Crédito: Divulgação

Liviajando agita Instagram com conteúdo de turismo

16 de janeiro de 2017

Por Maria Beatriz Vaccari

E a série de entrevistas do Rota de Férias com influenciadores digitais de turismo continua! Para abrir o ano com chave de ouro, batemos um papo com a carismática Lívia Lopes, dona do Instagram Liviajando. A profissional, que também atua como assessora jurídica, nasceu e cresceu em Brasília (DF). “Acho que é por isso que viajo tanto para lugares com praia”, brinca. Na entrevista abaixo, Lívia conta como se tornou um fenômeno na rede social de fotos e dá dicas para quem quer seguir o mesmo caminho. Confira:

Rota de Férias: Por que você decidiu apostar na área de turismo?

Lívia Lopes: Sempre viajei bastante!  Muito, muito mesmo. Desde pequena eu e minha família viajávamos de carro. Também passeava com amigos, mas há cinco anos comecei a turistar sozinha. Um mundo de destinos e possibilidades se abriu para mim! Em 2015, criei o Instagram de forma despretensiosa. Era mais para mostrar às pessoas minhas aventuras pelo mundo e compartilhar dicas.

Foto: Divulgação
Liviajando já conquistou mais de 50 mil seguidores no Instagram

RF: Qual é o objetivo do Liviajando?

LL: O Liviajando tem como objetivo mais importante inspirar os seguidores a viajarem com mais frequência, qualidade e liberdade. É nele que eu publico fotos e dou informações sobre lugares turísticos, hospedagem, gastronomia – sou louca por uma boa cozinha – e tudo o que interessa a um viajante. Isso tudo ajudar os seguidores com o planejamento e a organização de roteiros e com a descoberta de novos destinos.

RF: Qual é o público-alvo da página?

LL: A página atrai seguidores de dois tipos: tanto a galera mochileira, que viaja de modo econômico e busca destinos e roteiros de aventura, quanto os viajantes de alta renda e perfil mais sofisticado, que gostam de serviços de primeira qualidade e buscam mais conforto e exclusividade em suas viagens. O ponto em comum desses dois perfis é que o foco da página é o viajante independente, aquele bem informado, que viaja com liberdade, fecha o roteiro por conta própria, procura uma maior imersão na cultura local, curte fazer uma viagem mais interativa com o destino e está atrás de experiências diferentes e personalizadas por onde vai.

RF: Quando percebeu que seria legal investir em mídias sociais e se tornar uma influenciadora de público?

LL: A ideia sempre foi mostrar à família e aos amigos os lugares por onde estive. Sou apaixonada por fotografia, turismo de experiência, slow travels e amo escrever. Por isso, dar dicas de viagem é algo bem natural pra mim. As pessoas foram se interessando cada vez mais pela página e o Liviajando cresceu de forma muito rápida! Em 2015, fiz uma viagem de 40 dias pela Grécia. Foi quando a página “explodiu” de vez e realmente teve um crescimento expressivo. Acho que viajei com mil seguidores e voltei com uns oito mil. Hoje em dia já passou dos 55 mil. Estou muito feliz e ainda tentando acompanhar isso (risos)!

Foto: Divulgação
20150724_110708-01
Lívia começou a bombar de vez na rede social com fotos de sua viagem à Grécia

RF: Como é ser uma influenciadora digital?

LL: Influenciar o público é uma coisa que acontece naturalmente. Vejo que as pessoas têm bastante interesse em saber mais sobre lugares pouco explorados e por experiências verdadeiras e sinceras. A página tem bem a minha cara. Tudo que está ali são experiências reais, minha visão dos lugares, meu modo de falar. Escrevo como se estivesse conversando com amigos – realmente muitos seguidores passaram de leitores a verdadeiros amigos.

RF: Em quais mídias sociais você atua mais?

LL: Estou usando basicamente o Instagram. É a rede perfeita para o Liviajando, porque sempre fui aficionada por fotografia. Criei a página Liviajando também no Facebook, mas ainda preciso organizá-la, já que tem me faltado tempo para isso. Eu usava o Snapchat, mas parei depois da criação do Instagram Stories.

RF: Como você fez para atrair seguidores no começo?

LL: Imagino que outras pessoas começaram a se interessar porque sempre tive a preocupação de publicar fotos de qualidade, tratadas com muito carinho e com o mínimo de filtro. Procuro ressaltar a beleza “natural” do lugar. Também coloco legendas com dicas úteis sobre os destinos e sempre marco o país e a cidade nas hashtags. Isso atrai o público que busca informações e fotos sobre determinado destino. Dedico-me a apresentar um conteúdo de qualidade para que a audiência cresça naturalmente.

RF: De que forma você trabalha a manutenção e conquista de novos seguidores?

LL: O mais importante é a qualidade da galeria. Também acho válido manter contato direto com os seguidores. Muitas pessoas me procuram por mensagem ou e-mail e eu respondo perguntas, dou dicas, sugiro roteiros, melhor época pra ir e por aí vai. Acho muito bacana essa interação com os seguidores, e não tenho palavras para agradecer o carinho que sempre tenho recebido. O público gosta dessas atitudes, se mantêm ativo na página e a recomenda. Além disso, interagir com outros perfis de viagem no Instagram também ajuda a atrair novos seguidores.

Foto: Divulgação
20160119_133104-01
Profissional acredita que é preciso interagir com seguidores e outros profissionais da área

RF: Você usa algum macete na hora de fazer as postagens?

LL: Não tenho muitos macetes de postagem. Acho importante publicar fotos diariamente, para que os seguidores saibam que a página é ativa e que todo dia tem novidade. Posto sempre no período da noite, que é quando tenho tempo livre e  vejo melhores resultados.

RF: Fale mais sobre a importância de ser atuante em outras páginas do gênero.

LL: Interação é a alma do negócio! Desde a mudança do algoritmo do Instagram, que agora mostra as fotos por relevância, é fundamental interagir com outras páginas para que suas publicações tenham maior alcance. Eu, por exemplo, faço reposts uma vez por semana. Escolho uma foto bem bonita, que tenha o perfil da minha galeria, troco posts com algum amigo ou pego imagens com a hashtag #liviajando. Dessa forma, além da interação com esses “Instas”, os seguidores também ficam conhecendo outras páginas interessantes.

RF: Qual é a sua opinião sobre os recursos pagos para atrair seguidores?

LL: Nunca usei ferramentas de impulsionamento de posts, nem pesquisei sobre o assunto. Sobre a compra de seguidores: miga, sua louca! Não faça isso (risos)! De nada adianta ter um Instagram com grande número de seguidores se não há engajamento real nele. Seguidores falsos não viajam, não interagem e não compram. O mercado tem ciência disso. Não é de todo incomum ver páginas “bombadas” com um número enorme de followers, mas pouquíssimos comentários em cada foto. O número de fãs pode impressionar no início, mas analisando com mais cuidado, vemos claramente que são seguidores comprados.

RF: Quais equipamentos você usa para suas fotos e vídeos?

LL: Em minhas viagens eu uso uma câmera profissional Canon T3i, uma GoPro Hero 4 Silver e um celular Galaxy S7. A qualidade das fotos feitas com a câmera profissional é indiscutivelmente superior. Ela é meu xodó e vai comigo pra quase todo lugar. No entanto, ela é mais pesadinha e ocupa um certo espaço, então em alguns passeios opto por fazer as fotos com o celular. Uso a câmera do smartphone também para fazer os stories do Instagram. A galera curte bastante essas postagens em tempo real. Amo a GoPro, que é fundamental para fotos subaquáticas. Quase não uso pau de selfie. A verdade é que eu não gosto de selfie. Acho que tanto o pau de selfie quanto o nosso braço esticado tiram muito da beleza da foto. Quando viajo sozinha curto mais o bom e velho “pode tirar uma foto pra mim?” (risos).  De acessórios para fotos, um dos que mais utilizo é o dome, que permite tirar fotos metade dentro d’água e metade fora. Ficam lindas!

Foto: Divulgação
DCIM106GOPROG2946731.
Acessório dome é boa opção para fotos na água

RF: Quais ferramentas de edição e tipos de efeito em imagem você costuma usar mais?

LL: Edito as fotos da câmera profissional no Lightroom. Para as do celular e da GoPro uso o app Snapseed. Trato basicamente luz, contraste e saturação. Minha ideia é sempre deixar as fotos o mais naturais possível. Afinal, paraíso não precisa de filtro, né? Para montagens de fotos uso o Pics Art, e para edição de vídeos o Adobe Clip. Tudo no celular mesmo.

RF: Além de conquistar audiência, é possível ganhar dinheiro e monetizar o negócio por meio das mídias sociais?

LL: Claro! As mídias sociais são as queridinhas do momento para publicidade, principalmente pelo custo baixo em comparação com outros meios de divulgação. Com conteúdo de qualidade é possível atrair colaboradores para divulgar destinos, hotéis, restaurantes, produtos e serviços. Tenho feito boas parcerias, desde divulgação de produtos até press trips. Mas em primeiro lugar vem meu compromisso com os seguidores. Só divulgo produtos que passaram pelo alto nível de exigência “livístico” (risos). Minha página tem a minha cara e é uma extensão da minha vida. Só aceito divulgar produtos e serviços de qualidade e de interesse dos meus leitores. Passo minha opinião com total sinceridade e transparência. Os seguidores sabem disso, o que é de extrema importância para garantir a credibilidade da página.

RF: Diante de toda a sua experiência, conte-nos qual é o lugar do mundo que mais te encantou?

LL: Que pergunta difícil! São tantos destinos visitados e tantos sonhos de viagem realizados que é impossível responder na lata! A Grécia com certeza foi um lugar especial para mim: história e arte me fascinam e o país tem uma bagagem cultural enorme. Sem falar das praias maravilhosas, gastronomia impecável, festas badaladas e paisagens de sonho. A Colômbia também é desses países que me marcaram: praias caribenhas, cidades charmosas, boa comida, pessoas cheias de sorrisos e conversas! Foi uma das viagens na qual mais fiz amigos! Machu Picchu me emocionou muito. A energia e a história daquele lugar são incríveis. E o Havaí também. O pôr do sol em North Shore é inesquecível. Dentro do Brasil tem alguns lugares que moram no meu coração, como Jericoacoara (CE), Pipa (RN) e Moreré (BA).

Foto: Divulgação
Lívia pretende continuar dando dicas e investindo no Liviajando

RF: Quais são os seus próximos objetivos?

LL: O Liviajando já chegou muito mais longe do que eu poderia imaginar. Todo mundo me cobra um blog de viagens. Tenho muita vontade de escrever mais sobre minhas trips, mas o que tem me faltado é tempo. Mas quem sabe esse projeto não saia do forno em 2017.

RF: Quais dicas você daria para quem deseja se tornar um social media influencer de turismo?

LL: Em primeiro lugar, publique sempre material de qualidade. Boas fotos, textos bem escritos e muita atenção na hora de editar seu conteúdo. E tenha sempre muita dedicação! Tornar-se uma página expressiva exige tempo, trabalho e paciência. Faça com amor e coloque o melhor de você no projeto. Tenha um diferencial. É importante você se destacar em meio a tantos outros sites de viagem. Por fim, aproveite o melhor dessa experiência, que é enriquecer sua bagagem com novos destinos e culturas! Conheça novas pessoas, ouça e conte suas histórias. Pé na estrada! Aproveita e me chama (risos)!