Crédito: lenkaprucha por Pixabay

3 destinos naturais para conhecer na República Checa

9 09-03:00 março 09-03:00 2020

Por Redação

Tranquilidade e paz são alguns dos motivos pelos quais os turistas optam por fazer viagens para locais com mais verde e menos tumulto. Os viajantes que preferem estar conectados com a natureza vão adorar estas sugestões de destinos naturais para conhecer na República Checa. De cadeias de montanhas a lindos lagos glaciais, a região Boêmia oferece belas paisagens e muita aventura para os visitantes.

LEIA MAIS: 10 CASTELOS PARA VISITAR NA REPÚBLICA CHECA NO INVERNO
CONHEÇA OS NOVOS PATRIMÔNIOS DA UNESCO NA REPÚBLICA CHECA

3 destinos naturais para conhecer na República Checa

Krkonoše

Divulgação
Região de Krkonoše, na República Checa, onde está localizada a maior montanha do país – Sněžka

Para os aventureiros que gostam de se conectar com a natureza, uma ida à Krkonoše é essencial. Na região dessa cadeia de montanhas, os turistas poderão explorar cristas rochosas, geleiras, vales com florestas, caminhos equipados para excursões a pé e de bicicleta, cachoeiras, prados de montanha e vistas deslumbrantes.

Para os que não têm medo de altura e adrenalina, é possível fazer uma excursão à montanha mais alta da República Checa, Sněžka – com 1.603 m. Além de subir a pé, é possível pegar um teleférico que os levará de Obří důl em Pec pod Sněžkou à estação Rhoražová Hora, que fica a meio caminho. De lá é possível continuar a trilha até o topo. Outros pontos importantes são a nascente do rio Elba, as cachoeiras de Pančavský e Labský na encosta de Labský důl e a cachoeira Mumlavský vodopád, perto de Harrachov.

Krušné hory

Divulgação
Localizada na Boêmia Ocidental, Krušné hory é ideal para quem deseja fazer passeios de bicicleta ou caminhadas

Localizadas na Boêmia Ocidental, as montanhas de Krušné hory são um ótimo local para caminhadas e passeios de bicicletas. Além de ver colinas, florestas profundas e vastas pastagens, os visitantes podem conhecer diversas relíquias, castelos, palácios e spas na região.

Para aproveitar a natureza de cima, os turistas podem escalar a montanha mais alta da cordilheira, a Klínovec. No topo, eles encontrarão um mirante de 24m e um hotel já fechado. Esses edifícios são os mais antigos e mais altos das colinas Krušné hory.

Nessa região, os visitantes também conseguem conhecer mais sobre as relíquias técnicas, que remetem à antiga tradição da extração de ferro e a história contemporânea das minas de carvão. Além disso, é possível realizar uma visitar pelas antigas galerias da mina de prata e estanho, em Starý Martin, na cidade de Krupka, e Lehnschafter em Mikulov.

Šumava

Divulgação
Šumava é marcante por seus lagos glaciais Černé a ertoertovo (Lago Negro e Lago do Diabo)

Marcante por seus lagos glaciais, a Šumava é um destino ideal para quem gosta de entrar em contato com a natureza. Para ter uma bela vista panorâmica da região, os turistas podem subir a montanha Poledník e aproveitar seu mirante para observar florestas, prados e cadeias de montanhas.

Uma passeio essencial é caminhar ao longo da nascente do rio Moldava, para conhecer os famosos lagos glaciais, Černé a ertoertovo (Lago Negro e Lago do Diabo) e a turfeira Jezerní. Outra rota interessante é a stezka Povydří, que começa na cidade de Antýgl e termina em Čeñkova Pila.

Um programa interessante para fazer com a família é ir à área recreativa que se estende ao redor da barragem de Lipno. Depois, é possível percorrer o caminho Stezka v korunách stromů, onde existe um centro de escorregadores e tirolesas, ideal para os turistas aventureiros.

30 fotos da República Checa

  • Crédito: UPVISION/CzechTourism
  • Crédito: UPVISION/CzechTourism
  • Crédito: UPVISION/CzechTourism
  • Crédito: UPVISION/CzechTourism
  • Crédito: UPVISION/CzechTourism
  • Crédito: UPVISION/CzechTourism
  • Crédito: Pavel Gabzdyl/ CzechTourism
  • Crédito: Pavel Gabzdyl/ CzechTourism
  • Crédito: Pavel Gabzdyl/ CzechTourism
  • Crédito: Pavel Gabzdyl/ CzechTourism
  • Crédito: Jiří Kružík/CzechTourism
  • Crédito: Jiří Kružík/CzechTourism
  • Crédito: Jiří Kružík/CzechTourism
  • Crédito: Jiří Kružík/CzechTourism
  • Crédito: UPVISION/CzechTourism
  • Crédito:
    UPVISION/CzechTourism
  • Crédito:
    UPVISION/CzechTourism
  • Crédito:
    UPVISION/CzechTourism
  • Crédito:
    UPVISION/CzechTourism
  • Crédito: Michal Vitásek/CzechTourism
  • Crédito: Michal Vitásek/CzechTourism
  • Crédito: Michal Vitásek/CzechTourism
  • Crédito: Jan Strakoš/CzechTourism
  • Crédito: Jan Strakoš/CzechTourism
  • Crédito: Milan Drahoňovský/CzechTourism
  • Crédito: Milan Drahoňovský/CzechTourism
  • Crédito: Pavel Ouředník/CzechTourism
  • Crédito: Pavel Ouředník/CzechTourism
  • Crédito: Libor Sváček/CzechTourism
  • Crédito: Ladislav Renner/CzechTourism