5 DIAS EM ROMA COM VATICANO


HISTÓRIA, GASTRONOMIA E UMA DELICIOSA BAGUNÇA. BEM-VINDO À CAPITAL ITALIANA

1 º dia +

Mapa da sua rota

Coliseu e Fontana di Trevi

– Chegue cedo ao Palatino e compre o mesmo ingresso para essa atração, o Foro Romano e para o Coliseu. O Palatino é o monte onde a cidade de Roma foi fundada e tem ruínas incríveis, de mais de mil anos, como o Domus Flavia e a Casa de Augusto.

– Siga para o Coliseu e faça a visita guiada, que dura cerca de uma hora. Com ela, você saberá mais detalhes sobre o prédio construído no século 1 para espetáculos de gladiadores, execuções e apresentações.

– Ande pelas ruínas do Foro Romano. As primeiras construções no local datam do século 8 a.C. e seu apogeu arquitetônico se deu no século 1.

– Pegue um metrô ou táxi e vá até a Piazza di Spagna, ver as escadarias mais famosas do mundo.

– Jante na região e, depois, termine a noite na Fontana di Trevi, um dos maiores ícones de uma cidade cheia de cartões-postais.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
2 º dia +

Mapa da sua rota

Piazzas

– Pegue um táxi até o Campo dei Fiori, praça florida com barracas que vendem flores, frutas, verduras e produtos locais em geral.

– Caminhe até a Piazza Navona, uma das mais importantes da Itália. Faça uma pausa para observar seus monumentos, como o Obelisco, a Fontana dei Quattro Fiumi e a Fontana di Neptuno.

– Tome um café ou gelatto em um dos cafés com mesa na praça.

– Siga para o Panteão de Roma (ou Panteão de Agripa), templo construído no século 2 pelo imperador Adriano para honrar todos os deuses. Preste atenção à cúpula circular aberta, um verdadeiro milagre da engenharia.

– Caminhe até a Piazza Venezia, onde fica o exagerado Monumento Vittorio Emanuele (século 19).

– Siga até a Piazza del Campidoglio, construída numa das sete colinas originais de Roma. Seu projeto, marcado pelo desenho do pavimento, é de Michelangelo.

– Vá até o Mercado de Trajano, estrutura imensa que, a partir do século 2, abrigava lojas e galerias. Lá dentro, o Museu dos Fóruns Imperiais conta um pouco das atividades da época – como a distribuição gratuita de trigo em honra à deusa Anona.

– Pegue um táxi e jante na região de Trastevere, repleta de excelentes casas.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
3 º dia +

Mapa da sua rota

Vaticano

– Reserve o dia para explorar o Vaticano, ou melhor, os museus do Vaticano.

– Faça um tour guiado no museu, que é tão imenso e cheio de obras significativas que é importante saber por onde ir – tem gente que corre direto para ver a Capela Sistina e perde obras fabulosas.

– À tarde, visite a Basílica de São Pedro, uma das maiores obras arquitetônicas do mundo, de pé desde o século 16. Preste atenção ao rígido dress code: nada de joelhos, ombros ou decotes à mostra.

– Ao sair, visite o Castelo Sant’Angelo, do século 2.

– Depois de tanta arte, relaxe caminhando nas margens do Rio Tibre e escolha um restaurante no caminho para Trastevere.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
4 º dia +

Mapa da sua rota

Villa Borghese e Piazza del Popolo

– Agora que você já viu a Fontana di Trevi à noite, acorde cedo para ver o cenário à luz do dia.

– Caminhe até a Piazza di Spagna e aguarde até a hora do almoço, para observar o movimento nas escadarias.

– Siga para Villa Borghese, o maior parque de Roma, que tem zoológico, lagos (nos quais você pode passear de barco) e museus, como a majestosa Galleria Borghese.

– Saia do parque e visite a Piazza del Popolo, um dos pontos principais de um caminho de peregrinação e comércio, a Via Flaminia, que existia desde o século 2 a.C.

– Entre na igreja de Santa Maria del Popolo, uma das mais antigas de Roma, do ano 1000. A história conta que ela foi construída para espantar o fantasma do imperador Nero, enterrado nas proximidades.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
5 º dia +

Mapa da sua rota

Bocca della Verità e Circus Maximus

– Caminhe até a região do Castelo Sant’Angelo e contrate um passeio de barco pelo Rio Tibre.

– Termina a navegação na Isola Tiberina, no meio do rio. Visite igrejas antiquíssimas (como a San Bartolomeo all’Isola, do século 3) e atravesse a Ponte Cestio para o lado sul da cidade.

– Ande na margem até a Ponte Palatino e atravesse até o outro lado.

– Faça uma afirmação e teste sua veracidade colocando sua mão dentro da Bocca della Verità: se for uma mentira, a boca irá morder sua mão! A lenda romana foi retratada em filmes como A Princesa e o Plebeu (1953), com Audrey Hepburn – aliás, uma das melhores maneiras de conhecer a cidade nas telas, e em preto e branco.

– Termine o passeio vendo o entardecer nas ruínas do Circus Maximus, local de corrida de bigas e espetáculos desde o século 6 a.C.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.

Serviços

Restaurantes+

Da Gino (http://www.trattoriadagino.it/)

Tratoria tradicional italiana, sempre com fila na porta (mas que vale cada minuto de espera). É uma das favoritas dos políticos, jornalistas e artistas romanos.

Il Pagliaccio (http://www.ristoranteilpagliaccio.com/)

Endereço no centro de Roma para quem aprecia toques da culinária moderna, com um pé na cozinha italiana. É um dos mais premiados da cidade.

Trattoria Monti (https://www.google.com.br/maps/place/Trattoria+Monti/@41.8955596,12.4997814,17z/data=!3m1!4b1!4m2!3m1!1s0x132f61bca967980b:0x25cf2dcce6d7b387)

Pertinho do Coliseu, é uma trattoria familiar e bastante popular – vale reservar uma mesa. O tagliatelle com molho de pato é um clássico.

Hotéis+

The St. Regis Rome (http://www.booking.com/hotel/it/stregisgrandroma.pt-br.html)

Um dos hotéis mais incríveis da Itália, com obras de arte e movelaria clássica.

La Residenza (http://www.booking.com/hotel/it/la-residenza.pt-br.html?aid=356986;label=gog235jc-hotel-XX-it-laNresidenza-unspec-br-com-L%3Axb-O%3AwindowsSnt-B%3Afirefox-N%3AXX-S%3Abo-U%3AXX;sid=fbd815fb11876019f02671673fa18d3f;dist=0&sb_price_type=total&type=total&)

Em um trecho sossegado próximo da Via Veneto, o hotel ocupa uma vila e oferece quartos grandes e terraço com dossel.

Jonella B&B (https://www.google.com.br/maps/place/Via+della+Croce,+41,+00187+Roma,+Italy/@41.9060685,12.477765,17z/data=!3m1!4b1!4m2!3m1!1s0x132f6055cb7d0d01:0x3871f70762642f66)

Hotel simples, quase uma pousada, em plena região da Piazza Navona, com ótimo custo-benefício.

Dicas e curiosidades+

Quando ir

Os meses de julho e agosto, período em que as temperaturas superam facilmente os 40 ºC, podem ser evitados. O mais agradável é entre março e junho, durante a primavera, e de setembro ao início de dezembro, no outono europeu. O inverno é marcado por baixas temperaturas e chuvas, e a neve aparece só de vez em quando.

Roma Pass

Para visitar as atrações de Roma, é uma boa adquirir o Roma Pass, vendido pelo site www.romapass.it. Com ele, você terá entrada gratuita nos dois primeiros sítios arqueológicos ou museus que visitar, como o Coliseu e o Castelo e o Castel Sant'Angelo. Já nas atrações seguintes, pagará preço reduzido. O cartão também garante uso grátis de todo o sistema de transporte público e desconto em tours pela cidade. Custa € 36 por pessoa e é válido durante três dias consecutivos.

Que roupa usar no Vaticano?

Para visitar a Basílica de São Pedro e não ser barrado na porta, é preciso estar convenientemente vestido: homens devem estar de calça comprida e camiseta, e mulheres de calça comprida ou saia longa e também camiseta ou algo que cubra os ombros.

Booking.com