Crédito: Divulgação

Roteiro: dois dias em Cardiff, capital do País de Gales

11 de outubro de 2018

Por Redação

Capital mais jovem da Europa, Cardiff, no País de Gales, fica a apenas duas horas e meia de trem de Londres, na Inglaterra. As docas antigas formam uma orla impressionante. Na região central, o viajante encontra museus, salas de concertos, vida noturna agitada, boa comida e algumas das melhores lojas do oeste britânico, formando uma vibrante cena cultural.

LEIA MAIS: ROTEIRO DE 2 DIAS EM PEMBROKESHIRE, NO PAÍS DE GALES
ESCÓCIA: ROTEIRO DE DOIS DIAS EM INVERNESS E LAGO NESS

O escritório de turismo da Grã-Bretanha preparou um roteiro especial para quem quer curtir o melhor de Cardiff em dois dias. Confira:

Divulgação
Cardiff, no País de Gales
Cardiff

2 dias em Cardiff, capital do País de Gales

Dia 1

10h30 – Alimente a sua curiosidade 

Sem dúvida, a melhor maneira de mergulhar direto na vida vibrante de Cardiff – e conversar com os locais – é fazendo um tour gastronômico na próspera cena gastronômica da capital acompanhado de um guia da Loving Welsh Food. As Cardiff Tasting Tours percorrem todo o Centro da cidade, visitando produtores de alimentos, mercearias e o famoso mercado fechado.

O passeio tem seis degustações gastronômicas, que incluem carnes continentais, queijos, amêijoas, laverbread (uma iguaria local à base de algas), cervejas e cidras galesas. No caminho, estão parques, edifícios históricos e pontos importantes da cidade, como o castelo e o Principality Stadium.

14h – Visite o Dragon’s Lair  

Com o Cardiff City FC na Premier League, vale a pena visitar o Principality Stadium e ter uma ideia mais clara da alma do povo galês. Ali, você pode participar de um passeio por uma das arenas desportivas mais agradáveis ​​do mundo, sede da feroz seleção de rugby do País de Gales e anfitriã da final da UEFA Champions League 2017. É possível ver a área de aquecimento antes das partidas no Dragon’s Lair, o camarim da equipe galesa, e ouvir o rugido de 74.500 torcedores enquanto caminha pelo túnel dos jogadores em direção ao gramado.

Divulgação
Principality Stadium, em Cardiff | Divulgação
Principality Stadium, em Cardiff

14h – Outra opção para o início da tarde: sinta a adrenalina de Cardiff

O País de Gales é repleto de rios com corredeiras, mas só as do Cardiff International White Water têm padrão olímpico. Trata-se de um percurso de água branca construído pelo homem bem no coração da Cardiff Bay. Sessões de duas horas de rafting acompanhadas por treinador são adequadas para iniciantes ou esportistas experientes. Se rafting não for sua onda, dá para optar por canoagem, caiaque, stand up paddle e “hotdogging” em caiaques infláveis ​​ou bodyboard.

16h – Explore a cidade das arcadas

São 160 anos desde a abertura da primeira galeria de Cardiff, a Royal Arcade. No total, são sete galerias que permitem uma experiência de compras recheada de personalidade, ecletismo, causos e história – tudo reunido sob tetos de arquitetura vitoriana e eduardiana clássica. Não perca o Gin and Juice, o único bar de coquetéis e saladas da cidade; a barbearia e casa de tatuagens Sleep When your Dead; e a mais antiga loja de discos local, a Spiller Records.

19h30 – Abasteça-se na Cowbridge Road 

Lar de uma grande variedade de restaurantes independentes, a longa extensão do Victoria Park para o rio Taff é o lugar perfeito para fazer passeios à noite e decidir onde comer. As opções incluem pizza no The Dough Thrower, a nova cozinha indiana na Purple Poppadom, os hambúrgueres feitos pelo cliente naTime and Beefe as delícias libanesas do Falafel Wales. Se você prefere o seu jantar com um sabor local, faça um caminho mais curto para o novo bistrô de Pontcanna, Milkwood, onde é possível provar pratos como o Sewin (truta marinha galesa), alho-poró e camarão marrom.

22h – Curta com cerveja e blues

Cardiff é um dos melhores lugares do Reino Unido para provar os prazeres da cerveja artesanal. No Porter’s, que abriga o primeiro teatro em um pub no País de Gales (e não tem placa na porta), são servidas uma bebida de mel chamada Hiver e uma ale de algas marinhas, batizada de Kelpie. É também um dos muitos locais que oferecem noites de jazz – mais do tipo dançante – na cidade.

Outros locais são o Tiny Rebel, em estilo industrial, o speakeasy em estilo americano Bootlegger e o apropriado Café Jazz. Visite em outubro para o festival Sŵn, que transforma a cidade em um parque de diversões  musical.

Madrugada – Petiscos e histórias na Chippy Lane 

Se você estiver a fim de provar alguma comida de pub no final da noite, antes de cair na cama, o melhor lugar é Chippy Lane, mais especificamente Caroline Street. O local é conhecido como o primeiro lugar que serviu fish and chips em Cardiff, no século 19.

Divulgação
Arcadas em Cardiff | Divulgação
Arcadas em Cardiff

Dia 2

10h30 – Brunch completo no Anna Loka

Anna Loka significa algo próximo com “Comida da Terra” em sânscrito. E é isso que você encontra nesse restaurante: um cardápio à base de plantas, no qual você pode fazer um café da manhã vegano completo com manteiga de amendoim e panquecas de café.

Quem quiser um menu de brunch mais tradicional deve ir The Early Bird para torradas ou ao café Garlands, onde dá para apreciar o café “Good Morning Mumbles”, que inclui welsh rarebit (um tipo de rabanada local), laverbread e berbigões. Para algo completamente diferente, prove o café da manhã indiano do Milgi.

Divulgação
Cardiff
Cardiff

12h – Cerveja artesanal

Explore a arte, ciência e cultura da produção de cerveja artesanal durante a Craft Beer Tour da Brewerism Brewery Tours. Ao longo de três a quatro horas, você terá a chance de ver o processo de fabricação de cerveja no Crafty Devil Brewery e fazer três ou quatro paradas – em choperias da moda e micropubs fabulosos – tudo a cerca de 15 minutos de caminhada da região de Canton.

12h – Outra opção é descobrir mais sobre a história galesa 

Poucos lugares definem a identidade galesa tão profundamente quanto St Fagans, o primeiro museu nacional ao ar livre no Reino Unido – aberto em 1948 no espaço de uma mansão do século 16. Desde a inauguração, mais de 40 edifícios galeses originais de diferentes períodos históricos foram reconstruídos, peça por peça, neste parque de 40 hectares. São casas, uma fazenda, uma escola e um centro de formação de operários. Vale a pena sair um pouco da cidade para visitar esse fantástico tesouro arquitetônico, uma das atrações mais populares do patrimônio galês.

15h – Entregue-se ao seu lado mais doce

Bolos e doces de encher os olhos compensam a viagem para a região norte, até Maindy, onde fica a Cocorico Patisserie. A doceria trabalha com criações criativas, incluindo a Banana de Pijama (mousse de banana, creme de abacaxi, geleia de manga e dacquoise de coco), Praline Spinner (baunilha, pedaços de gianduia, caramelo salgado com Dulcey e ganache batido) e uma espetacular variedade de macarons coloridos.

Divulgação
 Wales Millennium Centre, em Cardiff
Wales Millennium Centre

16h – Fotografe bichos exóticos 

Além do grandioso espetáculo que é o Cardiff Castle, outra peculiaridade a se observar enquanto se desfruta de um passeio pelo local é oThe Animal Wall. Projetado pelo arquiteto William Burges para o III Marquês de Bute, a parede apresenta modelos de animais, incluindo macacos, leões, pelicanos e muitos mais, parecendo vivos e prontos para serem tocados.

18h – Jante de um jeito diferente 

Com sede na Her Majesty’s Prison Cardiff, The Clink é um excelente local para um jantar fino, administrado por presidiários que servem produtos orgânicos galeses. Ele foi eleito um dos melhores restaurantes do Reino Unido. Você prova o melhor da gastronomia do País de Gales e ainda ajuda aqueles que merecem uma segunda chance.

19h30 – Assista a um show 

Termine o seu final de semana com um show no incrível Wales Millennium Centre em Cardiff Bay. Essa maravilha arquitetônica também é um marco cultural global significativo – um centro de artes performáticas com a missão de inspirar a nação galesa a impressionar o mundo. Lar da Welsh National Opera e da BBC National Orchestra of Wales, ela também abriga musicais, stand-up comedy e exposições de arte.