Crédito: Divulgação

Orlando ganha primeira montanha-russa com realidade virtual

19 de junho de 2017

Por Maria Beatriz Vaccari

A montanha-russa Kraken Unleashed, no SeaWorld de Orlando, nos Estados Unidos, passou por um processo de reformulação de peso. Desde 16 de junho, a atração, que antes era só uma montanha-russa tradicional (recheada de loopings e inversões), conta com tecnologias de realidade virtual – é a primeira do tipo nos Estados Unidos.

LEIA MAIS: Como funciona o aluguel de casas em Orlando
10 dicas para quem vai com crianças para Orlando

Ao sentar no carrinho, o passageiro recebe um óculos de realidade virtual integrado com fones de ouvido. É preciso ajustá-lo ao rosto (existem regulagens para quem tem problemas de visão, já que não é permitido entrar usando óculos tradicionais) com a ajuda dos funcionários. A telinha exibe cenas que se passam no fundo do mar, sendo que as pessoas não enxergam os trilhos da montanha-russa. Durante o trajeto, é possível ver animais marinhos e até criaturas mitológicas, como a próprio Kraken.

De acordo com Erik Essig, gerente de experiência e design do SeaWorld Parks and Entertainment, foi mais desafiador fazer um upgrade em uma montanha-russa antiga do que criar uma nova. “Quando começamos um projeto do zero, as possibilidades são infinitas. Na Kraken, não. Tivemos de nos adaptar ao que já existia, e prova disso é que os óculos são específicos para cada assento”, afirma. O filme foi desenvolvido para que os olhos se voltem de acordo com os movimentos da montanha-russa, afim de não provocar nenhum problema físico), completa.

O mais legal de tudo é que, embora a experiência já seja incrível, o parque pode trabalhar com uma mudança eventual do vídeo usado atualmente. “Por enquanto vamos manter o foco no que acabamos de criar, já que foi um trabalho imenso e o resultado é muito satisfatório. Mas nada impede que a própria tecnologia imponha novidades ao longo do tempo. E o melhor de tudo é que agora é muito mais fácil implementá-las”, explica Erik.

Outro detalhe interessante é que quem não quiser se aventurar no mundo virtual pode optar por fazer o trajeto tradicional sem os óculos de realidade virtual. No vídeo abaixo, divulgado pelo SeaWorld, é possível conferir a experiência com realidade virtual, a opção sem a tecnologia e algumas cenas da projeção virtual.

Colaborou: Paulo Basso Jr.