Tags

O ponto de partida do seu roteiro de viagem.

Roteiro de viagem

Porto

3 DIAS NO PORTO

  • Shutterstock.com

    Ponte Dom Luís 1

  • Shutterstock.com

    Ponte Dom Luís 1

  • Shutterstock.com

    Ribeira

  • Visualhunt.com

    Rio Douro

A SEGUNDA MAIOR CIDADE DO PAÍS REÚNE O QUE FAZER EM PORTUGAL NO QUE HÁ DE MELHOR NA TERRINHA

Serviços

  • Onde ficar
    The Yeatman

    Luxuoso hotel de design com vista esplêndida do Douro. Oferece spa completo.

    Boa Vista

    Confortável e moderno, é o único posicionado bem na foz do rio Douro.

    São José

    Tradicional e acolhedor bed & breakfast, instalado no centro da cidade.


  • Onde comer
    Foz Velha

    De cardápio criativo, propõe uma viagem à cozinha portuguesa moderna em três menus-degustação.

    Abadia

    Clássicos da cozinha portuguesa executados à perfeição, escoltados por uma grande carta de vinhos.

    O Caseirinho

    Uma das várias opções econômicas – e agradáveis – à beira do Douro.

    Farol da Boa Nova

    Um dos melhores para comer o bacalhau à Gomes de Sá – ou à Lagareiro, uma variação de sabor divino, preparado na brasa do carvão e depois banhado com azeite quente

    Café Santiago

    Esta é a casa para provar a francesinha, tradicional sanduíche do Porto. Ela leva linguiça, salsicha fresca, fiambre, carnes frias e bife de carne de vaca ou lombo de porco assado e fatiado, coberta com queijo posteriormente derretido. É guarnecida com um molho à base de tomate, cerveja e piri-piri. Pode acompanhar ovo estrelado (sobre o sanduíche) e batatas fritas. Levinha, né?

    Escondidinho

    Esta casa tem jeitão de casa de fazenda portuguesa e serve um excelente polvo ao forno.



Roteiro

  • 1 ° dia

    O que fazer em Portugal

    Ribeira e degustação de vinho

    -Pegue o metrô até a estação São Bento (adornada por belos azulejos portugueses) e embarque no Funicular dos Guindais, que liga a região central à Ribeira. A vista da descida, de 60 metros na vertical, é um show.

    -Na Ribeira, o que fazer em Portugal se concentra em observar a bela Ponte Dom Luís 1 e os barcos no rio Douro – os mais fotografados são os rabelos, barcos típicos que carregavam barris de vinho.

    -Há várias opções de restaurantes à beira-mar nas duas margens do rio, no Porto ou em Vila Nova de Gaia. Nesta segunda, vale a pena fazer degustações de vinho do porto e visitar o museu dedicado ao tema.

    -O entardecer na Ribeira é animado e com belo espetáculo do por do sol no Douro.

    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
  • 2 ° dia

    O que fazer em Portugal

    Centro Histórico

    – O bairro da Catedral reúne algumas das construções mais fabulosas da cidade, como as Igrejas de Santa Clara e a Sé e os prédios da Praça Almeida Garrett. Ao andar pelas ruas da região, você irá encontrar vários monumentos históricos.

    – O que fazer em Portugal conta com boas opções no almoço – opte por uma francesinha, um sanduíche com carnes e queijo servido com molho, almoço típico da cidade.

    – Para fazer a digestão, dê um pulo em uma das livrarias mais legais do mundo, a Livraria Lello e Irmão.

    – À tarde, siga para o Mercado do Bolhão, uma enorme construção em estilo neoclássico que abriga corredores de flores, quitutes portugueses, peixes, vinhos e mimos para presente por preços bem em conta.

    – Ainda nessa região, a Avenida Santa Catarina é, em boa parte, acessível apenas para pedestres. Trata-se do maior centro de compras local, e vale também pelos cafés e confeitarias com mesas na calçada.

    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
  • 3 ° dia

    O que fazer em Portugal

    Casa da Música, frutos do mar e Clérigos

    – Passe a manhã em Matosinhos, porto industrial com ótimos restaurantes de frutos do mar. Mais ao norte, ficam as praias frequentadas pelos locais – bastante bravas e cheias de pedras, mas ainda assim belas.

    – Fora do centro, o que fazer em Portugal segue pela direção oeste da região para conhecer a moderníssima Casa da Música, centro cultural em um prédio do arquiteto holandês Rem Koolhaas.

    – De volta à cidade, explore as tascas da região da Igreja dos Clérigos. Se tiver fôlego, vale subir na torre da igreja, com 225 degraus e uma vista ampla da cidade.

    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
Informativo

Cadastre-se e receba com exclusividade nossos conteúdos.