Conheça as novas regras para visitar a Ilha de Páscoa

30 de julho de 2018

Por Maria Beatriz Vaccari

A partir da próxima quarta-feira (1º de agosto), os viajantes que pretendem conhecer a Ilha de Páscoa, no Chile, só poderão permanecer no destino por um período máximo de 30 dias. Também será preciso apresentar algumas informações adicionais à Polícia de Investigações do Chile (PDI) no momento do embarque.

LEIA MAIS: O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A ILHA DE PÁSCOA
AMÉRICA DO SUL: SUGESTÕES DE ROTEIRO PELO CHILE

Ilha de Páscoa: novas regras para turistas

Os turistas devem preencher um Formulário Único de Ingresso (FUI) e apresentar a carteira de identidade ou passaporte. Além disso, é preciso estar com alguns documentos em mãos, como a passagem de retorno e a reserva em alojamento turístico autorizado pelo Serviço Nacional de Turismo (SERNATUR). Quem vai visitar familiares e amigos deve ter uma carta convite de uma pessoa pertencente ao povo Rapa Nui ou de alguém autorizado a residir no território da ilha – o documento deve ser expedido pelo Governo Provincial da Ilha de Páscoa.

Segundo as novas leis, apenas algumas pessoas podem passar mais de 30 dias na Ilha de Páscoa. Entre elas,  pertencentes ao povo Rapa Nui e suas famílias, residentes atuais, trabalhadores contratados ou que exerçam uma atividade econômica independente na ilha, funcionários públicos, pesquisadores, autoridades e pré-candidatos e candidatos inscritos no registro eleitoral, de acordo com os regulamentos atuais.