6 destinos espetaculares para fazer turismo cultural no mundo

6 de março de 2019

Por Redação

A cada ano, a Unesco aumenta a lista de patrimônios mundiais espalhados pelo mundo. Os locais têm valor histórico e são opção para quem gosta de fazer um turismo cultural e histórico no período de férias.

O Booking, plataforma online da busca e reserva de hospedagem, listou seis dos mais recentes locais tombados pela entidade. Argentina, Camboja e China são alguns dos destinos contemplados.

LEIA MAIS: COLHEITA DE UVAS ATRAI TURISTAS A MENDOZA, NA ARGENTINA
TEMPLO ZU LAI É UMA BOA ESCAPADA PERTO DE SÃO PAULO

Turismo cultural nos patrimônios da Unesco

Entre os seis locais listados pelo Booking, África do Sul e Rússia também despontam como boas opções de turismo cultural. Os patrimônios mundiais nesses destinos concentram-se em um deserto e uma ilha, respectivamente, e contam com paisagens distintas, mas igualmente bonitas.

Confira imagens dos locais listados:

  • Crédito: Divulgação
    Parque Nacional Los Alerces, nos Andes argentinos. O nome do local vem de um tipo de árvore muito encontrada por lá (alerce). A paisagem é composta por campos alpinos e lagoas
  • Templo Sambor Prei Kuk, no Camboja, na região do sítio arqueológico da Antiga Ishanapura. Ainda há ruínas na região, que foi capital de um antigo império, entre séculos cinco e seis
  • Kulangsu, ilha na China. O local recebe mais de 10 milhões de visitantes ao ano e não permite circulação de carros ou bicicletas. Arquitetura e histórias são características que atraem turistas por lá
  • Crédito: Divulgação
    Opoa, em Taputapuatea, comuna da Polinésia Francesa. A praia conta com lugar sagrado que é um marco para a população local e que serve como centro cerimonial, político e funerário do povo Ma'ohi
  • Crédito: Divulgação
    A paisagem cultural dos Khomani fica no Deserto Kalahari, na África do Sul, na fronteira com a Namíbia e o Botsuana. O Parque Nacional Kalahari Gemsbok é um dos marcos naturais da região
  • Catedral de Assunção, na cidade de Sviajsk, na Rússia. O território fica na ilha de Tartaristão, um dos espaços tombados por lá