Crédito: Divulgação

Veja o que fazer em Birmingham, na Inglaterra

15 de fevereiro de 2019

Por Redação

Há muito o que fazer em Birmingham, na Inglaterra. A segunda maior cidade da Grã-Bretanha conta com diversas atrações, com destaque para os restaurantes e pontos turísticos históricos. Para ajudar, diversas obras de revitalização estão sendo realizadas por lá, já que o destino será sede dos Jogos da Commonwealth (países do Reino Unido), em 2022.

Siga a cobertura de nossos repórteres por todo o mundo, diariamente, no Instagram @rotadeferias, com direito a belas fotos e stories curiosos.

As novidades passam por distritos como o de Paradise, no Centro. A ideia é que a região ganhe lojas e restaurantes, bem como novas extensões de VLT (meio de transporte).

Para aproveitar tudo que a cidade tem para oferecer, confira o roteiro de 48 horas em Birmingham preparado pelo escritório de turismo da Grã-Bretanha.

O que fazer em Birmingham: roteiro

Dia um

Manhã

Com mais quilômetros de canais que Veneza, Birmingham convida para passeios de barco que exploraram o patrimônio da cidade. Existem várias rotas à disposição, que percorrem áreas tomadas por empreendimentos modernos, passam pelos belos subúrbios da cidade ou avançam no sentido do interior.

Vale a pena visitar o recém-inaugurado Bear Grylls Adventure, que leva o nome do apresentador do programa de televisão À Prova de Tudo. O local tem um cardápio vasto de atividades radicais, entre eles desafios de escalada, paraquedismo indoor e mergulho submarino.

Tarde

Que tal um coquetel de inspiração botânica – tipo um martini de papoula e romã ou um spritz com sálvia e ruibarbo –, criado a partir de ervas cultivadas nas estufas locais, para acompanhar um almoço saudável em um local charmoso? O The Botanist tem uma atmosfera de jardim secreto, com decoração que destaca várias bugigangas e obras de arte. O restaurante serve petiscos finos e grelhados, como os Famous Hanging Kebabs (Os Famosos Kebabs Suspensos), bacalhau Tandoori, camarão king e kafta de carneiro com geleia de harissa.

LEIA MAIS: CONHEÇA CHESHIRE E CHESTER, DOIS BELOS DESTINOS NA INGLATERRA
DOIS DIAS BEM APROVEITADOS EM LIVERPOOL, NA INGLATERRA

Após o almoço, uma opção é conhecer uma das marcas de confeitaria mais famosas da Grã-Bretanha, a Cadbury, que nasceu em Birmingham. No Cadbury World, a 20 minutos do centro da cidade, dá para descobrir a história da empresa, além de saborear o máximo de chocolates que puder.

O bairro Custard Factory revela-se como uma boa pedida para o fim de tarde. É lá que fica o Ghetto Golf, cenário que mistura o golfe com arte de grafite e música. Quem quiser pode se aventurar no esporte ou apenas aproveitar um coquetel no bar do local.

Divulgação
Ghetto Golf permite a prática do esporte em um cenário inusitado |Divulgação
O que fazer em Birmingham: Ghetto Golf permite a prática do esporte em um cenário inusitado

Noite

Para o jantar, considere o Pint Shop, que está localizado no centro da cidade. A casa fica no Bennett’s Hill, edifício inaugurado em 1860 no antigo bairro financeiro de Birmingham. O restaurante oferece produtos sazonais britânicos e cervejas locais e nacionais.

Dia dois

Manhã

Logo cedo, o Black Country Living Museum permite ter uma visão original de como era a vida no Black Country (a oeste de Birmingham) na época em que a região se transformava em uma das primeiras paisagens industriais do mundo.

Este museu a céu aberto está repleto de lojas de época, casas e aldeias originais, com personagens fantasiados para relatar histórias de como era viver e trabalhar na região em meados do século 19.

Divulgação
Black Country Living é um museu a céu aberto e que remete ao século 19 |Divulgação
O que fazer em Birmingham: Black Country Living é um museu a céu aberto e que remete ao século 19

Após este passeio, outra atração histórica é o Museum of the Jewellery Quarter no Jewellery Quarter. Ele foi construído em torno de uma oficina de joalheria preservada. É possível fazer uma visita guiada, explorar as galerias e assistir às demonstrações da arte da joalheira e da ourivesaria, antes de explorar o próprio museu.

Tarde

Uma refeição rápida pode ser feita no Rose Villa Tavern, no Jewellery Quarter. A taverna tem lustres feitos com chifres de veado e azulejos coloridos, o que cria uma atmosfera para desfrutar pratos clássicos, cervejas artesanais e uma ou duas doses das mais de 100 vodcas do cardápio.

Após o almoço, o bairro de Digbeth merece uma visita. Os artistas de rua mudaram a perspectiva das clássicas paredes de tijolo vermelho da região. Um dos bares mais novos do pedaço, o The Ruin, serve bons apertitivos.

Recentemente, o local passou a exibir um mapa em estilo mural que mostra 12 bairros da cidade, os chamados “The Digbeth Dozen”. Criada por Title (Andy Mills), um grafiteiro da cidade britânica, ela mostra locais como o Digbeth Dining Club, onde você pode provar o melhor da comida de rua às sextas-feiras e aos sábados.

Noite

Para finalizar as opções do que fazer em Birmingham, confira a programação de teatro clássico e contemporâneo do Birmingham Repertory Theatre. Outra dica é o New Alexandra Theatre por sua mistura de musicais, comédia, drama e concertos. E ainda tem o Midlands Arts Center (MAC), que possui quatro auditórios para apresentar uma ampla gama de trabalhos contemporâneos de vários gêneros.