• Crédito: Divulgação

    Times Square

  • Crédito: Divulgação

    Empire State

  • Crédito: Divulgação

    Ponte do Brooklyn

  • Crédito: Divulgação

    Estátua da Liberdade

5 DIAS EM NOVA YORK


EXPLORE A BIG APPLE EM CAMINHADAS QUE ATRAVESSAM ATRAÇÕES CULTURAIS E HISTÓRICAS

1 º dia +

Mapa da sua rota

Principais ruas

– Comece pelo topo: veja a cidade do alto no Empire State Building.

– Siga pela 5th Avenue e entre na New York Public Library, com seu fabuloso Main Reading Room.

– Vá até o Grand Central Terminal e veja o movimento frenético da cidade. Faça um lanche na região.

– Passe pelo Chrysler Building e depois vá para a 49th Street, onde estão Saks Fifth Avenue, Rockefeller Center e St. Patrick’s Cathedral.

– Termine a longa caminhada na 7th Avenue, até chegar na Times Square.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
2 º dia +

Mapa da sua rota

Museu e passeio ao ar livre

– Depois de um café da manhã reforçado, saia para o Metropolitan Museum of Art (exceto se for uma segunda-feira, dia em que o museu fecha). Maior museu de arte dos Estados Unidos, com quase 2 milhões de obras, o Met merece horas de visita. Veja as peças da Antiguidade, os vestidos do Costume Institute, as artes romanas, os mestres europeus…

– Saia do museu direto para o Central Park. Você pode caminhar, correr, passear de barco, andar de carruagem ou apenas sentar num banco e observar o movimento.

– Pegue um táxi ou carruagem e saia no sul do parque, em frente ao Plaza Hotel.

– Se der tempo, visite o MoMA, um dos mais impressionantes museus de arte moderna do mundo.

– Encerre o passeio com compras nas ruas 5th Avenue e 57th Street

– Para o jantar, escolha um restaurante na badalada região de Hell’s Kitchen.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
3 º dia +

Mapa da sua rota

Para admirar, conhecer e degustar 

– Fazer o passeio de ferry até a Estátua da Liberdade e Ellis Island é daqueles programas consagrados que pode ser um mico. O passeio pode tomar quase seis horas e exige paciência nas filas e escadas. Só vá se fizer questão de ter uma foto ao lado da tocha. Caminhe pela região de Wall Street e veja o movimento do maior centro financeiro do mundo.

– Visite o histórico Frances Tavern (onde há brunch, almoço, happy hour e jantar) e a Trinity Church.

– Conheça a St. Paul’s Chapel, mais antiga igreja de Manhattan e local de homenagem às vítimas do 11 de Setembro.

– Entre no National September 11 Memorial & Museum.

– Aguarde o pôr do sol no Battery Park City.

– Para jantar, a região de TriBeCa está cheia de opções.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
4 º dia +

Mapa da sua rota

Os bairros

– Comece a caminhada do dia em Chinatown – você pode até tomar um café da manhã oriental por lá.

– Siga na direção norte e veja as galerias de arte, ateliês e cafés dos bairros do SoHo e NoLita.

– O Lower East Side, do lado leste, tem lojas com preços mais interessantes, sobretudo na região da Orchard Street. Outra opção na mesma região e com a mesma pegada é o East Village.

– Chegue na Union Square e o no Flatiron District.

– Atravesse no sentido de Williamsburg, onde você encontrará restaurantes, bares e lojas descoladas.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
5 º dia +

Mapa da sua rota

Arte e lazer

– Passe a manhã explorando o American Museum of Natural History, com seu imenso titanossauro e atrações que enlouquecem crianças e adultos.

– Passeie pelo Central Park, visitando o monumento a John Lennon, o Shakespeare Garden, a Bethesda Fountain e o Central Park Zoo (também chamado de Wildlife Center).

– Outra opção é andar pelo High Line, o parque suspenso de Nova York. Em determinado ponto ele passa próximo ao excelente Chelsea Market, repleto de produtos transados.

– Jante em grande estilo no bairro de Chelsea – como no chique NoMad ou no basco Txikito. Se tiver ingressos, assista a um show no Carnegie Hall ou a uma partida no Madison Square Garden.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.

Serviços

Restaurantes+

Bouley (http://www.davidbouley.com)

Para amantes da alta gastronomia, a bela casa de David Bouley em Tribeca une gastronomia francesa, slow food e ingredientes orgânicos.

Russ & Daughters (http://www.russanddaughters.com)

Aberto há mais de 100 anos, é um clássico da comida judaica, famoso pelo caviar, salmão defumado e outros peixes fabulosos.

Bare Burger (http://www.bareburger.com)

Hambúrgueres orgânicos (sim!) e com ingredientes frescos – a rede, que tem outras lanchonetes no país, começou aqui, no Brooklyn.

Hotéis+

The Plaza (http://www.booking.com/hotel/us/the-plaza.en-gb.html)

Um dos clássicos da hotelaria mundial, já apareceu em filmes e séries de TV. Fica em frente ao Central Park.

Night Theater District (http://www.booking.com/hotel/us/the-night.pt-br.html)

Como o nome já fiz, fica na Broadway, perfeito para quem quer ir ao teatro e conhecer os restaurantes da região.

CitizenM (http://www.booking.com/hotel/us/citizenm-new-york-times-square-new-york.pt-br.html)

A rede de hotéis com quartos bem pequenos, design moderno e facilidades para viajantes antenados tem sua unidade de Times Square.

Dicas e curiosidades+

Vida intensa (http://www.timeout.com/newyork)

Nova York tem uma agenda cultural muito agitada – e esportiva também. E gastronômica. E de muito mais. Portanto, vale a pena ver a programação de peças, shows, jogos e outros eventos nos dias de sua viagem consultando guias, como os da revista Time Out para ter informações atualizadas e organizar sua agenda.

Outlets

Visite o Woodbury, o maior e melhor outlet da região, com 220 lojas. Fica a 80 km de Manhattan. Outra boa pedida é o Jersey Gardens, que não abriga lojas de grifes top, mas vende produtos a preços mais acessíveis.

Museus

Além do MET, do MoMa e do Museu de História Natural, Nova York conta com diversos outros museus interessantes. A lista inclui o Museum of Jewish Heritage, que se autointitula um memorial vivo do Holocausto; o Lower East Side Tenement Museum, que conta a história dos imigrantes na cidade; e o The Museum of Arts and Design (MAD), que reúne exposições contemporâneas de artistas de todo o mundo.

Entenda o mapa

Manhattan foi metodicamente planejada. Da Houston St. para cima, todas as ruas correm no sentido leste-oeste, são paralelas e têm nomes de números ordinais que vão desde a 1th até a 220th. É preciso prestar atenção, porque as ruas são divididas em West (oeste) e East (leste) e em muitos casos têm numeração duplicada. As avenidas correm perpendiculares às ruas e também têm nomes de números ordinais, de 1th até 12th. Mas a lógica não é tão implacável. Entre a 3th e a 5th Ave., por exemplo, há três avenidas: Lexington, Park e Madison.

Transporte

O melhor jeito de conhecer a Big Apple é caminhando. Mas você também vai precisar de metrô ou ônibus para chegar aos pontos mais distantes. Uma alternativa boa para quem tem pressa é o táxi, mas evite pegá-lo nos horários de pico.

Booking.com