Madaba, na Jordânia: a cidade famosa por seus mosaicos

9 de agosto de 2019

Por Redação

Madaba, na Jordânia, é conhecida como “Cidade dos Mosaicos”. Localizada a 30 km de Amã, capital do país, o município é famoso pelos maravilhosos mosaicos bizantinos e omíadas. Além de ter o admirável Mapa Mosaico de Jerusalém e da Terra Santa.

LEIA MAIS: 11 LOCAIS BÍBLICOS PARA UMA VIAGEM RELIGIOSA PELA JORDÂNIA
CONHEÇA QUAIS SÃO OS PRATOS TÍPICOS DA JORDÂNIA

Madaba, na Jordânia

O Mapa de Mosaico de Madaba cobre o chão da Igreja Grega Ortodoxa de São Jorge. Ela foi construída em 1896, sobre as ruínas de um templo bizantino do século 6. O painel de mosaicos que contém o mapa tinha, originalmente, um tamanho de 94 metros quadrados. Atualmente, um quarto do mapa foi conservado.

Por toda a cidade, existem diversas obras de arte dos séculos 5 a 7. Na Igreja da Virgem e dos Apóstolos e no Museu Arqueológico, os mosaicos descrevem uma extravagante profusão de flores e plantas, aves, peixes e animais exóticos, bem como cenas da mitologia e de caça, pesca e agricultura do dia a dia.

Com o compromisso de restaurar e conservar os mosaicos, o grande complexo do Parque e Museu Arqueológico engloba as ruínas de várias igrejas bizantinas, incluindo os impressionantes mosaicos da Igreja da Virgem e da Sala Hipólito, pertencente a uma mansão do século 6. Além disso, o Instituto de Arte e Restauro de Mosaicos de Madaba forma artesãos na arte da fabricação, reparação e restauração de mosaicos.

Conheça os destinos religiosos mais famosos do mundo

  • Turismo religioso pelo mundo - A Armênia, país localizado no continente asiático, foi a primeira nação do mundo a se tornar cristã. Mais de 90% da população segue a crença. Há belas igrejas para visitar por lá
  • Bangladesh, também na Ásia, é um país quase que totalmente rodeado pela Índia. O islã é a religião predominante por lá, seguido pelo hinduísmo. Destaque para os diversos templos da região
  • A Geórgia é um país europeu cuja a população, em sua maioria, é praticante do catolicismo ortodoxo. Desde 1994, a Catedral de Bagrati é reconhecida como patrimônio mundial pela Unesco
  • Na África, o Marrocos é outros país em que o islamismo se faz presente. É a religião oficial reconhecida pelo Estado, apesar de existirem muitos judeus e cristãos na nação. Uma vez lá, não deixe de visitar as mesquitas e mercados árabes
  • Mais da metade da população do Fiji, país insular da Oceania, é cristã. O hinduísmo também tem seguidores no local. O templo Sri Siva Subramaniya Swami, na cidade de Nadi, é um dos mais belos da nação
  • Mais de 70% da população da África do Sul é cristã. O hinduísmo também se faz presente, como poe ser visto no enorme templo dedicado à religião na cidade de Bronkhorstspruit
  • No Quênia, o cristianismo tem predominância, com destaque também para o islamismo. O país é famoso pelo café, pelas danças animadas e pelas roupas coloridas usadas pelos nativos
  • A Macedônia é um país em que a população se divida basicamente entre muçulmanos e católicos ortodoxos. A igreja de Santa Sofia, na pequena cidade de Acrida, atrai visitantes por guardar registros da história de Jesus Cristo
  • Mais de 90% da população do Paquistão, na Ásia, é muçulmana. A mesquita de Badshahi Mosque é histórica e fica na cidade de Lahore. Vale a visita
  • As Filipinas são outro país asiático em que o cristianismo tem grande influência. Cerca de 70% da população é praticante do catolicismo romano. A Catedral de Manila é uma das mais antigas do local e pode ser visitada
  • Na Nigéria, a população se divide entre o catolicismo e o islamismo. A Mesquita Nacional de Abuja, na capital, é um dos pontos turísticos do país
  • Na Indonésia, o governo reconhece oficialmente seis religiões. Os templos budistas são atrativos no país, com destaque para o Borobodu, construído no século 9
  • Na cidade de Lhasa, no Tibete, que pertence à China, encontra-se o Palácio Potala. O local foi residência do líder religioso budista Dahlai-Lama até 1959. Possui cerca de mil aposentos e é aberto para visitação
  • Em Israel, a maioria da população é formada por judeus; mas o islamismo também exerce influência no país. A cidade de Jerusalém, onde fica o Muro das Lamentações, é sagrada para ambas as religiões, assim como para os cristãos
  • País-sede da Igreja Católica, o Vaticano atrai visitantes de diversas partes do mundo. A Basílica e a Praça de São Pedro são os principais pontos de visitação dos peregrinos, bem como os Museus do Vaticano
  • Na Turquia é possível visitar a Mesquita Azul. A arquitetura do local enche os olhos dos visitantes e está localizada bem em frente a outro marco da cidade, a Basílica de Santa Sofia, que funcionou como templo ortodoxo, católico e muçulmano antes de se transformar em museu
  • Crédito: Pixabay
    A cidade de Meca, na Arábia Saudita, é considerada santa pelos muçulmanos. A Grande Mesquita foi a primeira construída sob as ordem do profeta Maomé, de acordo com a crença