• Crédito: Shutterstock.com

    Tesouro

  • Crédito: Shutterstock.com

    Monastério

  • Crédito: Shutterstock.com

    Tesouro à noite

  • Crédito: Shutterstock.com

    Siq

1 DIA EM PETRA


SONHO DOS VIAJANTES, A CIDADE PETRIFICADA DA JORDÂNIA É UMA DAS SETE MARAVILHAS DO MUNDO

1 º dia +

Mapa da sua rota

Siq, Tesouro e Monastério

– Petra é um sítio histórico fechado cujo acesso se dá pela cidade de Wadi Musa. Para acessar a cidade petrificada é preciso comprar ingresso na porta.

– Após passar por uma área aberta, alcança-se a entrada do Siq, um desfiladeiro de 1,2 km com paredões de até 100 metros de altura, ora mais largos, ora bem estreitos.

– É possível alugar cavalos e charretes para atravessar o Siq, mas, se você estiver com o físico em dia, vá caminhando para apreciar a formação geográfica, que destaca rochas avermelhadas sinuosas e rendem belas fotos.

– Já no final do Siq é possível avistar, por uma fresta nas rochas, o Al Khazneh, mais conhecido como Tesouro, o principal monumento de Petra. O local parece um templo, mas, na verdade, é um sarcófago. Tem 39 metros de altura por 25 de largura com colunas greco-romanas esculpidas na rocha.

– Não dá para entrar no Tesouro, mas você tem a oportunidade de ficar bastante tempo ali fazendo fotos. Dá até para posar em cima de camelos. Uma boa dica é ficar por lá entre 9h e 10h, quando a luz do sol chega à fachada da edificação e a deixa ainda mais bonita.

– Siga para o lado direito do sítio histórico até alcançar a sequência de prédios escavados das Tumbas Reais. Ali, o acesso ao interior de algumas edificações é permitido. O interior é bastante semelhante ao de todas as construções de Petra, inclusive o Tesouro. Manchas coloridas de calcário raspado enfeitam o teto desses ambientes criando efeitos muito bonitos.

– Visite outros monumentos locais, como o teatro antigo, a igreja bizantina, mirantes, templos e tumbas.

– Pare para descansar no Centro de Visitantes, que conta com dois restaurantes. O local também conta com um museu, que conta a história de Petra.

– Ali pertinho está a escadaria de mais de 800 degraus que leva até a segunda edificação mais importante da cidade: o Monastério. Trata-se de um templo de 50 metros de largura por 45 de altura, esculpido em um paredão.

– A subida é longa e cansativa, então separe um bom tempo para ir e voltar.

– Durante a noite, caminhe pelas ruas de Wadi Musa, que é forrada de hotéis, lojas e restaurantes de todos os níveis. Não deixe de visitar as lojinhas que vendem mirra.

– Outra opção, caso esteja disponível no dia, é voltar à Petra para a experiência Petra by Night, quando velas são acessas e criam um clima especial em frente ao Tesouro.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.

Serviços

Restaurantes+

Petra Kitchen (http://www.petrakitchen.com/)

O grande barato deste restaurante situado na avenida principal de Wadi Musa é que quem prepara a comida é você. Os cozinheiros montam o cardápio, ensinam como fazer e deixam todo mundo se divertindo. É uma das poucas casas da região que vendem bebida alcoólica.

Three Steps Restaurant & Cafe (http://www.petra3steps.com/)

Aqui você prova comida árabe fresca e de ótima qualidade. Fica a cerca de 10 minutos a pé da entrada de Petra.

Cave Bar (https://www.facebook.com/pages/Cave-Bar-Petra-Jordan/227270017334094)

O legal aqui é o ambiente, pois as mesas ficam dentro de uma caverna. É legal tanto para jantar quanto para tomar uns drinques e entrar no clima de Petra.

Hotéis+

Movenpick Resort Petra (http://www.booking.com/hotel/jo/moevenpick-resort-petra.pt-br.html)

O hotel mais luxuoso de Wadi Musa fica na cara do gol, bem em frente à entrada do sítio histórico de Petra. Os quartos são espetaculares, bem como os detalhes dos restaurantes e ambientes comuns.

Petra Moon Hotel (http://www.booking.com/hotel/jo/petra-moon.pt-br.html?aid=356986;label=gog235jc-hotel-XX-jo-petraNmoon-unspec-br-com-L%3Axb-O%3AwindowsS7-B%3Achrome-N%3AXX-S%3Abo-U%3AXX;sid=f70de9396a9ce021c000f9fa7b807623;dist=0&sb_price_type=total&type=total&)

Com quartos confortáveis, bom serviço e um terraço bacana com bar e mesinhas a céu aberto, fica a uma curta caminhada de Petra.

Al Rashid Hotel (http://www.booking.com/hotel/jo/el-rashid.pt-br.html?aid=356986;label=gog235jc-hotel-XX-jo-elNrashid-unspec-br-com-L%3Axb-O%3AwindowsS7-B%3Achrome-N%3AXX-S%3Abo-U%3AXX;sid=f70de9396a9ce021c000f9fa7b807623;dist=0&sb_price_type=total&type=total&)

Esta é uma opção mais simples para quem não deseja gastar muito em Petra. Tem quartos pequenos e fica a cerca de 1 km da entrada do sítio histórico.

Dicas e curiosidades+

História

Petra tornou-se importante por ficar no entroncamento comercial pelo qual passavam as rotas da seda e de especiarias, no caminho que ligava a China, a Índia e o sul da Arábia com o Egito, a Síria, a Grécia e Roma. Sob a influência das civilizações do norte, os nabateus, que viviam na região, esculpiram durante anos as tumbas e templos grego-romanos nas rochas de calcário rosado da região.

Petra by Night (http://visitpetra.jo/DetailsPage/VisitPetra/EntertainmentsDetailsEn.aspx?PID=4)

O tour para ver Petra à noite rola toda segunda, quarta e quinta. Clique na setinha aí em cima para conferir detalhes e comprar os ingressos.

Guia que fala português+

Jordânia mais fácil (https://www.facebook.com/luay.hawas)

Para os brasileiros não acostumados ao idioma árabe e às tradições da região, uma boa dica é contar com um serviço profissional de guia, como o oferecido por Luay Hawas, que fala português fluentemente. Clique na setinha aí em cima para falar com ele.

Booking.com