Crédito: Foto: Pxhere

Visitar a França é uma aula de história divertida e incrível

29 de julho de 2019

Por Redação

O dia 14 de julho é um dos mais celebrados pelos franceses. A data representa a Queda da Bastilha, em 1789, e se consagrou como feriado nacional. 

A história pode ser um tanto quanto assustadora, já que faz referência a uma invasão à prisão da Bastilha para resgatar prisioneiros da guerra. Além de outros acontecimentos que levaram o rei a perceber que seria impossível conter os ideais de liberdade do povo, que chegou a decepar o governador.

É evidente que não são essas as razões da celebração tradicional francesa, mas sim o resultado da Queda da Bastilha, que graças à movimentação social, levou a monarquia a acatar uma constituição e, acima de tudo, aceitar que o poder emana do povo. 

Desde 1790, o ano da primeira Assembleia Constituinte, os franceses mantêm a tradição de comemorar uma conquista de extrema importância para sua história. Em Paris, os soldados marcham pela famosa Champs Elysee e, à noite, é possível assistir a um espetáculo nos ares com a queima de fogos. As pessoas costumam se reunir no Champ-de-Mars, às margens do Rio Sena, ou em terraços próximos à Torre Eiffel.

Palco de inúmeras histórias recheadas de glamour, paixão e intensidade, a França inspira o nosso dia a dia. A gastronomia francesa é conhecida como uma das melhores do mundo, assim como as bebidas típicas de regiões da França, como o champagne. Mas também há atrações mais agitadas àqueles que decidirem visitar o país. 

A França conta com cerca de 190 cassinos, principalmente em cidades mais turísticas. O maior e mais famoso é o Enghien-les-Bains, que fica próximo a Paris. Se seu roteiro não permite uma escapadela à região ou se você gostaria de conhecer melhor as regras dos jogos e praticar antes de se aventurar em algum deles, existem jogos de cassino inspirados na cultura francesa, que fazem referência ao glamour e à art deco.

Photo by Arthur Aldyrkhanov on Unsplash

Embora julho seja inverno no Brasil, na Europa é alto verão. A França é linda durante o ano inteiro, mas é na estação mais quente do ano que mais turistas visitam o país para se maravilhar com os monumentos e com sua história apaixonante. 

As atrações vão muito além da charmosa Paris, recordista em visitas de turistas internacionais em 2018. As praias e castelos na Normandia, recheados de histórias da Segunda Guerra Mundial, por exemplo, contam com memoriais impressionantes. Além disso, é possível visitar Rouen, a cidade em que Joana d’Arc foi morta. 

Um dos locais mais belos da França é, sem dúvidas, Mont Saint-Michel, que também fica na Normandia. É uma cidade medieval cercada por muralhas, que fica em uma ilhota na foz do Rio Couesnon. O charme fica por conta da maré mais forte da Europa, que isola completamente o local em alguns dias do ano.

Já a Provença é imperdível no verão, por se tratar de uma das regiões mais quentes da França e por ser o local que abriga os belíssimos campos de lavanda. 

Visitar a França é se abrir para oportunidades muito positivas e se impressionar com os mínimos detalhes. É como entrar em um livro de história e ver, com os próprios olhos, a beleza dos monumentos, museus, paisagens e da cultura francesa, que encanta a todos que a conhecem.