• Crédito: Divulgação

    Bungee jump

  • Crédito: Divulgação

    Shotover Jet

  • Crédito: Divulgação

    Trilha de bike

  • Crédito: Divulgação

    Coronet Peak

2 DIAS EM QUEENSTOWN


MECA DOS ESPORTES RADICAIS, CIDADE NEOZELANDESA TEM BOA VIDA NOTURNA E ALTAS DOSES DE LAZER

1 º dia +

Mapa da sua rota

Centro, vinho e teleférico

– Passeie pelo centrinho de Queenstown, que é totalmente voltado para o turismo. Pequeno, o lugar reúne uma série de lojas e restaurantes.

– Caso o clima esteja agradável, faça degustações nas vinícolas espalhadas pelos arredores da cidade. Há algumas muito boas, onde dá para almoçar, como a Amisfield.

– Se estiver viajando durante o inverno, uma boa dica é seguir para as estações de esqui nos arredores. A mais acessível é a Coronet Peak.

– Vá para a montanha Bob’s Peak, cujo topo pode ser acessado por meio de trilhas íngremes ou teleférico. Lá em cima dá para saltar de bungy jump, praticar downhill, voar de parapente ou apenas curtir a vista, que é demais.

– Do terraço a 450 metros de altura (há também um restaurante no local), observe a cidade à margem do Lago Wakatipu.

– À noite, retorne para o centro, que é repleto de lugares descolados para comer e baladas para todos os gostos. Até forró dá para escutar nas pistas da cidade, que vive repleta de jovens.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
2 º dia +

Mapa da sua rota

Shotover Jet e bungee jump

– Chegou a hora de conhecer para valer a capital mundial dos esportes radicais.

– Reserve a manhã para encarar a Shotover Jet, experiência em que lanchas aceleram a 80 km/h no Rio Shotover, passando muito perto das rochas e fazendo vários “zerinhos” na água.

– À tarde, é hora de praticar bungee jump. O local mais icônico para fazer o salto é a Kawarau Bridge, onde a empresa AJ Hackett Bridge Bungy toma conta do primeiro e mais famoso ponto de bungee jump comercial do mundo. São cerca de 43 metros de altura.

– Caso aventura não seja a sua pegada, contrate uma das agências locais que fazem tours em jipe 4×4 rumo a lugares que serviram de locação para as Minas Tirith, as Montanhas Nebulosas, os Pilares dos Reis (Argonath) e diversos outros cenários da trilogia “O Senhor dos Anéis”, todos eles nos arredores de Queenstown.

– Já de noite, mais relaxado, experimente o hambúrguer do Fergburger, um dos ícones de Queenstown.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.

Serviços

Restaurantes+

Finz Seafood & Grill (http://www.finzdownunder.co.nz/)

Arrisque a pratada de frutos do mar com ostras, mariscos, sashimis, carne de siri, peixe frito, camarão e ceviche. Seve duas pessoas ou mais. O filé de salmão também é uma delícia.

Ferburger (http://www.fergburger.com/fullscreen.html)

Esta casa simples é conhecida por preparar o melhor hambúrguer da Nova Zelândia. Há desde o clássico com queijo (pode ser brie, gorgonzola ou cheddar) até com carne de veado.

Pedro's House Of Lamb (http://www.pedros.co.nz/)

O nome já diz tudo. Esta casa é especializada em carne de cordeiro, que é uma delícia.

Hotéis+

Novotel Queenstown Lakeside (http://www.booking.com/hotel/nz/gardens-queenstown.pt-br.html?aid=356986;label=gog235jc-hotel-XX-nz-gardensNqueenstown-unspec-br-com-L%3Axb-O%3AwindowsS7-B%3Achrome-N%3AXX-S%3Abo-U%3AXX;sid=f70de9396a9ce021c000f9fa7b807623;dist=0&sb_price_type=total&type=total&)

A galera descolada se identifica com o estilo deste hotel. Os quartos são confortáveis e o atendimento é de primeira, com destaque para o café da manhã. Fica próximo ao que interessa no centro.

Eichardt's Private Hotel (http://www.booking.com/hotel/nz/eichardt-private.pt-br.html?aid=356986;label=gog235jc-hotel-XX-nz-eichardtNprivate-unspec-br-com-L%3Axb-O%3AwindowsS7-B%3Achrome-N%3AXX-S%3Abo-U%3AXX;sid=f70de9396a9ce021c000f9fa7b807623;dist=0&sb_price_type=total&type=total&)

Para quem busca luxo, este hotel oferece quartos enormes com móveis clássicos, amenities de grife e uma série de outras regalias.

Nomads Queenstown Backpackers (http://www.booking.com/hotel/nz/nomads-queenstown.pt-br.html?aid=356986;label=gog235jc-hotel-XX-nz-nomadsNqueenstown-unspec-br-com-L%3Axb-O%3AwindowsS7-B%3Achrome-N%3AXX-S%3Abo-U%3AXX;sid=f70de9396a9ce021c000f9fa7b807623;dist=0&sb_price_type=total&type=total&)

Este é um dos albergues mais disputados da Nova Zelândia. Fica bem no centro e tem boas instalações.

Dicas e curiosidades+

Quando ir

De setembro a novembro é ideal para quem vai atrás dos esportes de ação e turismo ecológico, já que a primavera deixa o clima ameno, os dias ficam mais longos e a paisagem ainda mais colorida. Evite dezembro e janeiro, época em que a cidade fica cheia e os preços sobem.

Informações turísticas (http://www.newzealand.com/br)

O site de turismo da Nova Zelândia no Brasil tem informações importantes e dicas valiosas para quem deseja visitar o país. Clique na setinha aí em cima e confira.

Booking.com