Crédito: Visual Hunt

9 destinos em São Paulo para “conhecer” a Europa

26 de julho de 2018

Por Thalita Ribeiro

A Europa é um destino que chama atenção dos turistas por diversos motivos. Gastronomia, cultura e arquitetura são alguns deles. Entretanto, para que deseja conhecer um pouco sobre o Velho Continente  sem sair do Brasil, há destinos em São Paulo que contam com traços europeus em suas atrações.

LEIA MAIS: CAFÉ TEMÁTICO DO SNOOPY CHEGA A SÃO PAULO
É HORA DE RELAXAR NOS MELHORES RESORTS DE SÃO PAULO

Destinos em São Paulo com toque europeu

A lista de destinos em São Paulo para conhecer um pouco da Europa foi preparada pelo Hotel Urbano – plataforma online para compras de pacotes de viagens. Ao todo, são nove cidades paulistas. Confira no álbum:

  • Campos do Jordão é conhecida como a Suíça brasileira. A temperatura por lá quase sempre vai do ameno ao frio. A arquitetura lembra a do Velho Continente, presente em quase toda a cidade
  • Holambra é conhecida pelos festivais do morango e das flores. Foi colonizada pelos holandeses em 1948, característica presente nos costumes e na arquitetura local
  • Vinhedo tem traços italianos, povo que fundou a cidade. Além disso, é a residência do parque de diversão Hopi Hari
  • O distrito de Paranapiacaba, em Santo André, é uma vila histórica. Foi ocupada por ingleses durante a construção da estrada de ferro entre Santos e Jundiaí. Foram eles que trouxeram um exemplar, em menor tamanho, do Big Ben para o local
  • Cunha conta com campos de lavanda a perder de vista, assim como a Provence, na França
  • Crédito: Wikimedia / Ana Perugini
    Pedrinhas Paulista foi colonizada por italianos. O fato se reflete nos costumes, na cultura e nas festas da cidade
  • Batatais é outra cidade colonizadas por italianos. Entre as atrações, há obras do pintor Cândido Portinari, que chamam a atenção dos turistas
  • São Roque conta com uma rota de vinho com toque italiano. Além disso, a cozinha portuguesa se faz presente na cidade
  • São Paulo, capital do estado, não pode ficar de fora quando o assunto é a influência de imigrantes europeus. O bairro da Mooca, por exemplo, conta com gastronomia e festivais italianos ao longo do ano