Tags

O ponto de partida do seu roteiro de viagem.

Roteiro de viagem

Lisboa

4 DIAS EM LISBOA

  • Shutterstock.com

    Torre de Belém

  • Shutterstock.com

    Bairro da Alfama

  • via Visualhunt

    Monumento aos Descobrimentos, em Belém

  • Divulgação

    Lisboa e o Tejo, ao fundo

A CAPITAL PORTUGUESA SOUBE SE RENOVAR SEM APAGAR A TRADIÇÃO. PREPARE-SE PARA SE ENCANTAR

Serviços

  • Onde ficar
    Altis Belém

    Hotel de design à beira do Tejo, com arquitetura inspirada nas grandes navegações portuguesas.

    Príncipe Lisboa

    Três estrelas de ótimo custo-benefício na região norte da cidade, bem perto do museu Gulbenkian.

    Residencial Florescente

    Opção econômica no bairro da Baixa, a um passo das principais atrações do centro.


  • Onde comer
    Belcanto

    O mais requintado da cidade, é o único a ostentar duas estrelas do Guia Michelin.

    Café Lisboa

    Do mesmo chef José Avillez, que comanda o Belcanto, é um endereço igualmente charmoso, mas mais acessível.

    Tasca da Esquina

    Ambiente descontraído que se destaca pelos petiscos. O proprietário abriu uma filial em São Paulo, recentemente.

    Sea Me

    Especializado em frutos do mar, oferece pescados fresquíssimos em várias versões. Fica no Chiado, no Largo de São Carlos, junto ao teatro que abriga outra casa do chef Avillez, o Café Lisboa. Com mesas na encantadora praça ou dentro do teatro, ele oferece pratos como o Bacalhau à Brás com Azeitonas Explosivas (sim, elas estouram no céu da boca!).

    Cervejaria Trindade

    Erguida em um antigo mosteiros, serve ótimos pratos e sobremesas melhores ainda. Experimente a cerveja da casa.

    A Licorista o Bacalhoeiro

    Só pelo nome singelo já vale a visita. O ambiente é simples, de botequim, e o bacalhau é uma maravilha.



Roteiro

  • 1 ° dia

    O que fazer em Lisboa (Portugal)

    Alfama e Baixa

    • Suba até o Castelo São Jorge, o ponto mais alto do Bairro de Alfama, o mais antigo da cidade, e explore as ruas medievais da região.
    • Do alto, há uma bela vista do rio Tejo e da cidade. Entre os principais miradouros estão os de Santa Luzia e Graça.
    • Depois, desça pelas ladeiras da Alfama, a pé ou de tuk tuk, e escolha uma das várias tascas interessantes penduradas nas ladeiras para almoçar.
    • Na Baixa, ande pela região de Restauradores e pelo Rossio. Assista ao entardecer sobre o Tejo na Praça do Comércio e termine o dia nos restaurantes da Augusta ou das ruas paralelas, repletas também de lojinhas.
    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
  • 2 ° dia

    O que fazer em Lisboa (Portugal)

    Chiado e Alta

    • Comece o dia na Baixa e pegue um dos elevadores históricos – o Santa Justa ou o funicular da Glória – para subir até o bairro do Chiado.
    • Passeie pelas ladeiras do Chiado, cheia de lojas de decoração, ateliês e cafés. Faça uma pausa no Café A Brasileira, que era frequentado por Fernando Pessoa. A estátua do poeta sentado no banco fica ao lado do café.
    • Na hora do almoço, as opções do bairro são incontáveis. Ao lado do belíssimo Teatro Nacional São Carlos, o Café de Lisboa é uma opção elegante, porém sem frescura. A região também abriga a ótima cervejaria Trindade, montada em um antigo convento.
    • Para a tarde, a região do Chiado tem museus interessantes, como o Museu Nacional de Arte Contemporânea e o Nacional de Arte Antiga, que ocupa um palácio do século 17. Há também shoppings, como o Armazéns do Chiado.
    • Alguns quarteirões acima do Chiado, na região da Praça Príncipe Real, uma das mais charmosas da cidade, estão casas de vinho, bistrôs, lojas de designers e ateliês. O Museu de História Natural é uma grata surpresa para quem viaja com crianças.
    • Dá para passar a noite nos diversos bares próximos à Praça Príncipe Real ou então no Bairro Alto, onde restaurantes e bares dividem espaço em meio a ruas estreitas. Essa é uma das áreas mais procuradas por jovens e boêmios em Lisboa.
    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
  • 3 ° dia

    O que fazer em Lisboa (Portugal)

    Belém e Jerônimos

    • Dois dos maiores cartões postais de Lisboa ficam na foz do Rio Tejo, de onde partiam as caravelas na época dos descobrimentos. O primeiro deles é a Torre de Belém, construída entre 1513 e 1519. A visitação abre às 10h, e vale chegar cedo para aproveitar a manhã.
    • Depois de visitar a torre, caminhe pela orla do rio e siga até a Praça do Império para conhecer o Museu Nacional de Arqueologia ou o Museu das Carroagens. Outro monumento famoso na região é o Padrão dos Descobrimentos, que celebra as conquistas marítimas portuguesas.
    • Na Rua de Belém, vários restaurantes servem opções fantásticas para o almoço. Independentemente da escolha, uma visita à Antiga Confeitaria de Belém, que serve os pastéis de nata mais famosos, é obrigatória.
    • Reserve o início da tarde para visitar o Mosteiro dos Jerónimos, a maior obra da arquitetura manuelina e monumento à pujança portuguesa dos séculos 16 e 17.
    • No fim da tarde, dá tempo de ir a LX Factory, um antigo galpão repleto de lojas transadas e de design, com aspecto underground. De lá é rápido chegar na Doca de Alcântara, com vários bares e restaurantes à beira do Rio Tejo e aos pés da Ponte 25 de abril.
    • Quem procura mais agito, por sua vez, pode ir ao Cais do Sodré, onde está a Rua Nova de Carvalho, também conhecida como Rua “Cor-de-Rosa”, repleta de bares e baladas que não têm hora para fechar.
    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
  • 4 ° dia

    O que fazer em Lisboa (Portugal)

    Parque das Nações

    • O Oceanário de Lisboa fica na beira do Tejo, no sentido oposto ao da Torre de Belém. Pegue o metrô logo cedo – a atração abre às 10h.
    • Ao sair, explore a região do Parque das Nações, que inclui um museu de ciência e a Torre Vasco da Gama, no mais alto prédio da cidade, de onde você se tem uma esplêndida vista da cidade. Também dá para fazer o projeto de teleférico.
    • À tarde, você pode escolher entre os museus dessa região da cidade – como o Calouste Gulbenkian, com fabuloso acervo de arte europeia, ou o curioso Museu do Azulejo – ou seguir de volta à região central para visitar a Avenida Liberdade, com uma grande concentração de lojas de luxo.
    • No final da tarde, siga para o Mercado da Ribeira, point da nova gastronomia lusitana.

    Na hora de montar um roteiro em Lisboa, consulte também o site oficial de turismo da cidade.

    ROTEIROS E ASSUNTOS RELACIONADOS

    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
Informativo

Cadastre-se e receba com exclusividade nossos conteúdos.