O que fazer em San Francisco: dicas imperdíveis

12 de junho de 2018

Por Redação

A apaixonante São Francisco, nos Estados Unidos, é capaz de conquistar o coração de qualquer viajante. Por ser um dos cenários favoritos de séries de TV, filmes e comerciais, a região passa aquela sensação de que já estivemos ali antes, mesmo quando a visitamos pela primeira vez. Mas não se engane, a capital do Vale do Silício é única e diferente a cada visita. A SalesForce, empresa localizada na cidade californiana, separou algumas dicas para quem  ainda não sabe o que fazer em San Francisco.

LEIA MAIS: HAMBÚRGUER E CERVEJA ARTESANAL: BORA PARA A CALIFÓRNIA
CONHEÇA A GOLDEN GATE, UM DOS SÍMBOLOS DA CALIFÓRNIA

O que fazer em San Francisco

  • Perca-se, mas se ache

    Para aproveitar tudo o que a cidade tem a oferecer, ande sempre com um mapa já carregado em seu smartphone para evitar gastos desnecessários com roaming internacional. Nele, estão marcados todos os principais pontos de interesse da cidade, além de linhas de metrô, ônibus e bondinhos. Ainda que você prefira sair sem destino, em busca de surpresas, é sempre bom ter um mapa no bolso para encontrar o transporte público quando cansar das ladeiras. Os mapas são distribuídos em restaurantes, hotéis, lojinhas ou qualquer lugar por onde passem turistas.

  • Vá de bike

    Ícone da cidade, a Golden Gate precisa estar em qualquer roteiro por San Francisco. Para deixar a visita ainda mais interessante, vá de bicicleta: você terá a oportunidade de ver paisagens incríveis enquanto pedala pela ciclovia da ponte. Seu tour pode começar em um dos bairros mais famosos da cidade, o Fisherman’s Wharf, seguir pela orla da Baía de São Francisco, passar pelo Presidio Park e atravessar a Golden Gate. Do outro lado da ponte, você irá encarar uma descida até Sausalito, uma cidade pequena e bem charmosa.

  • Cuidado com o leão

    Outro ponto turístico obrigatório é o Píer 39, repleto de ótimos restaurantes, lojinhas, apresentações ao ar livre, além de um aquário e uma vista espetacular da baía. E fique atento aos leões marinhos, que passam horas tomando sol na baía, totalmente alheios aos curiosos.

  • Dia de preguiça – ou não

    A cidade é muito ligada à natureza, com diversos parques onde você consegue aproveitar a paisagem e relaxar. Um dos mais tranquilos é o Presidio Park, perfeito para um piquenique. Já o Dolores Park – uma pequena área verde no Mission District – é um convite ao descanso, com seu gramado verdinho e uma linda vista da cidade. Para quem prefere agito, o famoso Golden Gate Park oferece uma variedade imensa de atrações: museus, jardins, áreas para concertos musicais, quadras de esportes, trilhas para trekking, lagos e até um moinho holandês.

  • O nevoeiro

    Não deixe de visitar o Twin Peaks, um dos pontos mais altos da cidade, localizado a 300 metros de altura. E torça para presenciar o fog – neblina considerada um evento na cidade –quando estiver lá em cima. É um espetáculo e tanto!

  • Vem para o bonde

    Nada é mais característico de São Francisco do que os cable cars, apelidados de “bondinhos” pelos brasileiros. Além de históricos e divertidos, são extremamente eficientes, já que passam por diversos pontos interessantes da cidade. É quase impossível não abrir um sorriso quando ele começa a subir a ladeira e tocar o sino, avisando aos carros que está passando pela rua.

  • Passeie pela cidade

    São Francisco é uma cidade encantadora pelos seus pontos turísticos, mas também pela história. Passear pelos bairros e distritos da cidade ajuda a entender como ela se tornou tão moderna, liberal e receptiva. Por isso, não deixe de passear por áreas como Haight-Ashbury, berço do movimento hippie; Castro, que centraliza a comunidade gay e que vive em clima de festa; Mission, com um lado hipster e outro latino fervilhante; Chinatown, a maior do mundo fora da Ásia; e North Beach, tradicional reduto italiano.

  • Se beber, não dirija

    A região de onde saem 90% dos vinhos produzidos nos EUA, conhecida como Wine Country (Napa Valley e Sonoma), fica a apenas uma hora de São Francisco. As mais de 600 vinícolas oferecem visitas guiadas, aulas sobre o preparo da bebida, cursos de gastronomia e harmonização e, claro, degustações. Além disso, quem vai até a região pode aproveitar para conhecer os diversos restaurantes, mercadinhos gourmets, lojas e construções históricas.

  • Lotação máxima

    Um dos passeios mais disputados de São Francisco é a prisão de Alcatraz. Você pode percorrer toda a ilha do presídio mais famoso do mundo, passando por onde os presos passaram e por onde (poucos) escaparam. Para ficar ainda mais emocionante, o tour pode ser feito à noite. Entretanto, vale a pena se planejar, pois os ingressos do ferry até a ilha costumam esgotar rapidamente.

  • Onipresença

    Praticamente de qualquer ponto de São Francisco é possível ver um arranha-céu supermoderno, em formato de obelisco, revestido de metal e vidro. Inaugurada em 22 de maio, a Salesforce Tower é o prédio mais alto da cidade e de toda Costa Oeste dos Estados Unidos, com 386 metros de altura e 61 andares. À noite, um painel formado por 11 mil luzes de LED, criado pelo artista Jim Campell, ascende nos andares superiores do prédio criando animações e reproduzindo cenas gravadas nas ruas da cidade.