Águas cristalinas e belas paisagens são convite para conhecer o Mato Grosso

Águas cristalinas e belas paisagens são convite para conhecer o Mato Grosso

Redação
Do Rota de Férias

20/10/2017 | 17:51


Atualizada às 17h44

Para quem é apaixonado por natureza e belas paisagens, o Mato Grosso pode ser uma ótima opção para a próxima viagem de férias. O estado possui três dos principais biomas do país – Amazônia, Cerrado e Pantanal –, e as  atrações vão desde cachoeiras até mergulhos em rios com águas cristalinas. Confira algumas dos passeios que o resort Malai Manso separou, todos eles concentrados nas cidades de Nobres e Chapada dos Guimarães.

LEIA MAIS: CRUZEIRO FLUVIAL LEVA ÀS MARAVILHAS DA HOLANDA
DESCUBRA AS MARAVILHAS NATURAIS DO PARÁ

Nobres
Cidade que já teve a forte presença de indígenas, Nobres já foi rota do garimpo brasileiro e fica entre as cidades de Cuiabá e Diamantino. Quem conhece Bonito, no Mato Grosso do Sul, vai ver uma série de características semelhantes, mas com preços mais em conta e muito meno turistas para dividir os momentos diante daquelas maravilhas da natureza.

Águas cristalinas, grutas e cachoeiras conquistam quem visita o local e são um convite para mergulho e flutuação. Para essa última experiência, o Rio Salobra é bastante procurado. Afinal, nadar em suas águas transparentes e observar diversas espécies de peixe da região é uma delícia.

Chapada dos Guimarães
Uma das maiores cidades do mundo em extensão, a Chapada dos Guimarães é repleta de cachoeiras e sítios arqueológicos, com destaque para as atrações naturais do parque nacional, que tem mais de 3.000 m². Para quem curte, é possível fazer diversas trilhas por lá, que atendem a todos os tipos de preparo físico.

Uma das mais desejadas é a que leva ao Circuito das Cachoeiras, que conta com sete quedas d’água, todas elas acessíveis ao longo de sete quilômetro de caminhada (ida e volta). O passeio leva o dia inteiro e destaca uma série de mirantes, que proporcionam uma bela vista para paredões e mata da Chapada. Pode reservar espaço na memória, pois é difícil vai ser não tirar muitas fotos a cada parada.