Crédito: Divulgação

Encaramos a montanha-russa mais rápida do mundo

12 de outubro de 2017

Por Paulo Basso Jr.

De longe é possível avistar o telhado vermelho com o símbolo do cavalinho rampante que encobre o Ferrari World, maior parque temático indoor do mundo. Erguido na Yas Island, uma das ilhas da fantasia de Abu Dhabi, ao lado do belíssimo autódromo da capital dos Emirados Árabes Unidos, o complexo abriga a Formula Rossa, montanha-russa mais rápida do mundo.

LEIA MAIS: Universal: área do Harry Potter vai ganhar nova montanha-russa
Orlando ganha primeira montanha-russa com realidade virtual

Capaz de atingir 240 km/h, 34 km/h a mais do que a segunda colocada no ranking mundial, a Kingda Ka, situada no Six Flags de New Jersey, nos Estados Unidos, a atração fica próxima à entrada do parque e tem a maior parte dos trilhos exposta em um ambiente externo. Quem cruza a entrada principal tem a oportunidade de pensar duas vezes ao passar por um mirante, de onde se observa o carrinho arrancando rápido, antes de descer uma escadaria que leva à fila.

Próximo ao momento de embarcar, o visitante deve deixar as malas e as máquinas fotográficas com uma atendente, que entrega uma pulseira de identificação para retirada ao término da experiência. Alguns metros depois são distribuídos óculos de proteção de uso obrigatório – quem usa óculos ganha um maior, que encobre o de grau.

Há uma fila específica para quem deseja ir à frente e outra para a galera de trás. O trenzinho simula um modelo de Fórmula 1 da Ferrari na parte dianteira, com pneus e tudo. Depois de embarcar, é hora de travar um cinto simples e baixar a barra dianteira, que pousa na altura da cintura. A partir daí, a recomendação é colocar a cabeça no encosto traseiro e manter a boca fechada.

O carrinho então avança um pouco, bem devagar, e para diante de um semáforo semelhante ao das provas de Fórmula 1. Quando a luz vermelha acende, é possível sentir a tensão no ar. Ninguém respira até o sinal verde, que precede uma arrancada assustadora. Em 2 segundos se alcança 100 km/h. Aos 4,9 segundos é atingida a velocidade máxima: 240 k/m.

Durante o trajeto, que dura 90 segundos, o vento forte soprado no deserto que envolve o emirado canta alto no ouvido, em meio a curvas e pequenas subidas e descidas. Não há loopings ou movimentos bruscos: quem manda na Formula Rossa é, realmente, a velocidade.

Outras atrações

O Ferrari World ainda conta com outra montanha-russa divertida, a Fiorano GT Challenge, que tem trilho duplo e simula uma corrida. Vale a pena ir às duas. Além disso, o parque tem simuladores de pilotagem, um interessante brinquedo de projeção que faz a galera “sobrevoar” a Itália e diversas áreas que funcionam como museus, com exposições de modelos de passeio e automobilismo desenvolvidos pela Ferrari desde a primeira metade do século 20.

O ingresso do complexo sai a 275 dirham, o equivalente a R$ 245. Lá dentro, todas as atrações são gratuitas, mas as comidas em estilo fast food e os suvenires vendidos nas lojinhas são caros. Para se ter uma ideia, um pedaço de pizza com refrigerante custa quase R$ 50 e um mísero chaveiro da Ferrari sai a R$ 60.

Confira mais informações sobre o Ferrari World Abu Dhabi aqui. Já um roteiro completo para curtir Abu Dhabi você encontra aqui.

  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Em 2 segundos, a Formula Rossa alcança 100 km/h. Aos 4,9 segundos é atingida a velocidade máxima: 240 k/m
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Durante o trajeto da Formula Rossa, o vento forte ecoa no ouvido. Óculos de proteção são obrigatórios
  • Crédito: Paulo Basso Jr.
    Ao todo, são 90 segundos de pura velocidade. Sem loopings, mas com curvas, subidas e pequenas descidas
  • Crédito: Divulgação
    O trenzinho simula um modelo de Fórmula 1 da Ferrari na parte dianteira, com pneus e tudo
  • Crédito: Divulgação
    a Fiorano GT Challenge é a outra montanha-russa do Ferrar World
  • Crédito: Divulgação
    Vista aérea do Ferrar World, parque temático situado em Abu Dhabi