Destinos para viajar sem deixar os esportes de lado

13 13-03:00 outubro 13-03:00 2017

Por Maria Beatriz Vaccari

Quem gosta esportes pode aproveitar viagens para tentar novas modalidades ou até praticar o de sempre em um local completamente diferente. A Global Vision Access, empresa de comunicação e marketing em turismo, separou os melhores destinos viajar sem deixar as modalidades esportivas de lado. Confira:

LEIA MAIS: Esportes para praticar em Barbados
Mônaco: atividades aquáticas para se divertir no verão

Noruega

Além de ser linda, a Noruega é um paraíso para quem gosta de esportes radicais. Dá para praticar esqui, caiaque, canoagem, moutain bike, rafting e até pular de bungee jump. Tudo isso pode ser feito em meio a cenários majestosos e diversificados. Cachoeiras, montanhas, geleiras e até fenômenos como o sol da meia-noite e a aurora boreal são algumas das atrações “extras” do país.

5382324970_b9ac70532f_b
As praias de Barbados são ótimas para praticar surfe

Barbados

A ilha caribenha de Barbados é uma boa opção para relaxar. Mas quem gosta de agitação também pode aproveitar as praias para praticar esportes como surfe, kitesurfe e windsurfe. Na praia de Bathsheba, por exemplo, as ondas chagam a 10 pés. Independentemente do nível da habilidade, qualquer pessoa consegue se divertir com uma prancha em Barbados.

Dinamarca

Um dos meios de transporte mais comuns da Dinamarca são as bicicletas. O país está preparado para atender as necessidades dos ciclistas nos grandes centros, como Copanhague, e também nas ciclovias mais afastadas. O aplicativo Bike & Stay ajuda os aventureiros a explorarem os 12 mil quilômetros de pistas para pedalar.

17196496812_eb2dcbd911_c
Seychelles é uma boa pedida para quem gosta de mergulhar

Mônaco

Graças a sua localização privilegiada, Mônaco é um prato cheio para quem gosta de esportes aquáticos. É possível aproveitar as águas cristalinas do local para praticar windsurfe, andar de banana boat, se aventurar em boias puxadas por barcos e até alugar um jet ski.

Seicheles

As 115 ilhas do arquipélago de Seicheles permitem que os mergulhadores explorem a vida marinha do local e ainda desbravem a natureza primitiva e os corais da região. Um dos principais atrativos é que, de setembro a novembro, as chances de encontrar tubarões-baleia são maiores.