Crédito: Divulgação

República Checa vai muito além das atrações de Praga

7 de fevereiro de 2018

Por Paulo Basso Jr.

Quase todo mundo que vai à República Checa passa apenas por Praga, o que é um desperdício. Tudo bem que a capital do país é linda e merece uma visita demorada, mas há muito mais o que fazer por lá. Destinos como Pilsen e Brno, por exemplo, encantam não só pelas paisagens, mas também pela história, contada em grandes palácios e castelos, e por um dos maiores patrimônios locais: a cerveja.

LEIA MAIS O QUE FAZER EM PRAGA, NA REPÚBLICA CHECA
ONDE TOMAR CERVEJA E CURTIR A NOITE DE PRAGA

Confira bons passeios para fazer de bate-volta desde Praga ou então esticar a viagem e curtir por mais alguns dias a República Checa.

Pilsen

Divulgação
A cerveja é uma das instituições de Pilsen, na República Checa

O nome já diz tudo. Pilsen é a cidade onde surgiu o tipo de cerveja mais apreciado pelos brasileiros. Como não poderia deixar de ser, é lá que é feita a marca da bebida mais famosa da República Checa, tida por muitos especialistas como a melhor do mundo: a Pilsner Urquell.

A visita à fábrica é a grande atração da cidade, já que todos passam pelos tonéis onde os líquidos são armazenados e, claro, podem provar a bebida. Para quem passar da medida, a boa notícia é que há até um hotel dentro do complexo.

Pilsner tem ainda um belo casario histórico, abriga uma das maiores sinagogas do mundo e é um ótimo lugar para fazer compras.

Karlštejn

Divulgação
Castelo de Karlštejn, na República Checa

A grande atração de Karlštejn é o castelo homônimo. Conhecida como a fortaleza inconquistável, a edificação medieval foi construída no século 14 por Carlos IV para guardar as jóias da coroa e relíquias santas. Com diversas paredes revestidas de outro e pedras semipreciosas, a Capela de Santa Cruz é um dos destaques do local.

Karlštejn fica próxima a Praga, capital da República Checa, e pode ser visitada em um bate-volta. Outra boa dica é dar uma passadinha pelo castelo ao viajar para Český Krumlov (uma das cidades mais lindas do mundo), já que ele pode ser visto da estrada que liga as cidades.

Telč e Třebíč

Divulgação
Třebíč, uma das maravilhas da República Checa

Na fronteira entre a Boemia e a Morávia, há duas cidades interessantes que merecem ser visitadas por quem deseja explorar a República Checa: Telč e Třebíč. A primeira tem uma bela praça com monumentos barrocos cercada por casinhas históricas com arcadas.

Třebíč, por sua vez, abriga um dos bairros judeus mais conservados da Europa, com um gueto antigo composto por 120 casas, sinagoga e cemitério. Uma vez na região, vale a pena dar um pulo em Žďár, onde fica a Igreja de São João Nepomucemo e o incrível muro em formato de estrela com 10 pontas que a cerca.

Olomouc

Divulgação
Olomouc,na região da Morávia, na República Checa

Localizada na região da Morávia, ao leste da República Checa, Olomouc é uma cidade histórica com direito a castelo medieval, igrejas góticas, fontes barrocas, prédios renascentistas e muito mais.

O ponto turístico mais famoso da região é a Coluna da Santíssima Trindade, monumento situado na praça principal e que foi declarado Patrimônio Mundial da UNESCO em 2000.

Fora isso, quem vai a Olomouc pode visitar jardins imensos, um belo zoológico e a primeira universidade da Morávia, chamada Palacký.

Brno

Divulgação
Brno, a capital da Morávia, na República Checa

A capital da Morávia atende pelo nome de Brno e se destaca pela deliciosa mescla entre construções históricas e prédios modernos. Diferentemente do que ocorre na maioria dos destinos europeus, o símbolo da cidade não é uma edificação antiga, mas sim uma casa com estilo contemporâneo que ilustra diversos manuais de arquitetura. Trata-se da Villa Tugendhat, feita pelo arquiteto Mies Van der Rohe.

Além disso, Brno gaba-se da história de seu principal mosteiro, a Ordem de Santo Agostinho, já que foi lá que Gregor Mendel, pai da genética, desenvolveu suas principais pesquisas na República Checa.

Kroměříž

Divulgação
Kroměříž, na República Checa, reúne lindos jardins

Situada a 50 km de Brno, capital da Morávia, Kroměříž fica no sopé das montanhas Chřiby e, por isso, presenteia os visitantes com paisagens maravilhosas.

Marcada pelo apogeu barroco na Europa Central durante o século 18, a cidade, que serviu de sede para os bispos de Olomouc, abriga diversas edificações com esse estilo arquitetônico, entre as quais se destaca o Palácio de Kroměříž.

LEIA MAIS: CASTELO DE PRAGA TEM MUITA HISTÓRIA PARA CONTAR
SAIBA O QUE VISITAR NOS ARREDORES DE PRAGA

Ao visitá-lo, não deixe de passear pelo enorme jardim que, na primavera, exibe espécies de flores de todas as cores plantadas em canteiros com desenhos belíssimos. É um dos principais cartões-postais da República Checa.