Crédito:

Londres e Paris são bons destinos para quem gosta de gastronomia

5 de março de 2020

Por Redação

Londres (Inglaterra) e Paris (França) figuram entre as cidades mais charmosas e disputadas pelos turistas. Além de história e das paisagens encantadoras, os destinos são referências pela concentração de riquezas de sabores. Por isso, quem gosta de viver experiências gastronômicas encontra ótimas opções.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Opções em Paris 

Em Paris, o restaurante Le Baudelaire, dono de uma estrela Michelin, fica no cinco estrelas Le Burgundy. O local é comandado pelo chef executivo Guillaume Goupil e pelo chef pâtissier Pascal Hainigue. Como não podia ser diferente, o menu é baseado na tradicional cozinha francesa, mas com ricos traços de inventividade e contemporaneidade. No cardápio, destaque fica por conta da torta de legumes sazonais e trufas negras. Para sobremesa ou chá da tarde, a dica é provar o religieuse de caramelo picante, praliné de amêndoas e shiso de abacaxi.

Vale destacar que os pratos podem variar ao longo do ano. Isso porque o chef Guillaume Goupil acompanha pessoalmente o fornecimento de produtos na região de Paris e, quando eles não chegam à qualidade exigida, são temporariamente substituídos.

Disponíveis para almoço e jantar, o restaurante e o bar Le Charles são espaços disputados entre parisienses e estrangeiros que visitam o hotel. Para desfrutá-los, a novidade é a oferta Michelin Star Stay & Dine, que inclui recepção especial com garrafa de vinho e delícias do chef no check-in, café da manhã buffet, jantar degustação para duas pessoas com bebidas não inclusas e, para finalizar, uma surpresa preparada pelo chef Hainigue no dia da partida.

Opções em Londres 

Em Londres, o convite é desacelerar no santuário e hotel cinco estrelas The Prince Akatoki, na região de Marylebone. No coração londrino, o local é cenário para equilibrar as energias enquanto celebra a arte, a elegância, os rituais e a hospitalidade japonesa. Assim como a decoração e atmosfera unem as tradições do Japão com referências modernas e globais, a culinária também segue esses passos. O restaurante TOKii tem menu com mix de sabores orientais e ocidentais com várias possibilidades da fusion cuisine.

Para começar, valer a pena apostar no desejado e elogiado wagyu beef, corte bovino tradicional japonês conhecido como o steak mais luxuoso do mundo. Ainda no menu, que prioriza pratos com apresentação delicada e assertiva, há opções como noodles de chá verde, brocólis, pimenta e gengibre, tartare de atum, ceviche de tomate, tempura de tofu, entre outros. Há também cardápios especiais para chá da tarde, brunch, almoço express e menu ocidental. Entre tantas opções, os visitantes podem participar de uma masterclass de sushi com os melhores produtos e chefs.

Ainda no The Price Akatoki, vale a pena destacar o elegante Malt Lounge & Bar, que oferece carta com rara quantidade dos mais apreciados uísques do mundo, como edições especiais dos japoneses Chichibu e Nikka, além de coquetéis preparados com saquê.

As melhores comidas e bebidas para provar em outros países

Na galeria, veja guloseimas típicas de diferentes países:

  • O stroopwafel é uma das joias da cultura holandesa. O doce é uma espécie de bolacha waffle macia recheada com caramelo. Vai muito bem com um cafezinho ou chá
  • Crédito: Photo by Denise Spijker on Unsplash
    Stroopwafel
  • Se você for à Irlanda, não deixe de fazer uma parada em um pub para tomar ao menos um pint (copo com cerca de meio litro) de Guinness. A cerveja stout é um dos ícones do país
  • Crédito: Pixabay
    Guinness
  • O peixe frito com batatas é um dos pratos mais famosos da Inglaterra. Basta entrar em qualquer pub ou restaurante para encontrar a opção fish n chips no cardápio
  • Crédito: Photo by Andy Wang on Unsplash
    Fish and chips
  • Quem vai ao Peru não pode deixar de experimentar o ceviche. Os cubinhos de peixe com notas cítricas são extremamente saborosos
  • Crédito: Photo by Pirata Studio Film on Unsplash
    Ceviche
  • O pastel de nata é uma das grandes estrelas do bairro do Belém, em Lisboa, Portugal. No Brasil, ele é mais conhecido como pastelzinho de Belém
  • Crédito: Photo by Bianca Sbircea-Constantin on Unsplash
    Pastel de Nata
  • Crédito: avlxyz via Visualhunt / CC BY-SA
    O croque monsieur é basicamente um pão tostado com molho bechamel, presunto e queijo derretido (ou gratinado). É uma das muitas delícias gastronômicas encontradas na França
  • Crédito: Wikimedia/Michael Brewer
    Croque monsieur
  • Crédito: Reprodução
    No arquipélago africano de Seychelles, o destaque fica por conta do rum Takamaka. A bebida destilada é produzida com um açúcar orgânico que cresce em quatro regiões da ilha de Mahé e é cultivado por cooperativas independentes de fazendeiros
  • Alguns historiadores acreditam que a batata frita é uma invenção belga. Crocantes por fora e macias por dentro, as porções são vendidas na rua e servidas em cones de papel
  • Crédito: Photo by Sahand Babali on Unsplash
    Batata frita
  • Crédito:
    No Canadá, a batata frita é servida de forma diferente: coberta com queijo e caldo de carne. O prato típico é conhecido como poutine
  • Crédito: Pixabay
    Poutine
  • A apple pie (torta de maçã) dos Estados Unidos é divina. Quem quiser partir para algo salgado pode parar em uma lanchonete para comer um hambúrguer acompanhado de milk-shake
  • Crédito: Photo by Patrick Fore on Unsplash
    Torta de maçã
  • Crédito: Muffet via Visual Hunt / CC BY
    Comum na Rússia e na Ucrânia, a sopa borscht é feita com beterraba, batata, cenoura, repolho e pedaços de carne
  • Crédito: Pixabay
    Borscht
  • A comida tradicional do México é mais caliente do que a maioria das opções encontradas no Brasil. Não deixe de provar os famosos tacos, nachos e burritos
  • Crédito: Photo by Ryan Concepcion on Unsplash
    Burritos
  • Salgado e amargo, o vegemite é feito com levedura de cerveja. A galera da Austrália e Nova Zelândia gosta de passar a pasta no pão torrado
  • Crédito: Wikimedia/Hughessd01
    Vegemite
  • Na Itália, é praticamente impossível achar uma comida que não seja maravilhosa. As formiguinhas de plantão precisam experimentar os tradicionais sorvetes (gelatto) do país
  • Crédito: Photo by Katie Smetherman on Unsplash
    Gelatto
  • O jamón é uma das atrações gastronômicas mais famosas da Espanha. Vale a pena comprar sanduíches feitos com o presunto curado
  • Crédito: Photo by Thomas Vogel on Unsplash
    Jamón
  • O pierogi é uma espécie de pastelzinho típico da Polônia. A receita original é recheada com batata, queijo e cebola, mas também dá para encontrar variações com carne e ervas
  • Crédito: Pixabay
    Pierogi
  • O esquema na Alemanha é pedir um joelho de porco acompanhado de boas canecas de cerveja. O pretzel também é bem tradicional por lá
  • Crédito: Pixabay
    Joelho de porco