Tags

O ponto de partida do seu roteiro de viagem.

Roteiro de viagem

Dubrovnik

3 DIAS EM DUBROVNIK

  • Shutterstock.com

    Dubrovnik

  • Shutterstock.com

    Dubrovnik

  • Shutterstock.com

    Cidade Velha

  • Shutterstock.com

    Vista de Dubrovnik

DESCUBRA ESSA CIDADE AMURALHADA LINDA DE MORRER E CERCADA PELO MAR ADRIÁTICO NA CROÁCIA

Serviços

  • Onde ficar
    Hotel Sumratin

    Em Lapad, hotel confortável, espaçoso e com vista para a praia.

    Valamar Dubrovnik President Hotel

    Cinco-estrelas com piscina em frente à praia, todo reformado em 2014, na ponta da península de Babin Kuk.

    Hotel Stari Grad

    Uma boa opção na cidade antiga, perto do portão principal e com uma vista incrível da região. Só tem oito quartos (sendo metade de solteiro), portanto, é necessário reservar com antecedência.


  • Onde comer
    Lokanda Peskarija

    Em frente a uma das torres de defesa da muralha e de um dos deques da cidade antiga, este restaurante de localização privilegiada cobra caro, para os padrões croatas, por seus pratos de frutos do mar — mas vale a pena cada centavo pelas ostras, mexilhões, camarões e lulas recheadas.

    Konoba Ribar

    Restaurante familiar, na cidade antiga, servindo comida balcânica — o que inclui uma boa dose de frutos do mar.

    Levanat

    Depois do calçadão no centrinho de Lapad, este inovador restaurante de frutos do mar fica no topo de uma colina num ambiente sossegado com uma vista belíssima da cidade.



Roteiro

  • 1 ° dia

    O que fazer em Dubrovnik, na Croácia

    Dubrovnik medieval

    • Já que existem tão poucas muralhas completas na Europa, aproveite para fazer esse programa obrigatório em Dubrovnik. De manhã cedo e ao fim da tarde são os horários mais vazios, e assim também é possível já se situar na cidade. Uma das entradas fica logo depois do portão Pile, diante uma ponte levadiça. Entre e saia por ela.
    • Após clicar todos os pontos mais belos de Dubrovnik do alto, desça para ver de perto o calçadão de mármore polido na cidade antiga e os palácios em estado de conservação inacreditável. Compre um gelatto italiano em uma das várias sorveterias para lhe acompanhar no passeio.
    • Ainda na cidade antiga, retorne ao portão Pile — perto dele, visite o museu do monastério franciscano cuja construção data do século 14. O ponto alto do prédio são os dois claustros, um estilo renascentista e outro em estilo romanesco e gótico.
    • Pelo museu também se tem acesso à antiga farmácia — de acordo com registros históricos, em funcionamento há mais de sete séculos.
    • Procure um café ou restaurante perto de um dos píeres da cidade antiga para ver o pôr do sol no Adriático.
    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
  • 2 ° dia

    O que fazer em Dubrovnik, na Croácia

    Sossego na ilha de Lokrum

    • No verão, há balsas a cada meia hora saindo do porto da cidade antiga para uma ilha coberta de pinheiros, azinheiras e oliveiras, repleta de prainhas onde é fácil ter a impressão de que se está só na ilha. Só cuidado para não perder o horário do último barco: não há acomodações por ali.
    • O ponto principal da ilha são as ruínas do monastério beneditino, construído em partes do século 11 ao 15. Reza a lenda que, quando os monges foram obrigados a deixar Lokrum por ordem de um general francês, amaldiçoaram a ilha — não faltam histórias trágicas relacionadas a Lokrum, e a sangrenta série “Game of Thrones” já usou as ruínas como cenário.
    • Outro ponto popular em Lokrum é a lagoa salgada batizada de Mar Morto. Como algumas das praias ao redor da ilha têm ondas e correnteza forte, o tal Mar Morto é um bom ponto para nadar.
    • No século 19, um arquiduque austríaco comprou a ilha e importou para lá os únicos habitantes de Lokrum: cerca de 150 pavões. O nobre também instalou um jardim botânico com mais de 500 espécies, e cerca de 200 tipos de suculentas que vivem numa estufa.
    • Depois de passar pelos pontos principais da ilha, escolha uma pedra para chamar de sua (não há praias de areia na ilha) e curta o sol do verão. Há uma praia de nudismo em Lokrum também, a quem quiser se livrar das marcas de bronzeado.
    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
  • 3 ° dia

    O que fazer em Dubrovnik, na Croácia

    Lapad e suas prainhas

    • Nos últimos anos, com a recente popularidade de Dubrovnik, a península de Babin Kuk, especialmente o bairro de Lapad, começou a crescer na preferência dos turistas por que é pertinho do centro, com suas próprias praias e calçadão que lembra os balneários brasileiros. Uma trilha cercada de verde leva de praia em praia, todas de pedrinhas.
    • Escolha seu cantinho mas não deixe de conhecer a Copacabana croata. A praia é uma das mais movimentadas da região, dá vista para a ponte pênsil da cidade e também para a ilha de Daksa.
    • No fim de tarde, o calçadão de Lapad — Šetalište kralja Zvonimira —, repleto de restaurantes e lojinhas fica repleto de turistas. Caminhe até o final para encontrar o bar de vinhos More, parte dentro de uma caverna e parte ao ar livre.

    Na hora de montar um roteiro em Dubrovnik, consulte também o site oficial de turismo da cidade.

    ROTEIROS E ASSUNTOS RELACIONADOS

    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.

PLANEJE SUA VIAGEM

Chip viagem

Acesse internet e telefone de qualquer lugar do mundo

Confira aqui

VIAJE CONECTADO

Seguro viagem

Compare diversas empresas de uma só vez e compre com desconto

Contrate aqui

SEGUROS PROMO

Passagens aéreas

Os melhores preços para viajar no Brasil e no mundo

Compre aqui

SKYSCANNER

Reserva de hotéis

Encontre a melhor opção de hospedagem para você

Reserve aqui

BOOKING

Informativo

Cadastre-se e receba com exclusividade nossos conteúdos.