papagaios e araras dão rasantes sobre as cabeças dos turistas dentro do viveiro.
  • Com o mesmo ingresso do zoo, tem-se acesso livre ao Parque do Gaúcho, que fica logo ao lado, no Km 35 da RS-115. Lá, monitores em trajes típicos explicam as tradições dos pampas, mostram objetos antigos e até ensinam a preparar o chimarrão em uma réplica de vilarejo do século 18. Depois, todos acompanham apresentações de doma de cavalo em uma arena e se esbaldam com o bufê regional do restaurante.
  • Se você quer mesmo é ver neve, descarte uma dessas atrações para ter ao menos a tarde inteira livre para curtir o Snowland, o primeiro parque de neve indoor das Américas. Entre as atrações já consagradas estão o castelo de neve Snowplay e uma escola de esqui e snowboard para pessoas de todas as idades. O passaporte permite acesso à montanha de neve, com direito ao aluguel das roupas, 30 minutos de patinação no gelo e a várias atrações, como o cinema 7D, o carrinho de choque no gelo, o simulador de esqui e o airboarding.
  • Para manter o clima de Alpes suíços, reserve a noite para experimentar as famigeradas sequências de fondue que tanto fazem a fama de Gramado. As versões mais cobiçadas são as dos restaurantes Le Petit Clos e Belle du Valais.

4º dia – Parques e strudels de Canela

  • Depois de cometer todos os pecados da gula nas churrascarias, cantinas e sequências de fondue gramadenses, expurgue-os rodando sete quilômetros até a vizinha Canela, que oferece um farto menude cenários naturais para a prática de caminhadas, rapel, passeios a cavalo e até rafting em águas estupidamente geladas.
  • Para quem gosta de diversão em íntimo contato com a natureza, o Alpen Park é um prato cheio: tem montanha-russa, circuito de arvorismo, cinema 4D, tirolesa, parede de escalada e até um trenó em que o passageiro controla a velocidade do carrinho sobre os trilhos num percurso de 900 m em meio à mata.
  • Outros parques completam a diversão, como o da Ferradura – onde o Rio Caí e a Cascata do Arroio Caçador formam um cânion com 420 m de profundidade – e o Ecoparque Sperry, que tem 3 km de trilhas autoguiadas passando por quatro cachoeiras, a maior delas com 45 m, além de um ótimo restaurante para a hora do almoço nos fins de semana.
  • Quer mais adrenalina? Então, procure uma agência de turismo local para ir às corredeiras do Rio Paranhana, dentro de um bote inflável, com segurança, equipamentos e a companhia de guias especializados. Entre a primavera e o verão, há percursos noturnos.
  • Já os aficionados por rapel podem descer pela Pedra Três Forquilhas ou do mirante do Caracol.
  • O maior cartão-postal de Canela, no entanto, é mesmo a Cascata do Caracol, que despenca imponente do alto de um paredão de 131 m. O acesso à base é feito por uma extenuante escada com 730 degraus, mas dá para tirar excelentes fotos do mirante ou do elevador panorâmico, que oferece vista de 360 graus.
  • Em 2013 foi inaugurado um bondinho aéreo no parque ao lado, que também explora a belíssima paisagem da queda d’água.
  • Antes que o sol se ponha, siga até o Castelinho Caracol, que fica bem pertinho dali, para visitar a casa, de 1910, pertencente à família Franzen, e provar o imperdível apfelstrudel com sorvete de creme, acompanhado de chá de maçã ou chocolate quente. Para muitos, a melhor torta de maçãs de toda a região.
  • À noite, participe da Noite Gaúcha na churrascaria Garfo & Bombacha, com direito a shows de danças típicas, música ao vivo e o autêntico churrasco dos pampas com costelão assado na vala.

5º dia – Cultura, bebidas e compras

  • Depois de passar a véspera se aventurando pelos parques de Canela, reserve o quinto dia para aproveitar o que a cidade oferece de melhor em cultura e lazer. Mais uma vez, o ônibus turístico pode ser um boa alternativa para quem deseja visitar várias atrações de uma vez.
  • O ônibus passa por vários cartões-postais canelenses, como a igreja matriz de Nossa Senhora de Lourdes, conhecida como Catedral de Pedra, o Mundo a Vapor e o Museu da Moda, que surpreende o visitante com roupas que registram 4 mil anos de história da moda feminina e as transformações da mulher ao longo dos séculos.
  • Na hora do almoço, siga para o centro de Canela, que abriga restaurantes para todos os paladares: tem o alemão Schnitzelstubb, o contemporâneo Bistrô da Lú e o francês Cannele.
  • Para a sobremesa, não deixe de dar uma passada na Amanda Selbach Pâtisserie. Formada pelo Instituto Paul Bocuse, em Lyon (França), a chef Amanda Selbach é especialista em doces, sobretudo macarons.
  • Depois, bata perna pelas lojas da região. Confira as peças de vidro da Barroco Atelier, a Casa dos Bonecos, o Mundo da Vela… Impossível não fazer umas comprinhas.
  • Se você prefere resistir às compras, prefira ocupar a tarde com um passeio que seja a sua cara. Quem gosta de brindar os prazeres etílicos, por exemplo, pode fazer tours guiados pelo Alambique Flor do Vale, pela Cervejaria Farol ou pela Vitivinícola Jolimont.
  • Já famílias com crianças curtem a fria caverna do Mundo Gelado e as atrações do parque temático Terra Mágica Florybal, que incluem uma sala de jogos, cinema 7D, um “voo” na tirolesa pterodáctilo e muitos personagens míticos.
  • Por fim, encerre a noite no Magnólia Restaurante, Bar e Cinema, um restaurante retrô chique inaugurado num lindo casarão da década de 1950, com decoração vintage, espaço kids, bar e um pequeno cinema para projeções de grandes clássicos.

Onde comer em Gramado e Canela

O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis e dicas
Fondue de queijo

Comer bem é uma tarefa fácil para quem vai às cidades de Gramado e Canela. As delícias gastronômicas da região vão desde os típicos churrascos gaúchos até receitas europeias, como fondues.

Abaixo, veja alguns espaços gastronômicos que valem a visita:

Casa di Paolo

Com várias unidades espalhadas pela Serra Gaúcha, a Casa di Paolo é conhecida pelo galeto al primo canto, marinado por 12 horas em uma mistura de temperos e cerveja. A receita acompanha saladas,  sopa de capelete, queijo à dorê e polenta frita.

Cannelé Bistrot

Situado em Canela, o Cannelé Bistrot é um dos melhores lugares para quem procura experiências gastronômicas diferenciadas. O cardápio reúne sabores da gastronomia francesa, com um toque especial do chef gaúcho Leonardo Salamoni.

Churrascaria Garfo & Bombacha

A cultura dos pampas reina na Churrascaria Garfo & Bombacha, que organiza a famosa Noite Gaúcha. O local serve churrasco, costelão na vala e carnes nobres assadas na brasa.

Belle du Valais

Ideal para um jantar romântico, o Belle du Valais encanta os visitantes com seu ambiente charmoso e suas louças finas. A cremosa fondue de queijos gruyère e emmental derretidos com um toque de kirsch (aguardente de cereja), como manda a tradição suíça, é o grande destaque da casa.

Le Petit Clos

O Le Petit Clos também é um bom lugar para comer fondue. Além disso, o restaurante prepara delicias como cordeiro ao vinho com figos caramelados. O ambiente é uma atração à parte, com muita madeira, luz de velas e cadeiras revestidas com lã de carneiro.

Onde ficar em Gramado e Canela

A localização da acomodação faz toda a diferença na hora de conhecer Gramado e Canela. Por isso, vale a pena pesquisar bem antes de reservar o seu hotel.

A boa notícia é que as duas cidades contam com ótimas opções de hospedagem, principalmente nas regiões centrais. A vantagem de ficar nessas áreas é a proximidade dos pontos turísticos, restaurantes e comércios.

A região da Avenida das Hortênsias, em Gramado, fica um pouco mais longe do Centro, mas conta com excelentes hotéis. Há também a Vila Suzana, em Canela, uma área arborizada e ideal para quem busca tranquilidade.

Nossas dicas de hotéis em Gramado e Canela são:

Hotel Monte Felice Bosque

Reprodução/Divulgação
O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis e dicas
Hotel Monte Felice Bosque

O Hotel Monte Felice Bosque fica a apenas cinco minutos da Rua Coberta, uma das atrações mais procuradas de Gramado. O local é uma ótima pedida para quem valoriza conforto e conexão com a natureza.

Veja preços e avaliações

Hotel Sky Gramado

Reprodução/Divulgação
O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis e dicas
Hotel Sky Gramado

O Hotel Sky Gramado fica bem no centrinho da cidade, perto das principais atrações turísticas. A gastronomia e o farto café da manhã figuram entre os pontos mais elogiados pelos viajantes que ficam por lá.

Veja preços e avaliações

Grande Hotel Canela

Reprodução/Divulgação
O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis e dicas
Grande Hotel Canela

Situado em um parque com 85 mil metros quadrados de área verde, o Grande Hotel Canela fica na região central da cidade. O local tam várias atrações de lazer, como quadras esportivas, espaço kids, trilhas e sauna seca.

Veja preços e avaliações

Além deles, vale a pena considerar os seguintes hotéis em Gramado e Canela (clique nos links para ver preços e avaliações):

Bom custo-benefício 

Econômicos 

Luxo

O que você precisa saber antes de ir a Gramado e Canela

O que fazer em Gramado e Canela – 21 atrações imperdíveis e dicas
Entrada da Rua Coberta, em Gramado

Quando planejo minhas viagens, recorro a uma série de ferramentas de auxílio antes mesmo de fazer as malas. Assim, consigo comprar passagens aéreas mais baratas, alugar carros e reservar hotéis, bem como passeios, transfers e ingressos para atrações, com mais segurança e pagando menos.

Já fez a reserva da passagem aérea?

Para não ficar perdendo tempo entrando em um monte de site de companhia aérea, uso a plataforma Vai de Promo na hora de comprar passagens. Gosto dela pelo fato de indicar as principais rotas disponíveis e listar, de forma automática, os melhores preços.

Onde ver preços: Vai de Promo

Sabe onde ficará hospedado?

Uma boa dica para encontrar hotéis e consultar avaliações de quem já foi é usar o Booking.com. O site tem sempre boas ofertas e permite fazer reservas de forma prática e rápida. Eu indico, sobretudo, hotéis, pousadas e casas de aluguel que permitem pagamento apenas na chegada ao destino.

Onde ver preços e avaliações: Booking.com

Vai alugar carro? Reserve com antecedência

Uma das escolhas mais difíceis na hora de viajar é identificar o meio de transporte que usará no destino. Se a ideia é alugar carro, a dica é sempre fazer reserva com antecedência. Sugiro o comparador online da Mobility que, com uma única pesquisa, exibe os melhores valores de locadoras confiáveis. Vale a pena.

Onde reservar: Mobility

Reservou os ingressos das atrações?

Não tem nada mais frustrante do que viajar e não conseguir entrar numa atração por falta de reserva. Por isso, ao definir nossos roteiros, garanto tudo com antecedência. Existem ótimos serviços, como GetYourGuide e Civitatis, que oferecem não apenas tíquetes de pontos turísticos, mas também de eventos, parques temáticos e até mesmo transfers.

Onde reservar: GetYourGuide e Civitatis

LEIA TAMBÉM:





planeje sua viagem PLANEJE SUA VIAGEM

Chip viagem

Chip viagem

Acesse internet e telefone de qualquer lugar do mundo

Confira aqui

AMERICA CHIP

Seguro viagem

Seguro viagem

Pesquise várias seguradoras de uma vez e ganhe desconto de 15%

Contrate aqui

SEGUROS PROMO

Passagens aéreas

Passagens aéreas

Os melhores preços para viajar no Brasil e no mundo

Compre aqui

VAI DE PROMO

Reserva de hotéis

Reserva de hotéis

Encontre a melhor opção de hospedagem para você

Reserve aqui

BOOKING

informativo img
Informativo

Cadastre-se e receba com exclusividade nossos conteúdos.