Conheça as maiores festas culturais do mundo

31 de julho de 2019

Por Maria Beatriz Vaccari

Tomates, plumas, tinta e trajes especiais são alguns dos elementos que enchem de cores as maiores festas culturais no mundo. Entre elas, destacam-se eventos que conquistam o coração de moradores locais e turistas, como o Carnaval no Brasil, a Tomatina na Espanha e o Mardi Gras em New Orleans.

De quebra, a maioria das celebrações famosas são regadas a música ao vivo, comidas típicas e bebidas. Bora cair na folia!

LEIA MAIS: CONHEÇA AS FESTAS MAIS POPULARES REALIZADAS NO BRASIL
DESTINOS COM AS MELHORES FESTAS DE CARNAVAL

Maiores festas culturais do mundo

Na galeria, conheça as maiores festas culturais do mundo:

  • Crédito: Foto: aaroncorey on Visual hunt / CC BY-NC-ND
    As maiores festas culturais do mundo – Veja as principais festas culturais pelo mundo – Na última quarta-feira de agosto, as ruas de Buñol, na província de Valência, na Espanha, ficam completamente vermelhas. É nesse dia que os espanhóis comemoram a Tomatina, “guerra pacifica” com tomates. No meio de todo o caos, pessoas tentam escalar um pau de sebo para agarrar um presunto
  • Tomatina
  • Tomatina
  • Crédito: Foto: °]° on Visualhunt.com / CC BY-NC-ND
    Todos os anos, o Mardi Gras atrai cerca de 4 milhões de pessoas a Nova Orleans, nos Estados Unidos. A festa, que começa no Dia de Reis (6 de janeiro) e termina na terça-feira gorda (dia que antecede a quarta-feira de cinzas) reúne confrarias que desfilam pelas ruas e distribuem prendas ao público. Os colares são os mais famosos e divertem a galera
  • Mardi Gras
  • Mardi Gras
  • Conhecido como “Festival das Cores” o Holi é um dos eventos mais esperados da Índia. A festa, que rola sempre em fevereiro e março, comemora a chegada da primavera e homenageia o deus Krishna. O tema da celebração também envolve o triunfo do bem sobre o mal. Para comemorar, o pessoal se reúne e joga pó colorido para todos os lados
  • Holi
  • Holi
  • Crédito: Foto: Hugh Fiske on VisualHunt / CC BY-NC-ND
    O Crop Over é o maior festival de Barbados e agita o país entre julho e agosto. A festa, que comemora o fim da colheita de cana-de-açúcar há mais de 200 anos, lembra bastante o Carnaval brasileiro e é ótima para conhecer a cultura local por meio de shows, opções gastronômicas e artesanato. A cantora Rihanna é uma das grandes fãs do Crop Over
  • Crop Over
  • Comemorado em 17 de março, o St. Patrick’s Day é uma homenagem a St. Patrick (387-461), um missionário e bispo cristão que se tornou um dos santos padroeiros da Irlanda. Em Dublin, capital da do país, a celebração bomba. As ruas são tomadas por multidões verdes, sendo que muitos aproveitam para vestir chapéus e barbas falsas ruivas
  • St. Patrick's Day
  • St. Patrick's Day
  • O Gion Matsuri é um dos festivais mais tradicionais do Japão. Ele acontece em Quioto e surgiu como uma forma de purificação para acalmar os deuses, com o objetivo de evitar desastres como enchentes e terremotos. A festa se estende ao longo de todo o mês de julho e reúne muitas pessoas com trajes típicos, além de jogos de rua e muita comida
  • Gian Matsuri
  • Gian Matsuri
  • As festas de lua cheia, conhecidas como Full Moon Parties, agradam os baladeiros que visitam a ilha de Koh Phangan, na Tailândia. Compostas por mochileiros de várias partes do mundo, as celebrações são regadas a muita música eletrônica e bebidas alcoólicas, que são vendidas em baldinhos
  • Crédito: Foto: keith ellwood on Visualhunt.com / CC BY
    No mês de março, a partir de 15, a cidade de Valência, na Espanha, recebe o festival de Las Fallas. As fallas são grandes esculturas de madeira, papelão e outros materiais, que são espalhadas por toda a cidade. Normalmente, elas retratam diferentes assuntos de forma satírica. Em 19 de março, dia de São José, todas as imagens são queimadas
  • Las Fallas
  • Las Fallas
  • Crédito: Foto: Divulgação
    Todos os anos, os antigos incas organizavam a Festa do Sol, realizada entre o final do período de colheita e o início do equinócio de inverno dos Andes. Com oferendas e sacrifícios, agradeciam pela colheita de milho e pediam sucesso para as próximas. Essa celebração ficou conhecida como Inti Raymi e é comemorada até hoje em Cusco, no Peru
  • Inti Raymi
  • Inti Raymi
  • Crédito: Foto: credit: Ndecam on Visualhunt / CC BY
    Conhecido mundialmente, o Carnaval do Brasil atrai turistas de todas as partes do País e do planeta. Os desfiles mais badalados ocorrem nos sambódromos do Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP), que ostentam fantasias cheias de plumas e detalhes, carros alegóricos e samba de primeira
  • Crédito: Foto: Divulgação/RioTur
    Carnaval brasileiro
  • Crédito: Foto: Divulgação/RioTur
    Carnaval brasileiro
  • Crédito: Foto: Divulgação/Roemmelt
    A Oktoberfest começa em setembro e se estende até outubro, em Munique, na Alemanha. A festa começou em 1810 com o casamento do rei Ludwig I com Tereza da Saxônia. A galera curtiu tanto a farra que ela se repetiu no ano seguinte e virou uma tradição
  • Crédito: Visual hunt
    Oktoberfest
  • Oktoberfest
  • Crédito: Foto: Dan Queiroz on VisualHunt.com / CC BY
    O Brasil concentra as duas maiores festas juninas do mundo: realizadas em Campina Grande (PA) e São João de Caruaru (PE). Entretanto, as comemorações de São João também fazem sucesso em Portugal, principalmente no bairro de Alfama em Lisboa, onde o sanduíche de sardinha é uma das grandes atrações
  • Festas Juninas
  • Entre 31 de outubro e 2 de novembro, as ruas do México são tomadas por festas do Dia de Los Muertos (Dia dos Mortos). Segundo a cultura local, é nessa época que os parentes falecidos voltam à terra para visitar seus entes queridos. Para celebrar, a galera se fantasia de morte e pinta o rosto com desenhos das famosas caveiras mexicanas
  • Dia de Los Muertos
  • Dia de Los Muertos