Crédito: Thalita Ribeiro / Rota de Férias

Halloween no interior de São Paulo tem atração inédita no Brasil

31 de outubro de 2018

Por Redação

A cerca de 70 quilômetros de São Paulo, em Suzano, o parque de diversão e aquático Magic City inaugurou as Noites de Terror na última sexta-feira (26 de outubro). A atração foi desenvolvida em comemoração ao Halloween, e o Rota de Férias acompanhou de perto o primeiro dia de evento. Um público animado e ansioso por sustos e brincadeiras ocupou o espaço, que teve como inspiração as lendas e histórias da cultura japonesa.

LEIA MAIS: HOTEL COM SPA É OPÇÃO PARA RELAXAR PRÓXIMO DE SÃO PAULO
CONHEÇA AS PRINCIPAIS PRAIAS DE SÃO SEBASTIÃO, NO LITORAL DE SÃO PAULO

Halloween no interior de São Paulo

A atração especial de Halloween começou às 18h, em um espaço anexo ao Magic City, com muito verde. O clima de inverno, em plena primavera, contribuiu para a proposta de sustos e brincadeiras. “É algo que nunca foi feito no Brasil. O parque apostou nessa megafloresta para despertar algo que tem a ver com o terror psicológico e com cenários realistas, com neblina de verdade”, disse Laura Rocha, uma das idealizadoras do evento.

“Aproveitamos os 110 anos de imigração japonesa como tema. Trouxemos esse DNA para o local, aplicando-o junto aos atores e às produtoras. Construímos a história a partir das lendas japonesas e do legado dessa cultura. Há um lado de inspiração bem moderno, que é o dos games, mangás e animes, e outro das lendas tradicionais. O terror psicológico está muito inserido neste contexto”, explica Laura.

Atrações

O espaço das Noites de Terror foi dividido em dois. No dia da inauguração do evento, o que fica na parte de baixo do terreno tinha um palco, barracas de comida e pintura artística, além de decoração de Halloween. Foi neste cenário que um grupo de taiko (percussão japonesa) abriu a apresentação, seguido por um show de terror. Os monstros que assustariam os visitantes em seguida subiram no palco e contaram a sua história.

A apresentação durou cerca de uma hora. Dos monstros e personagens presentes na atração, alguns eram velhos conhecidos do público. A Samara, de O Chamado, era um deles. O Grito completava a trupe que, ao todo, era formada por 20 atores.

Thalita Ribeiro / Rota de Férias
Show de abertura com os monstros

Área do medo

Ao término do show, os visitantes foram liberados para acessar, em grupos, a área dos sustos. O percurso das Noites de Terror começou em uma subida a pé, em caminho de terra (A Trilha da Morte), com sons e aparição de monstros. A primeira parte termina em uma área que foi transformada em cemitério, com duas atrações para novos percursos: a Casa da Samara e a Black Cat Mansion (filme de terror japonês).

Ambos os ambientes contam com corredores escuros, monstros e cenários assustadores. Os visitantes podem escolher qual das duas casas querem visitar primeiro. A da Samara, por exemplo, concentra salas abandonadas. A personagem e outros seres assustadores perseguem os visitantes até a saída.

Depois do tour pelas duas casas de terror, o esquema é seguir por uma estrada de terra à meia luz, cercada por mato e árvores. Este o caminho da Floresta dos Suicidas, onde mais monstros podem aparecer e correr atrás das pessoas até o final do percurso.

Thalita Ribeiro / Rota de Férias
Parte do cenário das Noites de Terror do parque. Ao fundo está o Kasato Maru, navio que marcou a imigração japonesa em 1908

Organização

Laura tem em seu currículo a organização das Noites de Terror do Playcenter, antigo parque de diversão na capital de São Paulo, que funcionou até 2012. Ainda sobre a produção do evento deste ano, a profissional conta mais sobre as características locais presentes na atração. “Fomos misturando a origem do medo dentro das lendas japonesas e buscando referências locais. Por exemplo, Suzano é a capital do Pokemón. Então, a gente ligou os detalhes e criamos um resultado único.”

Não há limite de idade dos participantes para a atração de Halloween. Entretanto, Laura faz recomendações para os pequenos que vão ao parque. “A gente sabe que as crianças menores também gostam desse tipo de evento, mas na hora elas sentem medo. Por isso, não aconselhamos menores de 10 anos não acompanhados na área superior, com as casas”, afirma.

Serviço

A atração está marcada às sextas-feiras e aos sábados, das 18h às 21h, até 24 de novembro. O Magic City é um complexo com parque aquático, de diversão e hospedagem. É possível comprar o ingresso para passar o dia por lá e aproveitar as Noites de Terror por R$ 60. Caso os visitantes queiram curtir o evento de Halloween em outro dia, o tíquete à parte custa R$ 20. Menores de cinco anos acompanhados tem entrada gratuita.

Álbum de fotos 

Confira na galeria um pouco do que rolou na estreia do evento de Halloween no interior de Sao Paulo:

  • Crédito: Thalita Ribeiro / Rota de Férias
    Apresentação de taiko, que abriu as Noites de Terror no Magic City
  • Crédito: Thalita Ribeiro / Rota de Férias
    Apresentação de taiko, que abriu as Noites de Terror no Magic City
  • Crédito: Thalita Ribeiro / Rota de Férias
    Parte do cenário das Noites de Terror do parque. Ao fundo está o Kasato Maru, navio que marcou a imigração japonesa em 1908
  • Crédito: Thalita Ribeiro / Rota de Férias
    Mais um pouco do cenário perto da área de área de show das Noites de Terror
  • Crédito: Thalita Ribeiro / Rota de Férias
    Apresentação de abertura, já com os monstros no palco
  • Crédito: Thalita Ribeiro / Rota de Férias
    Apresentação de abertura, já com os monstros no palco