Crédito: Divulgação

Vinícola em São Roque promove Colheita ao Luar

13 de junho de 2019

Por Beatriz Ceschim

A Vinícola Góes, em São Roque, está com uma programação diferenciada para 14 e 15 de junho. Durante o fim de semana, ocorrerá a terceira edição da Colheita ao Luar, para celebrar a colheita outono/inverno de uvas finas, especialmente a Cabernet Franc.

LEIA MAIS: VINÍCOLA NO URUGUAI GANHA PRÊMIO DE MELHOR DO NOVO MUNDO
INTERCÂMBIO PERMITE VIVENCIAR DIA A DIA EM VINÍCOLA NA ÁFRICA DO SUL

Colheita ao Luar, em São Roque

Já na chegada à vinícola, os visitantes serão recebidos com uma taça de espumante e depois embarcarão no Wine Bus, com destino aos vinhedos. Durante o percurso, os responsáveis contarão sobre o plantio diferenciado e a colheita de outono, específica de poucas regiões do Brasil.

Nos parreirais, os participantes poderão colher as uvas sob a luz da lua. Em seguida, a equipe levará o grupo para um tour pela vinícola, no qual eles conhecerão o processo de elaboração e os segredos da produção de um bom vinho. Depois, o jantar será servido, com diversas opções de carnes e mesas de antepasto. Tudo isso, harmonizado com vinhos da casa, enquanto música ao vivo é tocada.

A experiência está marcada para às 19h e o preço por pessoa é de R$ 270. Caso as condições climáticas não sejam favoráveis, o evento será adiado ou cancelado.

10 cavernas espalhadas pelo Brasil

  • Crédito: Gruta de Maquiné (Foto: Imprensa MG)
    Gruta do Maquiné (MG): Em Cordisburgo, cidade de Minas Gerais, você pode desfrutar das maravilhas da Gruta do Maquiné. O local é uma das mais belas grutas do Brasil, por causa do formato de suas rochas. São 650 m de extensão e sete galerias, acessadas por passarelas
  • Crédito: Foto Wikimedia /Thiago Tiganá
    Gruta do Maquiné
  • Crédito: Foto Wikimedia /BPRaphael
    Gruta da Lapinha (MG): A Gruta da Lapinha está localizada em Minas Gerais, mais precisamente na Lagoa Santa. Possui 511 m de extensão e 40 m de profundidade. Para acessá-la, é necessário percorrer uma trilha de cerca de 30 minutos. O interior possui diversos salões separados por colunas e estalactites com diferente formatos
  • Crédito: Foto Wikimedia /João Paulo Scavone
    Gruta da Lapinha
  • Crédito: Foto Wikimedia /Guimaraes jm0
    Gruta da Pratinha (BA): A Gruta da Pratinha é um belo cartão-postal da Chapada Diamantina, no Estado da Bahia. Para chegar lá, é preciso percorrer uma trilha ou encarar uma tirolesa. No interior da gruta, você pode mergulhar ou praticar flutuação nas águas cristalinas
  • Crédito: Foto Wikimedia /r m
    Gruta da Pratinha
  • Crédito: Foto Wikimedia /Alessandra Marques da Silva Thompson
    Caverna Aroe Jari (MT): Popularmente conhecida como a Caverna do Francês, a Caverna Aroe Jari fica na Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso. É a maior gruta do País, com 1.550 m de extensão
  • Crédito: Foto Photo credit: trilhandomontanhas on Visualhunt.com / CC BY-NC
    Caverna Aroe Jari
  • Crédito: Foto Wikimedia /Sidney Michaluate
    Gruta do Lago Azul (MS): Em Bonito, no Mato Grosso do Sul, você poderá conhecer a Gruta do Lago Azul, cujas águas lembram o céu e deixam os visitantes fascinados. Em seu interior, há formações rochosas e também fósseis de animais pré-históricos, como a preguiça gigante
  • Crédito: Foto Wikimedia /Jonas Techy Potrich
    Gruta do Lago Azul
  • Crédito: Foto Wikimedia /Sidnei Siqueira
    Caverna do Diabo (SP): A Caverna do Diabo fica no município de Eldorado e é a maior do Estado de São Paulo. O local possui diversas escadas, nas quais o visitante precisa de muito fôlego para se aventurar. O interior tem muitas estalactites – formações rochosas que se originam no teto de uma gruta ou caverna, crescendo para baixo –. Segundo lendas locais, os desenhos formam o "rosto do diabo"
  • Crédito: Foto Wikimedia /Luli Hata
    Caverna do Diabo
  • Crédito: Foto Wikimedia /Tiago Falótico
    Boqueirão da Pedra Furada (PI): No Piauí, você pode conhecer, dentro do Parque Nacional da Serra da Capivara, o Boqueirão da Pedra Furada, uma caverna repleta de paredões de arenito cobertos por pinturas pré-históricas que ficam iluminadas à noite
  • Crédito: Foto Wikimedia /Silvania9188
    Gruta de São Miguel (MS): A Gruta de São Miguel também está em Bonito, no Mato Grosso do Sul, e tem o interior desenhado por formações rochosas. Você poderá cruzar com inúmeros morcegos, que lá se hospedam. Prepare-se também para percorrer uma trilha suspensa de 180 m no meio de uma mata virgem
  • Crédito: Foto Wikimedia /Ribeirosantosn
    Abismo Anhumas (MS): Esta é mais uma das maravilhas de Bonito. Você pode desfrutar das belezas do Abismo Anhumas, uma caverna com um lago de águas cristalinas, ideal para a prática de mergulho. O local é perfeito para quem curte esportes radicais, pois para descer no abismo é preciso fazer um rapel
  • Crédito: Foto Wikimedia /Adriana Araujo Costa
    Abismo Anhumas
  • Crédito: Foto Wikimedia /Bianca Manuela Lúcio Arcanjo
    Gruta do Talhado (SE): Em Canindé do São Francisco, no Estado de Sergipe, além de curtir as belezas do Rio São Francisco, você pode conhecer o Cânion do Xingó. A gruta possui este nome pela beleza de suas paredes, que parecem ter sido talhadas à mão. O local é ideal para banho e mergulho
  • Crédito: Foto Wikimedia /Dante.grisi
    Gruta do Talhado