5 DIAS EM PARIS


CINCO DIAS É POUCO, MAS DÁ PARA TER UMA BOA IDEIA DO QUE A CIDADE LUZ TEM DE MELHOR A OFERECER

1 º dia +

Mapa da sua rota

Ile de la Cité e Marais

– Comece o dia no Marais, um dos bairros mais charmosos da cidade. Ande pelas ruas cheias de construções belíssimas, cafés, bistrôs e ateliês.

– Vá à Place des Vosges e observe suas luxuosas vitrines. A praça, que tem o formato de um quadrilátero perfeito, com nove casas em cada lado (Vitor Hugo morou na número 6) é considerada uma das mais belas do mundo e um bom local para descanso em dias de calor.

– Siga depois para a Ile de la Cité, ilhota no meio do rio Sena onde fica a Notre Dame e o marco zero de Paris. Visite a igreja e suba na torre sul para uma visão estonteante da cidade.

– À tarde, a pedida é explorar a região de Rive-Gauche, do outro lado do Sena (em relação ao Marais). Aqui ficam atrações como a Igreja de St. Germain-des-Prés e a Sorbonne.

– Avance até o Panthéon, onde estão enterrados os escritores Voltaire, Victor Hugo e Émile Zola, além do filósofo René Descartes.

– Caminhe até o Jardim de Luxemburgo, um dos parques mais charmosos da Europa, e não deixe de avistar o lindo palácio homônimo.

– Para o jantar, o Quartier Latin é uma região muito turística, mas animada e com boas ofertas de comida francesa, grega e árabe.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
2 º dia +

Mapa da sua rota

Museu do Louvre

– De manhã, vá para a Place Vendôme. Nos prédios da praça ficam o Hotel Ritz e a casa onde viveu Frédéric Chopin.

– Em seguida, parta para o Museu do Louvre. Uma dica: a visita de um dia inteiro ainda é insuficiente para ver o museu. Escolha uma ou duas áreas – a mais concorrida é a de pintura europeia dos séculos 13 a 19. A grande atração do museu é a “Monalisa”, de Leonardo da Vinci.

– A região da Place de l’Opéra é ótima para terminar o dia. Há diversos restaurantes e casas noturnas no pedaço.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
3 º dia +

Mapa da sua rota

Rio Sena e Torre Eiffel

– Um passeio de barco (batobus) lhe mostrará a cidade por outros ângulos. As primeiras saídas acontecem às 10h da manhã e você pode fazer paradas e combinar o passeio de barco com caminhadas pela cidade.

– Desembarque nas estações Louvre ou Hôtel de Ville e siga até a Torre Eiffel pelo Jardim Tuileries. No caminho, aprecie a fachada de grandes edificações parisienses, como o Hôtel des Invalides, onde está a tumba de Napoleão Bonaparte, e a Ponte Alexandre III, a mais bonita do Sena.

– Aprecie a vista da Torre Eiffel de todos os ângulos. A esplêndida vista do alto da torre vale a subida, a pé ou de elevador.

– Explore a região do Trocadero e os Champs de Mars, atrás da torre.

– Volte ao batobus e faça a parada seguinte no Musée d’Orsay, que tem a mais completa coleção de obras impressionistas da Europa.

– De volta ao barco, pare em Jardin des Plantes e escolha um endereço na Rue Mouffetard para o jantar.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
4 º dia +

Mapa da sua rota

Champs Elysées e Montmartre

– De manhã, vá para a Champs Elysées, a avenida mais ampla e charmosa da cidade. Ela perdeu alguns endereços de luxo, mas continua magnífica com suas árvores e o Arco do Triunfo no topo.

– Depois, siga para a Avenida Montaigne, do outro lado da Champs Elisées. Aqui ficam as lojas das grifes mais caras do mundo.

– Pegue o metrô (ou o ônibus) até o cemitério de Père Lachaise, onde estão sepultadas figuras históricas como Chopin, Allan Kardec, Oscar Wilde, Yves Montand e Jim Morrison.

– Siga de metrô para Montmartre e chegue à igreja de Sacré-Cour pelo funicular. A Place du Tertre, praça nos arredores, é tradicional ponto de artistas de rua que lhe oferecerão pinturas e caricaturas feitas na hora.

– A região de Montmartre é animada e você pode esticar por lá até à noite. Aproveite e passe em frente ao Le mur des Je t’aime (muro onde a frase “eu te amo” aparece em diversos idiomas); o Café des Deux Moulins, imortalizado no filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”; e o famoso cabaré Moulin Rouge.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
5 º dia +

Mapa da sua rota

Palácio de Versalhes ou Disneyland Paris

– A menos de uma hora de Paris fica o deslumbrante Palácio de Versalhes, último reduto da realeza que mantém impecáveis os jardins imensos e os cômodos fabulosos, como o Salão dos Espelhos e o Quarto das Rainhas.

– Outra opção para passar o dia é visitar a Disneyland Resort Paris, parque temático bastante semelhante aos seus pares em Orlando e Anaheim, nos Estados Unidos.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.

Serviços

Restaurantes+

L’Ambroisie (http://www.ambroisie-paris.com/)

Um dos mais famosos restaurantes parisienses, ostenta há anos a cotação máxima do Guia Michelin. Reserve com antecedência.

Le Pavillon Ledoyen (http://www.yannick-alleno.com/restaurant/le-pavillon-ledoyen/)

A cozinha refinada do chef Yannick Alléno também recebeu em 2015 a terceira estrela Michelin.

L’Atelier Etoile (http://www.joel-robuchon.com/fr/restaurants-paris-atelier-etoile.php)

Aqui o badalado chef Joël Robuchon serve refeições mais em conta do que em suas outras casas, mas apenas no almoço.

Camille (https://www.google.com.br/maps/place/Camille/@48.857774,2.3607349,15z/data=!4m2!3m1!1s0x0:0xc9fd12e8f33ce699?sa=X&ved=0ahUKEwj-kZS7idzJAhWFhZAKHUWoAPYQ_BIIhQEwDQ)

Este simpático bistrô no Marais serve competentes pratos franceses tradicionais.

Hotéis+

Plaza Athénée (http://www.booking.com/hotel/fr/ha-tel-plaza-atha-c-na-c-e-paris.pt-br.html)

Hotel de luxo que é um dos preferidos das celebridades. Seu restaurante estrelado é comandado pelo chef Alain Ducasse.

Hôtel des Deux Iles (http://www.booking.com/hotel/fr/des-deux-iles.pt-br.html)

Charmoso hotel na Ile St-Louis, instalado numa mansão do século 17.

Esmeralda (http://www.booking.com/hotel/fr/esmeralda.pt-br.html)

Hotel simples, mas com histórico de clientes famosos, no coração do Quartier Latin.

Dicas e curiosidades+

Quando ir

Entre junho e setembro, a capital francesa é ocupada por turistas e filas se formam ao redor das principais atrações. A superlotação é compensada pelas temperaturas médias na casa dos 20 ºC, boas para passeios ao ar livre, caminhadas e piqueniques nos parques e jardins. Durante a época mais fria,entre novembro e fevereiro, os visitantes movimentam a cidade mais uma vez. Apesar da combinação ingrata de tempo chuvoso, temperaturas próximas de 0 ºC e neve ocasional, ver a cidade iluminada para o Natal vale a visita.

Passe livre (http://www.parisinfo.com/visiter-a-paris/paris-pass/paris-visite)

Para explorar Paris com liberdade, vale a pena investir no Paris Visite Travelcard, um bilhete único de transporte com validade para um, dois, três ou cinco dias. Com preços entre E 23,50 a E 61,25, conforme o número de dias, o passe dá direito a viagens ilimitadas de metrô, ônibus e trens suburbanos, além do funicular para Montmartre e das conexões para o aeroporto de Orly, Versalhes e Disney.

De barco pelo Siena

Parte dos cartões-postais de Paris se concentra à beira do Sena, de onde partem todos os dias os barcos que percorrem o rio. Entre eles estão os da famosa companhia Bateaux-Mouches.

Amélie Poulain

Ao visitar Montmartre, não deixe de ir à Rue Lepic e caminhar até o Café des 2 Moulins, um dos cenários do filme O Fabuloso Destino de Amélie Poulain e onde a personagem de Audrey Tatou trabalhava. O pessoal do café é bem simpático e está acostumado com os visitantes que param ali para tirar fotos e comentar sobre o filme.

Le Mur des Je t’aime

Os casais apaixonados não podem deixar de passar pela Square Jehan-Rictus, em Montmarte, onde está o famoso Le Mur des Je t’aime (Muro dos Eu te Amo). A obra é fruto de uma pesquisa de Frédéric Baron, que reuniu mais de 1.500 declarações de amor em línguas como inglês, mandarim, francês e português.

Booking.com