• Crédito: Shutterstock.com
    Skyline de Toronto
  • Crédito: Divulgação
    CN Tower
  • Crédito: Divulgação
    Royal Ontario Museum
  • Crédito: Divulgação
    Yonge Street

3 DIAS EM TORONTO

A MAIOR CIDADE CANADENSE ESTÁ CADA VEZ MAIS DIVERTIDA, COSMOPOLITA E GASTRONÔMICA

1 º dia

Mapa da sua rota

CN Tower e St. Lawrence Market

– Comece a explorar a cidade pelo alto: rume direto à CN Tower, o principal ícone de Toronto que, do alto de seus 553 metros de altura (foi a torre de observação mais alta do mundo até 2012), tem vista panorâmica para toda a cidade. Com direito a elementos interativos, chão de vidro, café e um restaurante gastronômico, é um programão. Os mais corajosos podem se inscrever para a experiência Edge Walk (paga à parte) e se pendurar do lado externo da torre.

– Depois, tire a tarde para explorar a região de West Queen West, também chamada de Art and Design District de Toronto por causa do grande número de galerias de arte independentes, lojinhas relacionadas à arte e design e estúdios de todo tipo que se concentram por ali. Vale também visitar o Museum of Contemporary Canadian Art (MOCCA), gratuito, e a divertida Street Art Alley, um ruela tomada por grafites e arte de rua.

– Antes do jantar, abra o apetite no mercado gastronômico mais famoso de Toronto: o literalmente delicioso St. Lawrence Market. Entre barraquinhas mil de produtos e lanches bem típicos para comer ali mesmo ou levar para casa, é também um dos melhores locais para comprar Maple Syrup de verdade.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
2 º dia

Mapa da sua rota

Royal Ontario Museum, Casa Loma e The Distillery

– Toronto é pura inspiração artística, da ousada arte de rua aos excelentes museus da cidade. Que tal tirar um dia para conhecer essa sua faceta tão importante? Comece pelo excelente Royal Ontario Museum (ROM), que já é uma obra de arte em si pelo próprio edifício (e tem um dos maiores acervos do país).

– Depois, explore os interiores da linda Casa Loma e da Art Gallery of Ontario (AGO), com seu acervo de mais de 80 mil obras que vão desde antiguidades do ano 100 a obras da contemporaneidade, com destaque para a coleção de arte Inuit.

– Termine o dia de museus no divertido e ultra lúdico Bata Shoe Museum, que conta a história do sapato e seu papel na sociedade desde sua invenção mais antiga até hoje.

– Arte de rua é mais a sua cara? Então não deixe de conhecer o sensacional Graffiti Alley, um beco tomado por grafites de diferentes estilos e artistas – alguns deles cobrindo fachadas inteiras das casas.

– Antes de sair para o jantar, é mandatório explorar um dos lugares mais cool da cidade: o The Distillery, um antigo complexo industrial todo revitalizado e hoje tomado por cafés hipsters, boutiques locais, chocolaterias e pubs.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
3 º dia

Mapa da sua rota

Queen’s Park e Yonge Street

– Explorar os bairros étnicos de Toronto é preciso! Afinal, a cidade reúne comunidades internacionais enormes, de mexicanos a chineses. A região da Spadina e Chinatown são imperdíveis.

– Com inverno muito rígido, Toronto tem também sua própria cidade subterrânea, que funciona o ano todo. Mesmo durante os meses mais quentes, vale xeretear a região do The Path e seus 27 km de caminhos subterrâneos tomados por lojinhas e restaurantes.

– Se o tempo estiver bom, tire um tempo para explorar os belos espaços verdes da cidade. O Queen’s Park, por exemplo, é um dos parques mais tradicionais de Toronto e fica cheio de vida nos dias mais bonitos.

– Tirar a tarde para compras? As opções em Toronto são infinitas! Das lojas da Yonge Street e Toronto Eaton Centre aos shoppings mais high end como o Yorkdale Shopping Centre, difícil escolher o que fazer primeiro. Para as grandes marcas de moda, opte pelo circuito Bloor-Yorkville que reúne em sequência Prada, Chanel, Gucci e outras big brands.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.