Crédito: Divulgação

Como são os restaurantes do Belmond Copacabana Palace

11 de abril de 2018

Por Paulo Basso Jr.

Os restaurantes do hotel Belmond Copacabana Palace figuram entre os melhores do Rio de Janeiro. Muitas pessoas, entretanto, não sabem que eles são abertos também a quem não está hospedado por lá. Fazer reservas é recomendado, mas o fato é que, a partir daí, qualquer um pode ter uma noite maravilhosa bem pertinho da icônica piscina do Copa.

LEIA MAIS:O QUE FAZER NO RIO DE JANEIRO EM 4 DIAS
ATRAÇÕES GRATUITAS PARA CURTIR O RIO DE JANEIRO

Restaurantes do hotel Belmond Copacabana Palace

Tomas Rangel

Pérgula, um dos restaurantes do Belmond Copacabana Palace

Os três restaurantes do hotel Belmond Copacabana Palace são: o Cipriani, com cozinha italiana, o Mee, que ostenta uma estrela no Guia Michelin e serve pratos asiáticos, e o Pérgula, que mescla culinária brasileira a pratos internacionais. A experiência em cada um deles vale a pena.

Cipriani – Belmond Copacabana Palace

O Cipriani segue a linha da rede no mundo, que homenageia o icônico hotel homônimo de Veneza e, além da Itália e do Brasil, tem restaurantes em locais como Abu Dhabi, Ibiza, Dubai, Moscou e Nova York.

Localizado atrás da piscina, o Cipriani é, entre os restaurantes do hotel Belmond Copacabana Palace, o mais clássico. A decoração mescla madeira com tapeçaria avermelhada, grandes lustres e diversos vasos floridos. Ali é comum encontrar casais ou mesmo amigos comemorando aniversários.

Divulgação

Massas delicadas do Cipriani

No Brasil, a casa teve um up com a chegada do chef italiano Aniello Cassese, que comandou o o restaurante do britânico Gordon Ramsay em Castel Monastero, nos arredores de Siena. Generoso, Cassese faz uma viagem pelo país da bota em seu menu, com uma explosão de sabores que inclui arancinis, massas delicadas, cortes de wagyu, peixes frescos, pães artesanais e excelentes sobremesas, com destaque para o tiramisu.

Para acompanhar, vale a pena pedir um dos seletos vinhos da adega. Um sommelier o ajuda com a escolha, que passa por espumantes italianos, como o Berlucchi Max Brut e o icônico Ferrari Perle, alcança brancos a exemplo do Vernaccia di San Gimignano Cesani e o Greco di Tufo Villa Raiano, até chegar aos tintos Barbaresco Ceretto e Zidarich Vitovska. Há também franceses como o M de Minuty e o de sobremesa Château Gravas Sauternes.

Quanto custa um jantar no Cipriani – Belmond Copacabana Palace

O menu degustação com seis cursos no Cipriani sai por R$ 420. Os pratos individuais giram em torno de R$ 90.

Mee – Belmond Copacabana Palace

Por dentro do Belmond Copacabana Palace, o hotel mais icônico do Brasil, desponta também o Mee, figura presente nos últimos guias Michelin do Rio de Janeiro. Especializado em cozinha pan-asiática, o local tem uma decoração soberba, com madeira, cadeiras e sofás com encostos cremes, quadros de mulheres e um amplo bar.

É neste último que se pode provar o menu degustação assinado pelo chef executivo Kazuo Harada e que passa por influências de Tailândia, Camboja, Malásia, Singapura, Coreia, Vietnã, China e Japão.

Paulo Basso Jr.

Sushiman master Marcelo Shinohara, no Mee

Com sorte, você se sentará à frente do sushiman master Marcelo Shinohara e o verá preparando de forma artísticas sushis de salmão, buri, atum, olho de boi, beijupirá, vieiras e ostras, entre outros. Destaque para os recipientes usados, que deixa a apresentação belíssima.

Para acompanhar há desde drinques exóticos, como o Wasabi Sauer, com vodka de pera, limão siciliano, pimenta, clara de ovos, Wasabi e um fermentado japonês de batata doce. Outra opção é a carta de saquês, que inclui menu degustação com até quatro tipos da bebida servida em potes de cerâmica a partir de R$ 120.

Quanto custa um jantar no Mee – Belmond Copacabana Palace

O menu Michelin com 11 pratos no Mee sai a R$ 350. Há um menu de sete cursos por R$ 98.

Pérgula – Belmond Copacabana Palace

Com mesas voltadas para a piscina do Copa e uma “show kitchen” para os comensais acompanharem a finalização dos pratos, o Pérgula é, entre os restaurantes do Hotel Belmond Copacabana Palace, o que tem estilo mais casual. É usado pelos hóspedes para o café da manhã, que é ótimo, mas também tem um ótimo clima durante o almoço.

Tomas Rangel

O Pérgula é o mais casual entre os restaurantes do Copa

Ali, o chef Filipe Rizzato serve pratos icônicos, como peixes do dia, moquecas e pernil de cordeiro, além de um delicioso brunch aos domingos. Tudo fica ainda mais saboroso com o trabalho do chef pâtissier Itamar Araújo, que ajuda não só no preparo das sobremesas do Pérgula, como também do Mee e do Cipriani.

Quanto custa um jantar no Pérgula – Belmond Copacabana Palace

O preço médio das entradas e saladas é de R$ 60. Os pratos principais giram em torno de R$ 90.

Bar da Piscina – Belmond Copacabana Palace

Paulo Basso Jr.

Leo Peralta prepara drinque no Bar da Piscina do Copa

Antes de qualquer refeição nos restaurantes do hotel Belmond Copacabana Palace, vale a pena dar um pulo no Bar da Piscina e provar um dos drinques servidos pelo mixologista Leo Peralta. Ele vai questionar com calma os seus gostos e preparar algo refrescante, bem ao clima do Rio de Janeiro. Destaque para os derivados de gin, cachaça e rum.

Confira agora um álbum com alguns dos pratos servidos nos restaurantes do hotel Belmond Copacabana Palace:

  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Cipriani - Sopa de tomate com pó de azeitona
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Cipriani - Seleção de pães artesanais
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Cipriani - Bacalhau amatriciana
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Cipriani - Carpaccio de wagyu, cebola crocante, pinole e molho trufado
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Cipriani - Ovo cozido em baixa temperatura, alcachofra, fonduta de parmesão com 36 meses de cura e trufas brancas
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Cipriani - Torta de cebola, "salmoriglio", caramelho de tomate seco e mozzarella defumada
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Cipriani - Sorvete de parmegiano
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Cipriani - Raviolini "Plin" recheado com frango à cacciatora, creme de inhame tostado, espuma de talegio e provolone D.O.P.
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Cipriani - Noque crocante, molho arrabiata, polvo e alho negro
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Cipriani - Peixe branco, grão de bico, foie gras, n'duja e Franciacorta
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Cipriani - Duas versões de wagyu servidos com composição de cebola
  • Crédito: Divulgação
    Cipriani - Linguado, ostras e cogumelos
  • Crédito: Divulgação
    Cipriani - Vitela, polenta e jardim de legumes
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Cipriani - Panna cota de limão com sorvet de pistache
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Cipriani - Tiramisù 2.0
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Cipriani - Ricota de búfala, pera, framboesa e alcalçuz Amarelli
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Cipriani - Chocolate branco, óleo extra virgem, pistache e limão siciliano
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Cipriani - Sobremesas de dar água na boca
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Cipriani - Doces que acompanham o café
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Restaurante tem linda decoração
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Sushiman master Marcelo preparando peixes no balcão
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Edamame
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Drinque Wasabi Sauer
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Seleção de saquês
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Sashimi de barriga de salmão selada, gengibre e delicada gema com missô e pimenta chinesa.
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Carpaccio crispy de buri com trigo, molho a base de azeite balsâmico e gengibre
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Spicy tuna e arroz com Wasabi para você fazer seu temaki
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Preparo de peixes
  • Crédito: Tomas Rangel
    Mee - Sashimis do Mee
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Barriga de olho de boi
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Beijupirá com fígado trabalhado no vapor, pimenta dedo de moça, gelatina de ponzo
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Vieira fresca com pasta de trufas negras
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Barriga de salmão flambada com ovas curtidas no molho shoyo e manteiga trufada
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Contra-filé wagyu flambado com marmorização nível 8 e gema de codorna mantida por 36 horas no shoyo
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Enguia crocante com creme de Teriyaki
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Atum com foie gras flambado, molho de Teriyaki e caramelo flambado
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Mousse de chocolate com 70% de cacau, pedaços de bolo de chocolate feito com castanha do Pará servidos com sorvete de capim limão
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Mee - Licor de ameixas japonesas
  • Crédito: Tomas Rangel
    Pergula - Carpaccio de filé mignon grelhado e molho grana padano
  • Crédito: Tomas Rangel
    Pérgula - Risoto de beterraba, queijo de cabra e agrião
  • Crédito: Tomas Rangel
    Pérgula - Cacau de chocolate com sorbet de cupuaçu, cremoso de chocolate brasileiro 66% e crocante de nibs