• Crédito: Shutterstock.com
    Cidade Antiga de Split
  • Crédito: Visualhunt.com
    Litoral
  • Crédito: Shutterstock.com
    Split
  • Crédito: Shutterstock.com
    Split

2 DIAS EM SPLIT

A SEGUNDA MAIOR CIDADE CROATA COSTUMA SER PONTO DE PARTIDA PARA ILHAS DOS SONHOS

1 º dia

Mapa da sua rota

Split Histórica

— A cidade antiga de Split se confunde com o palácio romano de Diocleciano, o mais notável entre os imperadores da Dalmácia durante o Império Romano. Seu palácio de mais de 31 mil metros quadrados, hoje parte incorporado à cidade e parte aberto à visitação, foi construído com pedras da ilha de Brac, que pode ser vista do litoral de Split. Diocleciano também mandou trazer esfinges do Egito — uma delas ainda pode ser vista. Para descobrir a história desse monumento, reserve ao menos duas horas.

— Descubra a cidade antiga de Split, de ruelas tortuosas, sorveterias e lojinhas de suvenir vendendo produtos de lavanda. Não deixe de ver a catedral da cidade, construída como mausoléu para Diocleciano; e a sinagoga do século 16, a terceira mais antiga na Europa ainda em uso.

— Se o calor estiver forte corra para uma das praias de Split. A Bacvice tem cara de clube: cimentada e pontilhada de guarda-sóis, tem águas calmas e transparentes, com boa infraestrutura para quem quer só por os pés para cima. Essa região é badaladíssima também durante à noite no verão.

— Outra opção é subir o Monte Marjan para ter uma bela vista da cidade — se estiver muito quente, a caminhada fica pesada — e depois ir direto para uma das praias de pedrinhas ao pé do monte, como a Bene e Jezinac, que também têm guarda-sóis, bares e duchas.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
2 º dia

Mapa da sua rota

Hvar e suas ilhas

— Split tem um dos principais portos da Croácia — é acessível e fácil embarcar numa das inúmeras balsas para descobrir paisagens belas e selvagens. As ilhas de Hvar e Brac são as mais populares. Compre um bilhete saindo cedo para curtir o dia, sabendo que ambas ilhas são opções de hospedagem que podem render mais dias no seu roteiro croata.

— Até Hvar, a balsa leva cerca de uma hora. Reserve ao menos duas horas para explorar a cidade antiga, pequena e repleta de palácios e monumentos góticos.

— Em Hvar, caminhe até o Monastério e Catedral dos franciscanos, no topo de uma colina. Além da arquitetura impressionante e da vista, outra atração ali é a tela retratando a Última Ceia, com 8 metros de extensão, do pintor veneziano Matteo Ingoli.

— De Hvar, muitos pegam ainda outra balsa ou barco até as ilhas Pakleni. São só 15 minutos até Jerolim e Stipanska, que têm áreas dedicadas a naturistas. Mesmo em alta temporada, é possível achar um cantinho de rocha em Jerolim onde se tem a impressão de estar sozinho na ilha.

— Na volta para Hvar, anime-se a conhecer os badalados clubes da ilha, que ganhou fama como destino de verão da juventude europeia.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.