Crédito: Divulgação - Universal Orlando

Universal Orlando revela vídeo de montanha-russa Jurassic World VelociCoaster

29 29-03:00 setembro 29-03:00 2020

Por Redação

Com inauguração prevista para meados de 2021, a montanha-russa Jurassic World VelociCoaster é uma das principais atrações que o Universal Orlando Resort pretende tirar do bolso no pós-pandemia. Ela ficará na área Jurassic Park do parque Islands of Adventure, em Orlando, onde dividirá espaço com atrações como Jurassic Park: The Ride e Raptor Encounter.

De acordo com a Universal, a montanha-russa Jurassic World VelociCoaster terá dois lançamentos, um deles o mais rápido e alto da Flórida. Concebida e projetada pela equipe da Universal Creative em parceria com cineastas da Universal Pictures e da Amblin Entertainment, a atração catapultará os visitantes no ar a 47 metros de altura, atingirá 112 km/h e terá uma queda de 80 graus. Tudo para fugir dos predadores pré-históricos.

Vídeo: Jurassic World VelociCoaster

Confira no vídeo animado divulgado pela Universal Orlando alguns detalhes de como será a montanha-russa Jurassic World VelociCoaster:

 

Montanha-russa Jurassic World VelociCoaster

A Jurassic World VelociCoaster será a primeira montanha-russa do mundo baseada na famosa franquia Jurassic World e apresentará uma história original que engloba passagens retratas nos filmes.

Segundo o enredo da atração, os visitantes se juntarão a personagens como Owen Grady, Claire Dearing e Dr. Henry Wu enquanto o Jurassic World revela a próxima evolução de sua “expansão carnívora”: a VelociCoaster. A partir daí, todos embarcarão em uma corrida de alta velocidade ao lado de um grupo ágil de Velociraptors.

Com mais de 1.430 metros de trilhos, a montanha-russa Jurassic World VelociCoaster incluirá manobras que farão os corajosos girar e plainar sobre a terra, rodar em espiral a apenas alguns centímetros acima da água e acelerar fundo sustentados apenas por uma bara de segurança no carrinho.

Em um dois lançamentos previstos no trajeto, todos atingirão 112 km/h em apenas 2,4 segundos. Daí para frente tem inversão de gravidade zero – em que todos ficarão de cabeça para baixo por 30 metros – e uma queda de 80 graus, a mais acentuada da história da Universal.