Crédito:

1ª ou 2ª classe de trem na Europa

27 de maio de 2015

Por Paulo Basso Jr.

Diferentemente dos aviões, em que o conforto de uma poltrona na executiva é bem superior ao da econômica, nos trens europeus que têm 1ª e 2ª classes os assentos apresentam pouca diferença. Apesar de na primeira classe haver um número menor de poltronas, com mais espaço entre elas, a segunda também oferece conforto, não fazendo feio para pessoas que, pela altura ou peso, precisam de mais espaço.

A diferença está nos serviços oferecidos. Assim, além de os bagageiros da primeira classe serem maiores, essa categoria de vagão é indicada, por exemplo, para quem viaja a trabalho e precisa recorrer frequentemente a tablets e notebooks – a maioria dos trens oferece tomadas de energia elétrica, encontradas com maior frequência na primeira classe, e muitos contam até com internet sem fio.

Serviços como entrega de jornal e oferecimento, sem custo extra, de uma refeição, também são agrados com que alguns trens presenteiam os passageiros de primeira classe. Daí o preço do passe ou bilhete ser mais caro do que na segunda categoria.

Além disso, quem compra os bilhetes mais baratos só pode embarcar nos vagões da categoria indicada. Mas, se o tíquete for de primeira, o passageiro pode reservar assento na segunda classe, no caso de a primeira estar lotada, por exemplo.