• Crédito: Divulgação

    Maresias Beach Hotel

  • Crédito: Gabriel Jurado/Divulgação

    Canto do Moreira

  • Crédito: Marina Veltman/Divulgação

    Ioga na praia de Maresias

  • Crédito: Heloísa Cestari

    Canto do Moreira

4 DIAS EM MARESIAS E ARREDORES


ENTRE NA ONDA DE MEDINA, CAIA NA NIGHT E DESCUBRA POR QUE MARESIAS É A PRAIA MAIS BADALADA DE SÃO SEBASTIÃO

1 º dia +

Mapa da sua rota

Canto do Moreira, Canto da Barra e Paúba

– Comece o dia na praia, atração número um da maior parte dos visitantes e surfistas que aportam por lá em dias quentes. Com quatro quilômetros de extensão, a orla é ideal para a prática de esportes aquáticos (como stand up paddle e surfe) e ainda reúne cerca de dez quadras de futevôlei, beach tennis, pontos de slackline e aulas de ioga, meditação e capoeira em diversos pontos da areia ao longo de todo o dia.

– Para os surfistas de plantão, há ondas diferentes em cada trecho da praia. Da entrada 1 até a Praça do Surfe, as ondas são menores, boas para iniciantes. Dá até para contratar umas aulinhas em escolas de surfe. De lá até a entrada 15, as ondas ficam maiores e a correnteza, mais forte. É lá, no posto 12, que Gabriel Medina – primeiro brasileiro a faturar o título de campeão mundial de surfe – costuma treinar. Já da entrada 15 até a 22, as ondas são mais fortes e tubulares (quebrando na bancada, sem tanta influência da correnteza).

– Para saber qual é a sua onda, inicie o passeio no Canto do Moreira, do lado direito. Seu mar é tubular e potente, mas um braço de areia rodeado por pedras garante o sossego de quem prefere relaxar em uma piscina natural, protegida da arrebentação, enquanto assiste de camarote às manobras de surfistas profissionais.

– Como a acesso para este canto fica longe da avenida, exigindo uma caminhada de 500 m em meio a mansões particulares, este trecho da costa de Maresias é mais deserto, com vegetação preservada e excelentes pontos para mergulho e observação de tartarugas marinhas.

– Já o Canto da Barra, localizado no outro extremo (do lado esquerdo de quem olha o mar), é perfeito para famílias. Suas pedras formam uma espécie de barreira natural, fazendo com que as ondas sejam menores e haja sempre um banco de areia para proteger as crianças. De quebra, há uma excelente infraestrutura de lazer que inclui futebol de areia, equipamentos de mergulho e bons restaurantes à beira-mar. É o caso do Quiosque Canto do Rio, que ainda oferece serviço de praia com aulas de surfe, stand up paddle e caiaque.

– Vale almoçar ali, curtir as atividades e, depois, encarar a trilha que sai do Canto da Barra rumo à tranquila Praia de Paúba. A caminhada dura cerca de 40 minutos e pode ser feita até na companhia de crianças pequenas. A recompensa é obtida já no alto do morro, com uma bela vista de toda a extensão de Maresias e das ilhas de Alcatrazes e Montão de Trigo.

– Um rancho de pescadores na boca do rio reforça o clima bucólico de Paúba, enquanto grutas submersas dão um toque de aventura a quem gosta de mergulhar. Também é dessa trilha que se tem acesso à Praia do Saco, pequena faixa de areia localizada entre Maresias e Paúba, rodeada por pedras e com grande concentração de ouriços e estrelas-do-mar.

– À noite, se estiver em dúvida sobre o que comer, vá direto ao All Kone, que serve temakis, pizzas e até tacos mexicanos, tudo em formato de cone. Um dos mais pedidos é o Beef Taco, que mistura filé-mignon com guacamole, chedar ralado e sour cream. E tem várias opções vegetarianas, como a pizza de abobrinha com queijo brie, shimeji, shitake e molho de tomate.  Continua na dúvida? Então, peça o rodízio e dê a volta ao mundo em uma só tacada.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
2 º dia +

Mapa da sua rota

Cachoeiras do Cacau e do Ribeirão do Itu

– Se os quatro dias de viagem coincidirem com um feriado prolongado, aproveite o fim de semana para fazer passeios guiados que ocorrem somente às terças, sábados e domingos. Às 10h30, por exemplo, há saídas para a Cachoeira do Cacau. A trilha pelo Parque Estadual da Serra do Mar é leve e culmina em uma sequência de quedas d’água, de até 12 metros, que formam piscinas naturais excelentes para banho. A aventura dura quatro horas.

– Se não for dia de passeio, prefira percorrer as trilhas que levam até as cachoeiras do Ribeirão do Itu, em Boiçucanga. Há três roteiros pela Mata Atlântica. O mais fácil é o da Pedra Lisa, que parte do sertão e dura 40 minutos. No final, pode-se apreciar uma queda d’água de 30 metros de altura, ótima para banho. A trilha de Samambaiaçu e Serpente, por sua vez, leva 90 minutos, com opção de rapel na cachoeira. Só não dá tempo de cumprir a trilha completa, pois ela consumiria pelo menos seis horas do seu dia no trajeto de 8,2 km que parte da divisa entre os municípios de Salesópolis e Caraguatatuba.

– Ao cair da noite, saboreie os risotos e massas recheadas preparados com esmero pelo napolitano Vincenzo Vessicchio no ristorante Mergellina.

– E se ainda tiver energia após um dia cheio de passeios, estique a noite no bar Santo Gole, que conta com música ao vivo de bandas locais e DJs nos intervalos. Tudo regado a bons drinques, petiscos e uma farta variedade de cervejas.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
3 º dia +

Mapa da sua rota

APA Baleia/Barra do Sahy

– Acorde cedo e dirija por cerca de meia hora até a praia de Barra do Sahy. Lá, barqueiros e integrantes do Instituto de Conservação Costeira proporcionam um dos passeios mais gratificantes da região. A aventura começa pelo Rio Negro, revelando a riqueza da ave-fauna e da vegetação atlântica preservadas pela APA (Área de Proteção Ambiental) Baleia/Sahy, criada em 2013 para conservar a biodiversidade do “corredor ecológico” que segue do mangue em direção à Serra do Mar.

– Depois, os barcos motorizados, conduzidos por caiçaras credenciados, adentram o mar rumo às chamadas Ilhas, que ficam a cerca de 1,5 km da orla. De longe, as três elevações parecem independentes – daí o nome Ilhas –, mas, na verdade, trata-se de um único pedaço de terra cercado de água por todos os lados.

– Além delas, pode-se parar em praias desertas da Ilha das Couves e da Ilha dos Gatos. Basta combinar com o barqueiro, que também pode realizar um roteiro vapt-vupt de três horas ou deixar o turista em uma das ilhas e só pegá-lo às 17h.

– Na hora do almoço, volte a Maresias e opte entre o Terral, que serve um excelente badejo, e o restaurante da Pousada Porto Mare, que tem o melhor prato de São Sebastião na opinião dos usuários do site Trip Advisor. Os mais pedidos são a caldeirada e o filé-mignon ao molho de vinho.

– Após a digestão, faça um bike tour pelo bairro. O passeio, que pode ser contratado no CIT (Centro de Informações Turísticas), inclui locação de bicicletas e guia que leva os turistas por trechos de paralelepípedo e terra batida, desde a Avenida Guanabara até a vasta vegetação que circunda o Rio Maresias e seus afluentes. É possível avistar uma grande diversidade de pássaros, árvores e, com sorte, outros animais, como capivaras, gambás, lagartos e bugios.

– O roteiro sobre duas rodas termina em uma trilha de nível leve que presenteia os visitantes com uma cachoeira e suas piscinas naturais, conhecidas como Fosso do Caetano.

 

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
4 º dia +

Mapa da sua rota

Calhetas, Santiago e Toque-Toques

– Reserve o dia para desbravar as praias que ficam no entorno de Maresias e são pouco conhecidas do grande público (diferentemente de Cambury e Boiçucanga, que já têm galera cativa).

– Uma boa opção é Calhetas. Como esta praia não pode ser acessada de carro – apenas por uma caminhada de cerca de 15 minutos em meio a eucaliptos e plantas nativas –, pouca gente vai para lá. O resultado é praia deserta, água transparente e visual encantador, com uma faixa de areia ladeada pelo oceano dos dois lados, diversas piscinas naturais, mirante e áreas para mergulhar em meio a tartarugas, peixes e corais.

– De Maresias até Calhetas, gasta-se no máximo meia hora, já incluindo a trilha. Algumas agências de turismo local oferecem um jeep tour de quatro horas com monitores e kit para mergulho livre. Normalmente, há saídas às terças, sábados e domingos, para um mínimo de quatro pessoas.

– À tarde, curta as praias de Santiago, Toque-Toque Pequeno e Toque-Toque Grande. Elas ficam a menos de 10 km de Maresias (15 minutos de carro) e proporcionam experiências bem distintas.

– A mais próxima, Santiago, tem areias brancas e ondas tubulares tal qual Maresias, mas é uma praia majoritariamente residencial, ou seja, pouco frequentada e com vegetação preservada. A peculiaridade da paisagem fica a cargo dos abricoeiros, que “escoltam” toda a orla.

– Já as Toque-Toques têm o diferencial da tradição caiçara. Isso significa que você poderá ver os pescadores retornando do trabalho e saborear um peixe ou marisco recém-tirado do mar em um dos quiosques da orla. Combinando com os caiçaras, dá até para visitar um dos cercos de pesca. 

– Se você não quiser ir sozinho a esses recantos, contrate o Beach Tour. Veículos off-road saem às 15h para um roteiro de quatro horas por Santiago, Paúba, Toque-Toque Pequeno, praia e cachoeira de Toque-Toque Grande. O passeio inclui paradas em mirantes com cenários deslumbrantes ao pôr do sol, banho de mar e visita a uma capela caiçara.

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.

Serviços

Restaurantes+

Terral (https://www.maresias.com.br/gastronomia/restaurantes/terral-restaurante.html)

Tem ambiente agradável e espaçoso. O prato mais pedido é o Terral Badejo (filé do peixe com arroz, feijão e salada). Outra boa opção é o Badejo Grelhado, acompanhado de alcaparras, batata souté ou frita e arroz à grega.

Mergellina (http://www.ristorantemergellina.com.br/)

As massas recheadas e os risotos elaborados com requinte pelo napolitano Vincenzo Vessicchio fazem a fama deste ristorante. Funciona de quinta a domingo na baixa temporada e todos os dias na alta.

Porto Mare (http://www.pousadaportomare.com.br/restaurante.php)

Aberto a não-hóspedes, o restaurante da pousada já teve um prato eleito como o melhor de São Sebastião na opinião de internautas. Vale pedir a caldeirada, a moqueca de badejo ou o filé-mignon ao molho de vinho.

All Kone (https://www.facebook.com/all.kone/)

Serve temakis, pizzas e até tacos mexicanos, tudo em formato de cone. Um dos mais pedidos é o Beef Taco, que mistura filé-mignon com guacamole, chedar ralado e sour cream. E tem várias opções vegetarianas. Na dúvida, peça o rodízio e prove de tudo, até cones doces, como o de morango com creme de avelã.

Santo Gole (https://m.facebook.com/santogolemaresias/)

Badalado e com clima descontraído, esse bar oferece música ao vivo de bandas locais e DJs nos intervalos. Tudo regado a bons drinques, petiscos e cervejas de vários tipos.

Hotéis+

Maresias Beach Hotel (http://www.maresiasbeachhotel.com.br/)

Fica à beira da praia de Maresias e tem infraestrutura completa, com piscina, espaço para eventos, jogos, sauna e equipes de recreação infantil. Para entreter os hóspedes, são realizados churrascos de frente para o mar, luaus na areia, baladinhas com som ao vivo e DJs, aulas de surfe e passeios de ecoturismo.

Pousada Porto Mare (http://www.pousadaportomare.com.br/)

Fica a apenas 150 m da Praia de Maresias e do Sirena. Tem jardins, piscina integrada à sauna e um excelente restaurante. Algumas suítes contam com hidromassagem; outras são adaptadas a pessoas com deficiência.

Pousada Pé da Mata (http://www.booking.com/hotel/br/pousada-pa-c-da-mata.pt-br.html)

Seus dez chalés em meio à mata são perfeitos para quem quer curtir um clima de serra sem sair de perto do mar. O café da manhã com pães, bolos e até requeijão feito pela proprietária merece menção honrosa.

Pousada Toca da Praia (http://www.booking.com/hotel/br/pousada-toca-da-praia.pt-br.html)

Tem piscinas, um belo paisagismo e lounge com música ambiente. O café da manhã, com quase 40 itens, é servido até as 11h.

Associação de Pousadas e Hotéis de Maresias (http://www.praiademaresias.com.br/)

Fundada na década de 1990, a APHM reúne 25 estabelecimentos que, juntos, representam 60% dos leitos disponíveis em Maresias. Além de oferecer hospedagem de qualidade, os empresários associados procuram trabalhar a imagem do bairro, fomentar eventos locais e intervir em busca de melhorias para a praia.

AVENTURA+

Jackslack (https://jackslack.com.br/)

Oferece trilhas com rapel – em cachoeira ou em um mirante no meio do oceano –, além de voo livre sobre a praia de Maresias e percurso de arvorismo, escalada e tirolesa com equipamento incluído. Hóspedes de estabelecimentos associados à APHM (Associação de Pousadas e Hotéis de Maresias) têm descontos de até 40% nos passeios.

Maremar&Entreter (http://www.maremar.tur.br/)

Promove passeios guiados para as cachoeiras do Cacau e de Ribeirão do Itu. Cada um deles dura cerca de 4 horas. Também é possível cumprir roteiros de barco e alugar equipamentos para a prática de esporres náuticos nas águas de Maresias. Hóspedes de estabelecimentos associados à APHM (Associação de Pousadas e Hotéis de Maresias) têm descontos de até 40% nos passeios.

Booking.com