Crédito: Pixabay

Dicas para dirigir nos Estados Unidos

13 13-03:00 dezembro 13-03:00 2017

Por Maria Beatriz Vaccari

Seja por necessidade ou por prazer em dirigir, quem aluga um carro nos Estados Unidos precisa estar sempre atento a documentações e regras exigidas no país. O Rota de Férias selecionou algumas dicas importantes para evitar problemas e garantir passeios de carro seguros em destinos norte-americanos.

LEIA MAIS: COMO TIRAR A PERMISSÃO INTERNACIONAL PARA DIRIGIR
DICAS PARA GASTAR MENOS COM O ALUGUEL DE CARROS

Reserva do carro
A reserva do veículo pode ser feita antes da viagem tanto pela internet como por telefone ou diretamente nos aeroportos dos Estados Unidos, nos balcões de locadoras automotivas. Normalmente, o motorista encontra preços mais atrativos quando reserva com antecedência. Vale a pena comparar as tarifas oferecidas pelas principais empresas do ramo, como Hertz, Dollar, Alamo e Sixt.

Alguns fatores, como categoria de veículo e ponto de retirada e de entrega do carro, podem influenciar diretamente no valor do pacote. É importante lembrar que praticamente todos os carros disponíveis para aluguel nos EUA são automáticos. Portanto, se você não sabe como dirigir este tipo de veículo, é melhor se familiarizar com as letras do câmbio: D (drive/dirigir), R (rear/ré), a P (park/estacionar) e N (neutral/ponto morto).

Para evitar problemas, o viajante também deve contratar um plano de seguro automotivo. Loss Damage Waiver (LDW) e Liability Insurance Supplement (LIS) são os mais comuns no país. O primeiro protege contra perda ou dano ao veículo alugado e o segundo acrescenta cobertura a terceiros no valor de até US$ 1 milhão.

Documentação
Os documentos necessários para dirigir nos Estados Unidos podem variar de cidade para cidade. As queridinhas dos brasileiros, como Miami e Orlando, exigem apenas a Carteira de Habilitação Nacional (CNH) original e dentro do prazo de validade. Outras, pedem a Permissão Internacional para Dirigir (PID). Por via das dúvidas, muitos viajantes preferem andar com as duas.

Clique aqui para saber como solicitar a PID e descobrir em quais países ela é válida.

Regras de trânsito
Ficar atento às regras de trânsito de cada estado é essencial para evitar problemas e multas. As dicar gerais são:

1. Respeite os sinais de “Pare”. Diferentemente dos brasileiros, os norte-americanos param o veículo totalmente antes de avançarem em uma via com essa sinalização. Apenas reduzir a velocidade pode render multa ao motorista.

2. Nos cruzamentos sem semáforo, passa quem chegar primeiro, organizadamente.

3. Alguns cruzamentos com semáforo permitem que o motorista faça conversões à direita mesmo quando a luz estiver vermelha. Se não houver nenhuma sinalização, é possível passar sem o risco de levar multa. Entretanto, é preciso parar e checar se não há risco de colisão com outros veículos ou pedestres. Vale lembrar que existem cruzamentos proíbem essa ação. Quando for o caso, o motorista vai ver uma placa com a frase “No Turn On Red” (Não vire no Vermelho), e deverá esperar pela luz verde.

4. Se o carro não for equipado com o sistema de luzes diurnas (Daytime Running Light – DRL), mantenha os faróis acesos o tempo todo.

5. Caso veja um ônibus escolar estacionado à frente, pare o carro antes de ultrapassá-lo. Todos os motoristas devem fazer isso até todas as crianças entrarem ou saírem do veículo. Durante o processo, o ônibus fica com uma placa “Stop” levantada. Assim que ela abaixar, o motorista têm permissão para continuar seu trajeto.

6. Diferentemente do Brasil, os pedágios em boa parte das rodovias norte-americanas não interditam as vias completamente. É preciso ficar atento às placas, que indicam a presença de cabines à frente. A galera com carros de aluguel deve cair para o lado indicado e pagar a taxa nas cabines. Quem seguir reto, sem parar nos guichês, precisa ter equipamentos semelhantes ao Sem Parar. Caso contrário, é multa na certa.