Crédito: Divulgação

Histórias marcam o Festival Vale do Café 2019, no Vale do Paraíba

1 de julho de 2019

Por Redação

Uma sinfonia monumental invadirá o Vale do Paraíba (SP e RJ),durante o 17º Festival Vale do Café, que rola entre 18 e 28 de julho. Cerca de 12 fazendas históricas receberão os concertos e abrirão as portas de suas construções seculares.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Divulgação
Paisagens rurais, como a da Fazenda Ponte Alta, compõe o Festival Vale do Café | Divulgação
Paisagens rurais, como a da Fazenda Ponte Alta, compõe o Festival Vale do Café

Festival Vale do Café

O Festival Vale do Café obteve, ao longo de sua história, importantes reconhecimentos, como o Prêmio de Cultura do Estado do Rio de Janeiro na categoria Empreendedorismo. Além disso, a festa faz parte do Calendário Oficial de Eventos do Estado, devido a sua importância econômica e cultural.

O evento leva música de qualidade para as antigas fazendas de café. Além de contribuir para a divulgação deste patrimônio, o Festival Vale do Café é importante para a economia de cidades como Rio das Flores, Vassouras, Barra do Piraí, Conservatória, Valença e Paty do Alferes.

LEIA MAIS: PASSEIO DE TREM É OPÇÃO PARA CONHECER CAMPOS DO JORDÃO
CURTA OS MAIORES FESTIVAIS DE MÚSICA DO MUNDO

Divulgação
Instrumentos como harpa, violino e violão roubam a cena durante o festival | Divulgação
Instrumentos como harpa, violino e violão roubam a cena durante o festival

Atrações

O evento oferecerá concertos exclusivos, sabores da gastronomia local e a oportunidade de visitar alguns dos mais importantes patrimônios históricos da região.

Os shows vão acontecer nos dois últimos finais de semana do mês de julho – de 19 a 21 e de 26 a 28 de julho -, e incluem atrações como Rosana Lanzelotte, Leo Gandelman, Turibio Santos, Victor Biglione, Wagner Tiso, Zé Paulo Becker e o grupo Semente. Nesta edição, o evento relembra os 65 anos de ausência de Villa-Lobos e 25 anos sem Tom Jobim.

Vale destacar que esses concertos são pagos à parte. Entretanto, também dá para aproveitar apresentações gratuitas. Na quinta-feira, 18/07, às 20h, a Igreja Matriz de Vassouras recebe Maria Teresa Madeira e João Bani para o espetáculo João e Maria.

Divulgação
Apresentações musicais acontecem nos dias do evento | Divulgação
Apresentações musicais acontecem nos dias do evento

Sábado, 20 de julho, também às 20h, será a vez de Paty do Alferes. O compositor e musicólogo Turibio Santos convida os moradores e visitantes da cidade para uma “Viagem à Espanha”. Em seu espetáculo gratuito, ele guia a plateia por Alhambra, Majorca, Sevilha e Asturias, sempre acompanhado pelos maiores compositores do país, Sor, Tárrega, de Falla, Albeniz e muitos outros.

Rio das Flores terá a oportunidade de conferir a qualidade sonora do primeiro bacharel em cavaquinho do Brasil: Pedro Cantalice. Com seu grupo, ele apresentará o concerto Cavaquinho no Samba e no Choro, dia 26 de julho, às 20h, no Centro Cultural Professor Antônio Pacheco Leão.

Divulgação
Cursos de instrumento e vocalização musical acontecem na programação do evento | Divulgação
Cursos de instrumento e vocalização musical acontecem na programação do evento

Cursos

Para os apaixonados por música, o espetáculo inclui ainda em sua programação cursos gratuitos de voz e instrumentalização. Ao longo de sua história, essas aulas já deram oportunidade a mais de quatro mil alunos.

O objetivo é permitir o aperfeiçoamento musical dos participantes, reforçando sua paixão pela música. São milhares de histórias marcantes que estimularam a profissionalização de jovens aprendizes, valorizando a inserção social por meio da música.

Este ano, o Festival Vale do Café oferecerá seis cursos gratuitos, em Vassouras, de 22 a 26 de julho, das 9h às 17h. A professora e soprano Carol McDavit dará as aulas de canto. Já Pedro Cantalice será professor de cavaquinho e bandolim. O acadêmico, membro da Academia Brasileira de Música, Celso Woltzenlogel, ensinará flauta.

Os alunos que desejarem aprofundar o conhecimento em violino por meio do método Suzuki terão a supervisão da professora Suray Soren. Já o pessoal que quiser aprender violão contará com duas turmas ministradas por Ulisses Rocha, professor doutor da Unicamp e pelo diretor artístico do festival, Turibio Santos.

Divulgação
Artistas nacionais e internacionais compõe a 17ª edição do Festival Vale do Café | Divulgação
Artistas nacionais e internacionais compõe a 17ª edição do Festival Vale do Café

Serviço: 

Ingressos: R$ 150 inteira; R$ 75 meia
Ingressos Populares: R$ 75 inteira, R$ 37,50 meia
Classificação: Livre

Programação paga nas Fazendas Históricas:

Sexta-Feira, 19/07
11h – Fazenda União, Rio das Flores. David Ganc e Fabio Adour – Encontros: Villa-Lobos e Jobim.
16h – Fazenda Mulungu Vermelho, Vassouras. Eduardo Neves e Gafieira de Bolso – De Severino Araújo e Pixinguinha à Jobim e Donato.

Sábado, 20/07
11h – Fazenda do Secretário, Vassouras. Duo Consonâncias – Villa-Lobos e seu legado na canção brasileira.
16h – Fazenda São Fernando, Vassouras. Zé Paulo Becker e Grupo Semente – Choros Jazz.

Domingo, 21/07
11h – Fazenda da Taquara, Barra do Piraí. Ulisses Rocha – Eu moro na Villa Jobim.
16h – Fazenda Alliança, Barra do Piraí. Rosana Lanzelotte – Part. Especial Madá Nery – 200 anos de Dona Maria II de Portugal.

Sexta-Feira, 26/07

11h – Fazenda Florença, Conservatória. Duo Yvytú – Villa-Lobos e Piazzola.
16h – Fazenda Vista Alegre, Valença. Carol McDavit- O encanto da opereta e do teatro musical

Sábado, 27/07
11h – Fazenda das Palmas, Vassouras. Duo Interarte – Villa Lobos: violão e cello
16h – Fazenda São Luis da Boa Sorte, Vassouras. Victor Biglione e Wagner Tiso – Part. Especial Marcio Mallard – Cordas Panamericanas

Domingo, 28/07
11h – Fazenda São João da Prosperidade, Barra do Piraí. Turibio e Leo Gandelman – Surpresas de Villa-Lobos
16h – Fazenda Ponte Alta, Barra do Piraí. Choro Novo – Para além do choro

Divulgação
Fazendas históricas atraem turistas | Divulgação
Fazendas históricas atraem turistas

Programação gratuita nas cidades:

Vassouras
18/07 (Qui), 20h. Igreja Matriz de Vassouras. Maria Teresa Madeira e João Bani – João e Maria.

Paty do Alferes
20/07 (Sex). 20h. C. C. Maestro José Figueira. Turibio Santos – Uma viagem à Espanha

Rio das Flores
26/07 (Sab), 20h. C. C. Professor Antonio Pacheco Leão. Pedro Cantalice e grupo – Cavaquinho no samba e no choro

Festas mais populares do Brasil

Carnaval, Festa Junina e Folia dos Reis são só algumas das festas mais populares do Brasil, que agitam o País ao longo do ano. Quem quiser participar desses grandes eventos pode aproveitar para planejar o passeio com alguns dias ou até meses de antecedência. O Rota de Férias separou uma galeria com as principais celebrações do Brasil.