Tags

O ponto de partida do seu roteiro de viagem.

Roteiro de viagem

Chapada Diamantina

4 DIAS NA CHAPADA DIAMANTINA

  • João Ramos/Divulgação

    Morro do Pai Inácio

  • João Ramos/Divulgação

    Cachoeira do Buracão

  • Tatiana Azeviche/Divulgação

    Poço Azul

  • João Ramos/Divulgação

    Pratinha

EXPLORAE ESTA MARAVILHA DA NATUREZA EM UM ROTEIRO COM BASE EM LENÇÓIS E ANDARAÍ

Serviços

  • Onde ficar
    Canto das Águas

    Hotel de médio porte, com charme rústico, à beira-rio. Serviço eficiente e piscina.

    Hotel de Lençóis

    Maior hotel da cidade, com quartos confortáveis que dão vista para o jardim, delicioso café da manhã e piscina.

    Alcino Estalagem

    Pousada simpática num casarão colonial reformado, com o melhor café da manhã da região.


  • Onde comer
    Cozinha Aberta

    Adepta do slow food, a chef Deborah Doitschinoff usa ingredientes locais como a batata-da-serra, espécie selvagem encontrada na Chapada. Criativa e deliciosa.

    Azul

    Dentro do Canto das Águas, com longo menu e opções de receitas locais, frutos do mar, massas e carnes.

    Lampião Culinária Nordestina

    Carne de sol, queijo coalho e outras receitas nordestinas são servidas em mesinhas sobre as ruas de pedra de Lençóis e podem ser acompanhadas de cerveja artesanal. Serviço simpático. Rua da Baderna, Centro de Lençóis



Roteiro

  • 1 ° dia

    Grutas azuis

    – Depois de um café da manhã reforçado em Lençóis, pegue o carro em direção a Palmeiras. São quase 50 quilômetros até a Fazenda da Pratinha. O ingresso garante passar o dia inteiro à beira do translúcido rio. É preciso pagar à parte por atividades como o snorkel na Gruta da Pratinha, a tirolesa ou o caiaque.

    – Ainda na Fazenda da Pratinha, deixe o rio e caminhe cerca de 15 minutos para descobrir a Gruta Azul. A visibilidade é melhor depois das 15h.

    – Pegue a estrada de volta depois do almoço e siga para o Morro do Pai Inácio, a 30 quilômetros de Lençóis. A trilha para subir o morro é curta e pode ser feita até por crianças, levando cerca de 20 a 30 minutos. Ao pôr do sol, a vista para a Chapada é imperdível.

    – Na volta a Lençóis, escolha um dos restaurantes ou bares do centro histórico. A Rua da Baderna concentra a maior parte deles.

    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
  • 2 ° dia

    mapa:

    Pantanal de Marimbus e Poço Azul

    – A 20 quilômetros de Lençóis fica a Comunidade Quilombola de Remanso, considerada patrimônio cultural brasileiro pelo Ministério da Cultura.

    – A vila é também ponto de partida para os passeios pelo “mini” Pantanal de Marimbus. Programe o passeio com antecedência depois de avaliar sua disposição: o passeio de canoa pelas áreas alagadas leva uma hora e meia a favor da correnteza e duas horas para o retorno.

    – Outra opção é contratar um guia para remar por cerca de duas horas até um ponto a 5 quilômetros de Andaraí de lá continuar o seu passeio com uma agência.

    – A cidade histórica de Andaraí tem charmosos restaurantes, onde é possível recarregar as baterias (e às vezes até tirar uma soneca na rede).

    – Pegue o carro até o Poço Azul. São mais 50 km de Andaraí até esta gruta onde foram encontrados fósseis de preguiças gigantes e outras espécies. Como outras as grutas, o Poço Azul ganha um azul ainda mais intenso por volta do meio da tarde. É possível fazer flutuação na gruta.

    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
  • 3 ° dia

    Poço Encantado e Cachoeira do Buracão

    – Desde Andaraí é possível conhecer algumas das maravilhas naturais mais impressionantes da Chapada Diamantina. Uma delas é o Poço Encantado, alcançado após cerca de 45 minutos de carro.

    – Lindo, o local tem uma água azul cintilante. Não é possível mergulhar, mas dá para chegar bem perto e tentar encontrar o fundo, algo impossível diante daquela luz.

    – Durante o outono e o inverno, devido à posição do sol, os raios solares podem invadir a gruta e formar um arco em direção às águas.

    – É difícil deixar para trás o Poço Encantado, mas, de lá, siga para a Cachoeira do Buracão.

    – De baixo é possível observar o lindo cânion em que a cascata se esconde.

    – Quem tiver com o físico em dia pode fazer a trilha que leva ao alto do morro, de onde se pode ver a queda d’água e o cânion. É lindíssimo.

    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
  • 4 ° dia

    mapa:

    Lençóis

    – É hora de pegar o carro em Andaraí e voltar para Lençóis.

    – Relaxe no último dia com uma curta trilha, a 15 minutos a pé do centrinho de Lençóis. Não é preciso de guia ou carro para ir até o Parque Municipal do Serrano.

    – O percurso sinalizado pelo parque tem 1,5 quilômetro, e passa pelas cachoeiras Primavera e Cachoeirinha, o Salão de Areias Coloridas, o Poço Halley e diversas piscinas naturais criadas em buracos nas rochas. É um bom lugar para se passar um dia tranquilo.

    – Aproveite para descobrir um pouco mais de Lençóis durante o dia, depois do almoço. As ruelas guardam um conjunto de casas históricas bem conservadas, hoje ocupadas por lojinhas vendendo cafés especiais e outros produtos gourmets da região.

    – Sinais do tempo em que a cidade vivia da mineração ficam claros nas construções mais imponentes do centro, fáceis de se encontrar na sua caminhada: a igreja matriz Nossa Senhora do Rosário e o casarão da família Sá, hoje ocupada pela prefeitura.

    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
Informativo

Cadastre-se e receba com exclusividade nossos conteúdos.