• Crédito: Turismo do Chile/Divulgação

    Santiago

  • Crédito: Turismo do Chile/Divulgação

    Hotel em Santiago

  • Crédito: Turismo do Chile/Divulgação

    Parque Florestal

  • Crédito: Divulgação

    Valle Nevado

3 DIAS EM SANTIAGO


A CAPITAL DO CHILE É UM ENCLAVE DE CIVILIZAÇÃO ENTRE MONTANHAS NEVADAS, O PACÍFICO E DESERTOS

1 º dia +

Mapa da sua rota

– Comece explorando o bairro de Bellavista, no norte da cidade, o mais turístico da capital depois do centro. Ande pelas ruas de pedra, com casas charmosas.

– Caminhe até a Plaza Caupolican e pegue o funicular até o topo do Cerro San Cristobal, de onde se tem uma bela vista da cidade em dias claros.

– Na volta, visite La Chascona, uma das casas do poeta Pablo Neruda na capital. Pintada de azul intenso do lado de fora, ela parece uma casa de conto de fadas por dentro.

– Vá até o Patio Bellavista, um shopping muito charmoso, cheio de restaurantes variados, cafés e lojas de suvenires.

– Atravesse o Rio Mapocho, seguindo na direção da cidade, e vá ao Museo Nacional de Bellas Artes, com um acervo de mais de 3.000 peças de artistas chilenos e europeus.

– Volte para o seu hotel e, à noite, escolha um restaurante de peixes. A cidade tem excelentes opções da cozinha local, de peruanos e de japoneses, como o Ozaka, na região de Las Condes.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
2 º dia +

Mapa da sua rota

– Volte para o centro da cidade e visite o Mercado Central. A maior atração são os peixes e frutos do mar do Pacífico, que incluem espécies exóticas como os erizos (ouriços) e o loco, um molusco redondo. Há também uma boa oferta de centollas, o caranguejo gigante.

– Fique para o almoço no mercado ou continue a caminhada na direção da Plaza de Armas, o marco zero da cidade, fundada em 1541.

– Passe um tempo explorando a belíssima Catedral Metropolitana de Santiago, do século 18, repleta de estátuas, vitrais e detalhes riquíssimos.

– Se quiser conhecer a história do país, visite o Museo Historico Nacional, na mesma praça, e o Palacio La Moneda, sede do governo chileno e palco de momentos dramáticos durante o golpe militar de 1973.

– Caminhe pelo Paseo Ahumada, a rua de comércio mais famosa da região central da cidade. O shopping Parque Arouco, no bairro Las Condes, também é boa opção para compras.

– Para jantar, volte ao bairro Bellavista, que está repleto de restaurantes.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
3 º dia +

Mapa da sua rota

Três opções diferentes na capital

– Se gostar de vinho, não deixe de visitar uma vinícola nos arredores de Santiago (a Concha y Toro é uma das mais próximas). Para ver neve, suba a montanha até a estação de esqui de Valle Nevado. Ou, ainda, embarque num tour até Valparaíso e Viña del Mar, no Pacífico.

– Se quiser ficar na cidade, visite o Cerro Santa Lucia, com uma vista fantástica de Santiago.

– À tarde, passeie pelos agradáveis bairros residenciais da cidade, como os elegantes El Golf e Vitacura e o clássico Paris-Londres.

– Para conhecer um ambiente mais descolado, dirija-se, de táxi, à Plaza Ñuñoa, na parte leste da cidade, que tem vários centros culturais, restaurantes e casas de música.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.

Serviços

Restaurantes+

Bocanariz (http://www.bocanariz.cl)

Competente restaurante de frutos do mar e grelhados, com uma enorme adega. Ideal para fazer degustações de vinhos chilenos.

Aquí Está Coco (http://aquiestacoco.cl)

Tradicional restaurante de comida do mar. Não pule as entradas – são fabulosas.

Peumayen Ancestral Food (http://www.peumayenchile.cl)

Cozinha refinada que resgata pratos típicos chilenos numa verdadeira viagem de sabores. Faça reserva.

Como Agua Para Chocolate (http://www.comoaguaparachocolate.cl/pt)

Este singelo restaurante tem ambiente moderninho e serve ótimos piscos e pratos com peixes locais, como o congrio.

Hotéis+

Crowne Plaza (http://www.booking.com/hotel/cl/crowne-plaza-santiago.pt-br.html)

Com quartos amplos e bem equipados, fica na região central, com bonita vista para a cidade e as montanhas.

Mito Casa (http://www.booking.com/hotel/cl/mito.pt-br.html)

Hotel-boutique instalado num casarão art déco, perto do metrô Baquedano. Ótimo custo-benefício.

Orly (http://www.booking.com/hotel/cl/orly.pt-br.html)

Fica num charmoso prédio de arquitetura francesa e oferece vários tipos de acomodações, incluindo flats com cozinha completa.

Dicas e curiosidades+

Quando ir

Santiago pode ser visitada o ano todo. O verão, de dezembro a março, é quente e seco, enquanto na primavera e no outono a temperatura é mais agradável. No inverno, faz bastante frio, marcando a melhor época para rumar para as estações de esqui dos arredores.

Rota do Vinho

Perto da capital estão as vinícolas Concha y Toro e a Cousiño Macul. A primeira é a mais clássica do Chile, enquanto a segunda fica na própria cidade, quase no sopé dos Andes. Caso queira se aprofundar no assunto, siga para os vales de Colchagua e de Casablanca, localizados, respectivamente, a 190 km e 70 km de Santiago.

Booking.com