Tags

O ponto de partida do seu roteiro de viagem.

Roteiro de viagem

New Orleans

2 DIAS EM NEW ORLEANS

  • Paulo Basso Jr.

    Bourbon Street

  • Paulo Basso Jr.

    Jackson Square

  • Divulgação

    O famoso Cafe Du Monde

  • Divulgação

    Preservation Hall

A CIDADE BERÇO DO JAZZ É A QUE MENOS SE PARECE COM O RESTO DOS EUA. ALI, TEM FARRA NA RUA O ANO TODO

Serviços

  • Onde ficar
    Old No 77 Hotel

    Este simpático hotel fica a uma simples caminhada do French Quarter e oferece quartos honestos por bons preços. Tem uma recepção movimentada, com um bar e diversos sofás para bater papo com outros hóspedes.

    The Roosevelt New Orleans, A Waldorf Astoria Hotel

    Quartos amplos, atendimento personalizado, uma linda piscina e restaurante de primeira. Tudo isso faz deste hotel um dos mais confortáveis de New Orleans. O lobby, lindamente decorado, já serve de prévia do que se encontrará por lá.


  • Onde comer
    Court of Two Sisters

    Este restaurante, que funciona em um prédio de 1726, conta com um trio que toca baixo, corneta e violão em um arborizado quintal, enquanto os comensais iniciam o dia com uma típica refeição creole.

    Arnaud's Jazz Bistro

    Elegante, é um ótimo lugar para ouvir jazz de primeira e provar carnes e frutos do mar.

    Desire Oyster Bar

    Aqui você pode comer delícias como ostras e crab cakes. Prove também um poboy, lanche típico da região, que pode ser recheado de rosbife ou frutos do mar fritos.

    Sylvain

    Simpático restaurante no French Quarter, que serve boas porções e sanduíches em um ambiente moderninho.

    Joey K's Restaurant & Bar

    Boa opção de restaurante no Garden District. Tem sanduíches do estilo poboy e delícias típicas, como arroz jambalaia.



Roteiro

  • 1 ° dia

    New Orleans

    French Quarter

    • O coração de New Orleans pulsa no French Quarter, o centro histórico que melhor retrata a colonização local. New Orleans passou pelas mãos de franceses e espanhóis antes de ser anexado aos Estados Unidos. A mistura com escravos africanos gerou, ao longo do tempo, a comunidade creole, cujas características culturais representam todo o charme da cidade.
    • Basta uma volta pelo French Quarter para se deparar com sobrados avarandados com samambaias, lojas com referências ao voodoo, religião ainda muito praticada por lá, e restaurantes que servem pratos típicos, com direito a frutos do mar e preparos de arroz com muita pimenta.
    • Nada chama mais atenção nas ruas de New Orleans, porém, do que a cena musical. O jazz nasceu por lá, e pode ser ouvido nos clubes de ruas como a Bourbon Street durante todo o dia. Outros ritmos também se fazem presentes, como rock, pop e hip hop.
    • Vez por outra, você irá se deparar com bandas na rua ou mesmo um bloco passando de repente, com todo mundo dançando e cantando, como se fosse Mardi Gras, o Carnaval deles. Isso independentemente da época do ano.
    • Durante o dia, passeie pela Royal Street e suas travessas. Ali você verá diversas lojas e galerias de arte interessantes.
    • À noite, dá para ficar com os bêbados trafegando pela Bourbon Street ou, para quem busca algo mais cool, ir a um clube de jazz, como o The Jazz Playhouse e o Preservation Hall.
    • Neste último, uma banda clássica faz até cinco apresentações por noite, com muito improviso. Não há poltronas, ar-condicionado ou bar. O ambiente é embolorado e não é permitido fazer fotos. Mas, acredite, você ouvirá o melhor jazz de New Orleans – o que não é pouco.
    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
  • 2 ° dia

    New Orleans

    Mansões, Mississípi e Frenchmen Street

    • Tome o café da manhã clássico de New Orleans no Cafe Du Monde. Ali, todos os dias, há filas de pessoas querendo provar o bom café com leite servido com beignets, espécies de bolinho de chuva com muito açúcar de confeiteiro.
    • O Cafe Du Monde fica na Jackson Square, outro cartão-postal de New Orleans. Há sempre muitos artistas de rua no pedaço.
    • Uma simples caminhada leva até a margem do Rio Mississípi, onde é possível fazer passeios em um barco a vapor, sempre com a presença de uma banda de jazz.
    • Repare que o rio fica acima do nível de New Orleans, o que foi determinante para, durante a passagem do furacão Katrina, em 2005, as águas extravasarem os diques e destruírem a cidade, hoje quase que totalmente recuperada.
    • Durante a tarde, siga para o Garden District. O bairro ostenta diversos casarões históricos, muitos deles adquiridos por astros do cinema, como Sandra Bullock e John Goodman.
    • Muita gente aproveita a estada no Garden District para visitar o Cemitério Lafayette. Ali foi gravada uma cena do filme “Entrevista com o Vampiro”, cuja história é inspirada nos contos mal-assombrados de New Orleans.
    • Durante a noite, não deixe de conhecer a Frenchmen Street. Preferida dos nativos, a rua conta com diversos clubes de jazz, como o The Spotted Cat e o Maple Leaf.
    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
Informativo

Cadastre-se e receba com exclusividade nossos conteúdos.