Crédito: Divulgação/Arquivo Pessoal

Naná Coutinho: “Meu objetivo é e sempre será o mundo”

5 de dezembro de 2016

Por Maria Beatriz Vaccari

Depois de uma viagem de lua de mel, o casal Naná Coutinho e Fabiano Battaglin decidiram criar um site com dicas e conteúdos sobre destinos turísticos. A combinação uniu o útil ao agradável, já que ela gostava de escrever e ele atuava como fotógrafo profissional. Deu certo! O Lá Vai Naná fez sucesso e conquistou milhares de seguidores – só no Instagram, mais de 32 mil. O Rota de Férias bateu um papo com a simpática Naná, que falou sobre a rotina, os objetivos e os macetes para fazer um bom trabalho como influenciadora online de turismo.

Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal
screenshot_6
Naná Coutinho criou blog de turismo com o marido Fabiano

Rota de Férias: Como você foi parar na área de turismo?

Naná: O Lá Vai Naná começou há pouco mais de dois anos, motivado por uma viagem de lua de mel de dois meses pelo sudeste asiático. Criamos o blog para reunir aquelas dicas que os amigos sempre pediam em um lugar onde mais pessoas pudessem ter acesso e, quem sabe, se inspirar para viajar e conhecer novos destinos.

Rota de Férias: Qual é o objetivo do Lá Vai Naná?

Naná: O objetivo é inspirar as pessoas a viajarem mais e melhor. O nosso público é um pouco mais maduro, gosta de viajar com conforto e busca conhecer destinos clássicos e exóticos de forma exclusiva e menos convencional.

Rota de Férias: Quando percebeu que seria legal investir em mídias sociais e se tornar uma influenciadora de público?

Naná: Eu trabalho com mídias sociais há alguns anos. Essas ferramentas são importantíssimas para a divulgação de trabalhos e fundamentais para manter um relacionamento mais pessoal com o público. Hoje em dia, não tem mais essa de o influenciador ser aquele mito, alguém distante de se alcançar. Manter a proximidade com quem se fala é valoroso para os dois lados. Acredito que essa troca é essencial para a realização de um bom trabalho.

Rota de Férias: Quais são as suas mídias sociais favoritas?

Naná: Nosso foco principal tem sido o Instagram, rede com engajamento orgânico mais elevado, na qual encontramos boa parte do nosso público-alvo. Geralmente, imagens são a chave para despertar interesse em conhecer destinos. Além disso, as hashtags utilizadas nas publicações desses lugares orientam o usuário na construção de seus roteiros. Hoje, somamos mais de 32 mil seguidores reais no Instagram. Digo “reais” porque sabemos bem que hoje em dia a coisa mais fácil e comum é comprar seguidores e engajamento falsos, algo que considero vergonhoso e totalmente antiético.

Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal
screenshot_3
Lá vai Nana tem mais de 32 mil seguidores no Instagram

Rota de Férias: Como você fez para atrair seguidores no começo?

Naná: No começo foi um trabalho de formiguinha. Divulgação entre amigos, amigos de amigos, além da interação constante com outros perfis maiores, que frequentemente republicavam nossas fotos. Consequentemente, eles ajudavam a divulgar o nosso perfil.

Rota de férias: De que forma você trabalha a manutenção e conquista de novos seguidores?

Naná: Com interação constante, uso de hashtags, parcerias e mantendo um feed com fotos de boa qualidade e dicas legais. Estamos em crescimento constante de seguidores. Fazemos questão de responder um por um e estar sempre ativos na rede, interagindo com outros perfis. O blog também é uma boa ferramenta de divulgação do nosso Instagram.

Rota de Férias: Você usa alguma estratégia para bombar no Instagram?

Naná: O Instagram tem um horário nobre, entre 18h e 21h, mas isso não precisa ser uma regra. No nosso caso, percebemos que o melhor horário de publicar é entre 20h e 21h. Os melhores dias são de domingo a quinta. Às sextas e sábados, costumamos fazer uma pausa estratégica. Quanto às hashtags, usamos e abusamos daquelas que remetam ao assunto em questão. Elas costumam atrair muitos likes e novos seguidores.

Rota de Férias: Qual é a importância de interagir com os seguidores e outras páginas do gênero?

Naná: Os seguidores são a nossa principal motivação para continuarmos investindo nesse caminho. Nós temos muito respeito e carinho por cada um deles. Por isso, fazemos questão de sempre responder a todos, tirar dúvidas, dar e pedir dicas. Interagir com páginas do gênero é de uma importância vital, não só para ser visto e lembrado como também para buscar referências e se inspirar com as dicas e fotos maravilhosas que vemos. Ninguém vive sozinho e ninguém cresce sozinho. Trocar é mais do que necessário.

Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal
screenshot_2
Fotos tiradas com equipamentos profissionais são um dos diferenciais do blog

Rota de Férias: O que você acha do sistema de impulsionamento de posts do Facebook?

Naná: Hoje, com a queda do alcance orgânico no Facebook, fica cada vez mas difícil trabalhar a divulgação do nosso trabalho sem usar o impulsionamento. Eu tento usar da forma mais estratégica possível, mas confesso que essas “artimanhas” do Facebook para ganhar dinheiro têm me desanimado um pouco de investir nessa rede.

Rota de Férias: Em relação à (não recomendável) compra de seguidores no Instagram, conte-nos um pouco mais sobre como mercado enxerga essa situação.

Naná: Considero abominável essa compra de fakes, mas sei que muita gente, inclusive vários super famosinhos e coleguinhas de blogs de viagem fazem isso com frequência. Nem sempre se nota a queda no engajamento, porque vários deles, além de comprar seguidores, compram também curtidas nas fotos. Acho que parte do mercado tem ciência, mas muitas vezes os clientes não têm tanto know-how em mídias sociais e se deixam enganar por pessoas antiéticas que seguem se “dando bem”. Mas nenhuma mentira se sustenta por muito tempo, né?

Rota  de Férias: Quais equipamentos você usa para produzir fotos e vídeos?

Naná: A maioria das fotos é feita com uma Canon 5D Mark III. Como prezamos pela alta qualidade do material publicado, uma câmera profissional é essencial para conseguirmos fotos boas mesmo que as condições do ambiente não sejam muito favoráveis. Porém, não é sempre que estamos carregando o equipamento, principalmente por conta do valor e do peso. Algumas vezes usamos o smartphone. Para fotos de paisagens em dias com boa luz, a diferença é quase imperceptível, pois a tecnologia das câmeras dos aparelhos evoluiu bastante. Geralmente adotamos a GoPro também omo um complemento para fotos e vídeos subaquáticos, algumas selfies ou em situações de movimento, acoplando-a em bicicletas, barcos e veículos.

Rota de Férias: E na hora de editar  as imagens?

Naná: Editamos cerca de 95% das fotos no Adobe Lightroom, no computador. Quando não há tempo de descarregar as fotos feitas com o smartphone ou a GoPro, usamos alguns aplicativos, como Snapseed e Afterlight para tratá-las. Dificilmente optamos por filtros dos aplicativos.

Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal
screenshot_5
Até agora, Myanmar, na Ásia, foi um dos lugares que mais marcou Naná

Rota de Férias: É possível ganhar dinheiro e monetizar o negócio por meio das mídias sociais?

Naná: Não é fácil, mas é possível. É preciso investir em conteúdo de qualidade e, ao conquistar uma boa base, monetizar por meio da divulgação de destinos, produtos e serviços relacionados ao nicho com o qual se trabalha. Considero extremamente importante conhecer ou já ter experimentado o que se divulga para passar credibilidade.

Rota de Férias: Diante de toda a sua experiência, qual lugar do mundo mais te encantou?

Naná: Sem dúvida, Myanmar, um país recém-aberto, seguro, que tem um povo superamável e belezas naturais sensacionais. Sem falar do patrimônio histórico e cultural únicos. De uma forma geral, a Ásia nos encanta demais!

Rota de Férias: Quais são os planos para o futuro?

Naná: Meu objetivo é e sempre será o mundo! É objetivo para uma vida inteira, né (risos)? Que eu ainda possa conhecer muitos lugares e ajudar outras pessoas a descobrirem diferentes culturas e desbravarem novos destinos.

Rota de Férias: Quais dicas você daria para quem deseja se tornar um social media influencer de turismo?

Naná: Estude, trabalhe muito, invista, construa um terreno sólido e, principalmente, coloque o coração e a alma em tudo que fizer!