Crédito: Divulgação

Monte Verde é opção para curtir o inverno em meio à natureza

1 de julho de 2019

Por Redação

Com a chegada do inverno, nada melhor do que programar uma viagem para um destino rústico e charmoso. A cidade de Monte Verde, no distrito de Camanducaia, em Minas Gerais, tem um dos climas mais frios da região Sudeste, ideal para quem quer aproveitar a estação.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Com o frio das montanhas, o clima aconchegante, uma gastronomia diversificada e uma natureza exuberante, o destino é uma boa opção para curtir o inverno acompanhado de cenários naturais lindos.

Monte Verde

Monte Verde fica a 166 km de São Paulo e a 480 km de Belo Horizonte. Para chegar na cidade, é possível seguir pela Rodovia Fernão Dias (BR-381) até a cidade de Camanducaia, saída 918. São mais 30 km de estrada asfaltada até atingir o portal da cidade e a principal avenida da vila.

Conhecida por seu clima, a região fica a mais de 1.600 metros de altitude, cercada pelas montanhas da Serra da Mantiqueira, e atrai muitos casais em busca de sossego e romantismo.

LEIA MAIS: 11 CIDADES DE CAMPO NO BRASIL QUE VALEM A VISITA
MONTE VERDE TEM ATRAÇÕES BACANAS E BOAS OPÇÕES DE HOSPEDAGEM

Com mais de 150 meios de hospedagem, entre hotéis e pousadas, a cidade pode acomodar em torno de 12 mil turistas. O curioso é que esse número representa mais que o dobro da quantidade de habitantes da cidade, que é de cinco mil.

O clima na região é frio e seco, por isso, é bom se preparar para o inverno, quando as temperaturas caem frequentemente, chegando a -10°C. Não chega a nevar, mas é possível observar uma paisagem totalmente coberta de gelo – algo nada comum no clima tropical do Brasil.

Atrações

A boa pedida é curtir com algum acompanhante em frente à lareira, saboreando o típico fondue da região. Mas o destino também possui várias opções de lazer, principalmente as ligadas ao turismo ecológico.

Vale começar com uma caminhada pela manhã, já que o ar puro das montanhas e a mata exuberante são um convite ao trekking. A cidade possui oito trilhas de destaque. Uma delas é a Trilha do Pinheiro Velho, que começa na avenida principal e termina no aeroporto (apesar de ser somente uma pequena pista com um hangar, ele é o mais alto do Brasil, a 1.600 metros de altitude).

Nesta trilha, há um mirante, de onde se tem a melhor vista panorâmica de toda a vila, com as montanhas ao fundo. Deste ponto ainda é possível admirar o mais antigo pinheiro de Monte Verde, que passa de 500 anos.

Para chegar ao topo da pedra conhecida como Chapéu do Bispo, que fica a 2.030 metros de altitude, há uma trilha de aproximadamente uma hora. Outra opção é o caminho que leva ao topo da Serra da Mantiqueira, que fica exatamente na divisa entre Minas Gerais e São Paulo, de onde dá pra ver toda a cidade de Monte Verde, além de Campos do Jordão e outros destinos do Vale do Paraíba.

Divulgação
Vista da pousada em Monte Verde | Divulgação
Vista da pousada em Monte Verde

Para fazer essas trilhas não é necessário acompanhamento de guia, porque são todas leves. Mas é bom se atentar e optar por tênis confortáveis e velhos, porque o barro e a lama fazem parte da caminhada. Além disso, é preciso se manter hidratado e usar protetor solar.

Para aqueles que gostam de uma caminhada mais longa e pesada, uma opção é a trilha que liga Monte Verde a São Francisco Xavier. O caminho dura aproximadamente cinco horas e meia e deve ser feito com um guia local, já que há trechos por dentro de propriedades particulares e muitas bifurcações.

Os viajantes podem fazer também algumas trilhas pilotando quadriciclos, motos, jipes, mountain bike ou a cavalo. Tudo pode ser alugado na cidade.

Vale destacar que Monte Verde oferece boas opções para praticar montanhismo, arvorismo, rapel, paintball e patinação no gelo. Há uma pista que funciona o ano inteiro. Esse ano, a cidadezinha vai ganhar também um bar de gelo, prometido para a primeira semana de julho.

Gastronomia

A gastronomia de Monte Verde é bastante variada. Além da típica comida mineira, como o leitão à pururuca, a cidade possui muitos locais diferentes, como os de comida de origem européia, típica de sua colonização.

É possível encontrar pratos variados, desde o strudel até trutas criadas livres de qualquer tipo de poluição. No restaurante Paulo das Trutas, é possível ver a criação e experimentar receitas de mais de 20 anos.

Outras opções para degustar são a carne de javali, os diversos tipos de queijo, os licores e os doces caseiros.

Hospedagem

Pousada Pedras e Sonhos

A Pousada Pedras e Sonhos é cercada por uma enorme área verde preservada e oferece uma vista atrativa no estilo minimalista, com hidromassagem, persianas automáticas, frigobar, lareira, TV a cabo, aquecimento central e isolamento térmico-acústico.

Na propriedade, há o jardim de inverno panorâmico, trilhas pela Mata Atlântica, a exclusiva Casa da Pedra, com trilha e bosque privativo, deck para pequenos eventos e o restaurante Café com Arte, que serve café da manhã em estilo colonial e oferece um cardápio internacional.

Pousada Jardim da Mantiqueira

A Pousada Jardim da Mantiqueira tem como conceito principal conectar os clientes com a natureza. Observar os pássaros, as borboletas ou os esquilos e, à noite, admirar as estrelas nas enormes e panorâmicas varandas das suítes são algumas das atrações mais bacanas.

Por pequenas alamedas arborizadas, chega-se aos privativos e bem decorados chalés, cercados de muito verde, com jardins coloridos.

25 destinos naturais mais lindos do Brasil

Se você quer aproveitar as próximas férias em contato com a natureza, confira a lista que o Rota de Férias preparou com os 25 destinos naturais mais lindos do Brasil.