Crédito: Divulgação

Como é voar na primeira classe da Lufthansa

26 de outubro de 2018

Por Maria Beatriz Vaccari

Além de operar rotas entre São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ) e o Aeroporto de Frankfurt, na Alemanha, o Boeing 747-8 da Lufthansa serve outros destinos importantes. Entre eles, Washington e Los Angeles (Estados Unidos), Deli (Índia), Hong Kong (China), Cidade do México (México) e Seul (Coreia do Sul). A aeronave, que conta com oito assentos na primeira classe e 80 na executiva, é referência em eficiência energética. De acordo com a companhia, a motorização moderna reduz as emissões de CO2 e diminui os ruídos do voo em até 30%.

LEIA MAIS: CHUVEIRO NO AVIÃO E MOTORISTA PARTICULAR: VEJA COMO É A PRIMEIRA CLASSE DA EMIRATES
MORDOMIAS NAS ALTURAS: CONHEÇA A PRIMEIRA CLASSE DA AMERICAN AIRLINES

Como o silêncio faz toda a diferença para quem pretende desfrutar da programação de entretenimento, a empresa alemã distribui fones com supressão de ruído aos passageiros. Com eles, a experiência de assistir a um dos mais de 100 filmes (incluindo títulos de Hollywood, obras europeias e longas do Japão e da China) fica mais confortável. Também dá para acompanhar 200 programas de televisão e assistir a noticiários de canais como CNN e Euronews.

Todos os assentos da primeira classe podem ser transformados em camas de 2,07 de comprimento e 80 centímetros de largura. Os assistentes de bordo ficam responsáveis por adicionar um colchão à cama e arrumá-la da melhor forma possível, oferecendo cobertores térmicos confortáveis para que o passageiro tenha uma boa noite de sono.

Toda a elegância da cabine se estende ao momento da refeição, que não tem hora marcada. O menu, elaborado por chefs conceituados e atualizado com frequência, pode ser harmonizado por um bom conjunto de vinhos. Os rótulos disponíveis são selecionados pelo suíço Markus Del Monego, Sommelier World Champion de 1998, especialista em descobrir diferentes tipos de bebidas fabricadas ao redor do mundo e escolher as melhores para integrarem a Vinothek Discoveries da Lufthansa.

Obs: trecho de matéria publicada originalmente na revista Viaje Mais Luxo.