Crédito: Pixabay

Destinos internacionais para viajar sem gastar muito

24 de julho de 2019

Por Luchelle Furtado

O mês de julho é perfeito para tirar férias e realizar uma viagem. Segundo um levantamento da Câmbio Store, junho, julho e agosto são os meses com o maior número de viagens de brasileiros ao exterior. Cerca de 35% do volume de roteiros do ano estão concentrados nesses três meses.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Para quem pretende arrumar as malas e se aventurar em outro país, confira algumas opções de destinos internacionais para viajar sem gastar muito.

LEIA MAIS: 10 DICAS PARA PLANEJAR UMA VIAGEM NAS FÉRIAS DE JULHO
COMO VIAJAR NAS FÉRIAS DE JULHO SEM COMPROMETER AS FINANÇAS

Destinos internacionais para viajar sem gastar muito

Divulgação
Escultura de Las Manos em Punta del Este | Divulgação
Escultura de Las Manos em Punta del Este

Punta del Este – Uruguai

Escolher qualquer região da América do Sul para passar as férias é uma ótima pedida, pois os preços nessa época do ano costumam ser mais baixos, por conta do frio em alguns países.

Punta del Este, no Uruguai, por exemplo, possui tudo o que há de melhor para se aproveitar em uma viagem. É possível encontrar cassinos, praias, parques e belos cartões postais, como a escultura de “Las Manos”, enterrada na areia.

Divulgação
Catedral de Milão na Itália | Divulgação
Catedral de Milão na Itália

Milão – Itália

A Cidade da Moda é perfeita para quem quer viajar em julho, já que nesta época do ano os termômetros marcam temperaturas mais altas. Por isso, várias lojas oferecem promoções para comprar roupas.

Para os amantes de cultura, Milão é recheada de opções. Entre elas, a famosa Catedral de Milão, localizada na praça central da cidade.

A moeda oficial da Itália é o Euro, por isso, levar dólar ou cartão pré-pago internacional pode sair mais barato em algumas ocasiões.

Divulgação
Ruas da cidade de Nova York | Divulgação
Ruas da cidade de Nova York

Nova York – Estados Unidos

Movimentada o ano todo, Nova York é uma opção para quem curte badalação. Os pontos turísticos mais frequentados pelos turistas são o Central Park e a Estátua da Liberdade, mas também vale a pena fazer um passeio pelo Times Square para realizar compras.

Levar o cartão de crédito ou pré-pago é vantajoso em alguns casos, mas é preciso tomar alguns cuidados. Use o cartão de crédito somente para gastos essenciais, pois a alta cotação da moeda e taxas de juros pode custar caro. O melhor dos cenários é levar algo em espécie.

Divulgação
As montanhas em Bariloche | Divulgação
As montanhas em Bariloche

Bariloche – Argentina

Para os amantes de frio e neve, Bariloche, na Argentina, é o destino ideal. Em meados de julho e agosto, a temperatura chega a mínimas abaixo de zero. Por conta disso, os altos cerros da cidade acumulam neve e oferecem vistas incríveis.

Bariloche conta com atividades para toda a família, tanto para aqueles que buscam aventuras no gelo ou para quem quer apreciar a natureza, pois é possível visitar parques e montanhas.

A moeda oficial do destino é o peso argentino. Normalmente, ela é mais vantajosa que o dólar americano, pois a variação da moeda chega a 70%, de acordo com o ranking VET do Banco Central.

Divulgação
Praça da constituição na Cidade do México | Divulgação
Praça da constituição na Cidade do México

Cidade do México – México

Passar as férias de julho na Cidade do México é uma oportunidade de aproveitar o que a cidade tem de melhor. Por ser localizada no hemisfério norte, o calendário de estações é oposto ao Brasil. Portanto, o meio do ano é verão no destino.

Alguns dos pontos turísticos mais procurados da região são o Zócalo e o Bosque Chapultepec. Também vale a pena fazer um passeio por toda a Avenida Paseo de la Reforma e provar da culinária local.

O Peso Mexicano é a moeda oficial da Cidade do México, mas levar dólar em espécie e cartão pré-pago internacional pode fazer a viagem sair mais em conta.

Divulgação
A torre Costanera Center em Santiago | Divulgação
Torre Costanera Center. em Santiago

Santiago – Chile

Vale muito a pena visitar Santiago no mês de julho, já que o destino oferece diversas opções de lazer para os amantes do frio. No Centro da cidade não neva, mas dá para ver as montanhas branquinhas ao redor.

Quem quer ter uma vista panorâmica da cidade deve ir ao edifício Sky Costanera, que possui 300 metros de altura e oferece uma ótima visão dos principais pontos turísticos da região.

A variedade de pratos típicos de inverno disponíveis na região também é uma vantagem. O ideal é aproveitar para provar a deliciosa Cazuela, sopa de legumes com pedaços de cordeiro.

Destinos para vistar em 2019

Fique de olho nos destinos para visitar em 2019 indicados pela National Geographic. São 28 lugares com características distintas. A lista traz desde pequenos países na América Central até locais mais conhecidos, como Salvador, única cidade brasileira selecionada.