Crédito: Paulo Basso Jr.

Conheça a nova área de Star Wars na Disney World, em Orlando

28 de agosto de 2019

Por Paulo Basso Jr.

Após uma longa e desejada espera, a nova área de Star Wars na Disney World, em Orlando, finalmente será inaugurada em 29 de agosto de 2019. Vinda de uma galáxia muito, muito distante, aterrizou no parque Hollywood Studios a “land” Star Wars Galaxy’s Edge. São 56 mil quilômetros quadrados com direito a lojas, restaurantes, encontros com personagens e atrações arrasadoras, como a que permite pilotar a emblemática nave Millennium Falcon. O Rota de Férias esteve por lá e conferiu de perto tudo que vem por aí.

Siga a cobertura de nossos repórteres por todo o mundo, diariamente, no Instagram @rotadeferias, com direito a belas fotos e stories curiosos.

50 imagens da nova área do Star Wars na Disney World

  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge
  • Crédito: Divulgação
    Star Wars Galaxy's Edge

Como é Star Wars Galaxy’s Edge

O ambiente criado para Star Wars Galaxy’s Edge no Hollywood Studios, em Orlando, é inspirado no planeta Batuu que, curiosamente, não é um dos tantos que aparecem nos oito primeiros filmes da saga. Os acontecimentos por lá são atemporais e podem ser conferidos em uma série de cinco comics lançada pela Marvel, também batizada de Star Wars Galaxy’s Edge.

Paulo Basso Jr.
Nova área de Star Wars na Disney World

Para quem não é fanático pela saga, ou mesmo não liga para tantos dados relacionados à história, tudo isso pouco importa. O mais legal é caminhar pela área e reparar na riqueza dos detalhes. Há cabos decorativos originais da década de 1970, quando a saga começou, as garrafinhas de refrigerante são personalizadas (as de Coca-Cola são redondinhas, como pequenos robôs) e a paisagem chega a mudar de cor conforme a incidência da luz do sol (o fim da tarde é espetacular).

Aqui e ali, há inúmeras referências a membros da Resistência e da Primeira Ordem, conforme se dividem os mocinhos, as mocinhas, os vilões e as vilãs de Star Wars. Não estranhe se um dos stormtroopers, soldados da turma do lado negro da força, chegar ao seu lado com cara de poucos amigos e perguntar se você é um dos rebeldes. Por sorte, a mira deles é péssima, como pode ser visto nos filmes, e você não tem com o que se preocupar.

Black Spire Outpost

O planeta Batuu de Star Wars Galaxy’s Edge tem como principal vilarejo o Black Spire Outpost (Posto do Pináculo Negro). Suposto “ponto de encontro de malandros e contrabandistas da galáxia” e provável refúgio da Resistência, o local concentra lojas, restaurantes e personagens que adoram interagir com os visitantes.

Paulo Basso Jr.
Black Spire Outpost

Uma boa dica para aproveitar melhor a área é baixar o aplicativo Play Disney Parks. Ele foi desenvolvido para transformar seu smartphone em um Star Wars: Datapad, assim que acionado quando estiver na área.

Capaz de traduzir os “inúmeros idiomas da galáxia”, a ferramenta permite ao visitante papear com droids (como são chamados os robôs de Star Wars) e decifrar uma série de mensagens enigmáticas. É o tipo de plataforma que funciona muito bem para os fãs que desejam realmente passar horas na área e aproveitar tudo que ela oferecer de melhor, inclusive jogos interativos.

As atrações da área de Star Wars na Disney World

Do Black Spire Outpost tem-se acesso às duas grandes atrações da área de Star Wars na Disney World: Millennium Falcon: Smugglers Run e Rise of the Resistance. A primeira foi inaugurada junto a Galaxy Edge, em 29 de agosto de 2019. A segunda será lançada em 5 de dezembro e promete deixar o Hollywood Studios ainda mais agitado. Mesmo porque logo depois, em 17 de dezembro, chegará aos cinemas o episódio 9, “A Ascensão Skywalker”, que fecha a saga histórica.

Millennium Falcon: Smugglers Run

Divulgação
Millennium Falcon: Smugglers Run, na nova área de Star Wars na Disney World

Já do lado de fora é fácil ficar de queixo caído diante dos detalhes da Millennium Falcon, o “ferro velho mais rápido da galáxia” e que já passou pelas mãos de Lando Calrissian, Han Solo e, mais recentemente, Rey. Não há opção de fast pass por enquanto, então o jeito é encarar a fila, que promete ser longa. Quem quiser pode optar pelo Single Rider, para brincar sozinho e perder menos tempo.

Enquanto espera, a dica é reparar na ambientação. A impressão é que você está em uma mecânica intergaláctica, com cheiro de graxa e uma série de peças de naves expostas. Antes de a aventura começar, o personagem de um comerciante local, Hondo Ohnaka, que teria emprestado a Millennium Falcon de Chewbacca, aparece em busca de uma tripulação que esteja disposta a transportar mercadoria clandestina para um lugar da galáxia. É aí que você entra em ação.

LEIA MAIS: NOVIDADES NA DISNEY WORLD SÃO ANUNCIADAS NA D23
TRUQUES PARA SE DAR BEM NOS PRINCIPAIS PARQUES DA DISNEY

Na última sala de espera, já pertinho de uma mesa de dejarik (espécie de xadrez interespacial), todos recebem um cartão colorido indicando qual será sua função na nave. Há espaço para dois pilotos, dois atiradores e dois engenheiros.

Entrar no cockpit da Millennium Falcon, para quem é fã, é emocionante. A visão, as luzes, os comandos… Tudo é perfeito. Durante o lançamento, a dica é reparar nas imagens que aparecem na tela e tentar seguir as instruções transmitidas em inglês. Você é recomendado a atirar, desviar, acelerar e por aí vai. Conforme desempenha seu papel, muda ligeiramente os rumos da brincadeira. No final, descobre como foi o seu rendimento em números.

Paulo Basso Jr.
Mesa de dejarik: ambientação é espetacular

Mesmo que você não for muito bem, não há nada que afete a sensação geral – no máximo, você será perseguido por algum contrabandista ou receberá menos do que deve ao entregar a mercadoria. Luzes no painel ajudam quem não domina o idioma inglês, e mesmo às crianças, que são bem-vindas (a altura mínima é 97 centímetros), costumam se divertir, já que Millennium Falcon: Smugglers Run não é radical e foi desenvolvida para agradar toda a família.

No final do tour, há quem se decepcione por ele não ser tão empolgante, por exemplo, quanto Flight of Passage, atração relacionada ao filme “Avatar” e disponível na área Pandora do parque vizinho Animal Kingdom. Os fãs de Star Wars, porém, têm tudo para sair de lá sorrindo de uma orelha a outra. E quanto mais você vai, mas descobre situações interessantes durante a aventura. Das posições disponíveis, o piloto do lado direito e os atiradores costumam se divertir mais com os comandos.

Rise of the Resistance

A Disney World, enfim, revelou detalhes importantes de Rise of the Resistance, atração que promete se firmar como a mais grandiosa de Star Wars Galaxy’s Edge. A experiência será longa (mais de 20 minutos, provavelmente) e colocará todo mundo em um suposto refúgio da Resistência.

Ao entrar na atração, porém, todos se verão em uma armadilha, pois serão capturados pela Primeira Ordem a fim de serem interrogados por Kylo Ren, atual vilão da saga. Cercado de stormtroopers, a sensação é de estar sendo aprisionado mesmo, em um salão com pé direito alto e ambientação impressionante.

Divulgação
Rise of the Resistance, na nova área de Star Wars na Disney World

Dali, todos embarcarão em um carrinho para oito pessoas e tentarão escapar dos soltados e das máquinas que representam o lado negro da força. Em determinado momento, o veículo será acoplado a uma nave que, de repente, despencará. E aí é hora de escapar pelo espaço. Em meio a muito tiroteio, é claro.

“Rise of the Resistance é a atração mais ambiciosa da história da Disney World. Hoje, não há parque no mundo com a experiência que ela irá proporcionar”, afirmou Scott Trowbridge, imagineer (desenvolvedor) responsável pela criação da nova área de Star Wars Galaxy’s Edge.

Compras em Star Wars Galaxy’s Edge

Não são apenas os simuladores que podem ser chamados de atrações na nova área de Star Wars na Disney World. O mesmo pode ser dito das lojas, que oferecem diversas oportunidades de interação para os visitantes.

Droid Depot

Paulo Basso Jr.
Droid Depot, na nova área de Star Wars na Disney World

Uma das mais legais é a Droid Depot, na qual você pode montar seu próprio droid personalizado. Funciona assim: uma esteira passa com pequenos pedaços de robôs. Ali, você seleciona as peças por cores e monta uma unidade personalizada. Há duas opções para usar como base: os moderninhos BB, com corpo arredondado e cabeça, e os clássicos da série R, que têm até braços.

Depois de apanhar suas peças, basta ir para uma mesa e montá-las. Há instrutores na loja, para ajudar. E os robozinhos, depois de prontos, interagem com quem está por perto. Cada um deles custa US$ 99,99. Há, inclusive, alguns modelos prontos à venda, para quem ficar com preguiça de montar.

Savi’s Workshop

Paulo Basso Jr.
Savi’s Workshop, na nova área de Star Wars na Disney World

Outra loja imperdível é a Savi’s Workshop, onde você pode comprar, ou melhor, construir seu sabre de luz, feito um legítimo Jedi. Custa US$ 199 e você confere, passo a passo, como os efeitos mudam conforme o ambiente e de que forma deve-se montar a arma.

Parece um quebra-cabeça. Você escolhe um modelo e, após ser instruído, vai encaixando as peças. Tudo isso com uma história bacana de fundo, na qual a “força” é responsável pelo resultado. Em cerca de 15 minutos, já dá para sair por aí fazendo vrummm para tudo que é lado, feliz da vida.

Dok-Ondar’s Den of Antiquities

Paulo Basso Jr.
Dok-Ondar’s Den of Antiquities

Há ainda outras opções de compras interessantes na Dok-Ondar’s Den of Antiquities. Inspirada em um personagem mencionado de leve no filme Han Solo (quando Qi’ra encontra Han e pergunta a uma terceira pessoa por Dok-Ondar), o local se propõe a vender esquisitices de toda a galáxia.

Isso significa bijuterias, cristais Kyber e uma série de outras traquitanas. Inclusive, sabres de luz, que saem mais baratos que na Savi’s Workshop (já que, aqui, não há a experiência). A base sai a partir de US$ 129,99, e o bastão de luz (há azul, verde, vermelho e violeta) depende do tamanho, mas gira em torno de US$ 50.

Outras lojas

O mercado de Black Spire Outpost abriga ainda a Jewels of Bith, com suvenires; a Creature Stall, com bichinhos esquisitos, de vários materiais, à venda; a Toydarian Toymaker, tomada por brinquedos; e a Black Spire Outfitters, loja de roupas e acessórios. Também dá para comprar trajes da Primeira Ordem em Docking Bay 9 – First Order Cargo, e da Resistência em Resistance Supply.

Comidas e bebidas em Star Wars Galaxy’s Edge

Oga’s Cantina

Paulo Basso Jr.
Oga’s Cantina

Um dos grandes baratos na nova área de Star Wars na Disney World é comer e beber. O bar mais badalado é a Oga’s Cantina, que promete formar longas filas. O jeito é fazer reservas pelo aplicativo (com até 180 dias de antecedência) caso queira conhecer o ambiente, inspirado na cantina do vilarejo de Mos Eisley, em Tatooine, exibida no episódio 4 da saga.

O local tem até um droid cantor, o animado DJ R-3X. O menu inclui bebidas alcoólicas especiais e algumas entradinhas. Os drinques custam em torno de US$ 15, mas alguns especiais vêm com o copo de brinde e, por isso, passam dos US$ 35.

Docking Bay 7

Paulo Basso Jr.
Docking Bay 7

Quem também promete dar o que falar é o Docking Bay 7, que tem uma nave no topo e serve pratos mais elaborados. Ali também vale a pena fazer reservas. São servidos pratos como noodle de camarão e costelas de porco defumadas. Os preços giram em torno de US$ 16.

Milk Stand e barraquinhas

Um dos musts de Star Wars Galaxy’s Edge são os leites azul e verde, semelhantes aos servidos com prazer por Luke Skywalker nos episódios 4 e 8, respectivamente. Um copinho sai por US$ 7,99. O primeiro é bem doce, tem gosto de bala, enquanto o segundo tem notas cítricas interessantes. São espécies de milk-shakes, que as crianças podem beber sem ter que ordenhar monstros esquisitos.

Paulo Basso Jr.
Leite verde, uma das bebidas servidas na nova área de Star Wars na Disney World

Ao caminhar pelo Black Spire Outpost, o visitante também encontra barraquinhas que vendem churrascos e grelhados, como a Ronto Roasters, bem como a Kat Saka’s Kettle, que serve uma espécie de pipoca esquisita com temperos doces e salgados.

Por essas e outras, a nova área de Star Wars na Disney World promete arrancar multidões. Portanto, prepare-se para se divertir por lá, mas também para encarar longas filas. Que a força esteja com você.