• Crédito: Shutterstock.com

    Borgonha

  • Crédito: Atout France/R-Cast

    Castelo em Benaue

  • Crédito: Atout France/Michel Angot

    Dijon

  • Crédito: Shutterstock.com

    Semur en Auxois

4 DIAS NA BORGONHA


BORGONHA É BERÇO DE ALGUNS DOS VINHOS MAIS REFINADOS DO MUNDO E TAMBÉM TERRA DE SABORES ÚNICOS

1 º dia +

Mapa da sua rota

O que fazer na Borgonha

Beaune

  • De manhã, vá para o centro dessa cidade medieval, que teve seu auge nos séculos 14 e 15, e faça a primeira refeição do dia num dos cafés da parte reservada para pedestres. No sábado, dia de feira, a região fica ainda mais sedutora. Aproveite!
  • Visite o Hospices de Beaune, também chamado de Hôtel-Dieu, hospital construído no século 6 para atender os doentes mais pobres. Hoje ele é um museu.
  • À tarde, pegue o VisioTrain, trenzinho turístico que percorre a cidade durante o verão, fim de primavera e início do outono.
  • Em seguida, siga até a Collégiale Notre-Dame, igreja do século 12 com um belo conjunto de tapeçarias.
  • À noite, a cidade tem excelentes opções para o jantar, como o Le Conty e o 21 Boulevard.
* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
2 º dia +

Mapa da sua rota

O que fazer na Borgonha

Côte d’Or

  • Os vinhedos nos arredores de Beaune estão entre os mais valorizados do mundo. De manhã, vá ao escritório de turismo da cidade e informe-se quais deles estão abertos para visitação.
  • Na hora do almoço, você pode escolher um endereço em Saône-et-Loire. Há vilarejos encantadores ao longo do rio Saône, perfeitos para uma pausa para piquenique ou para encontrar um restaurante.
  • À tarde, explore a região de Côte de Nuits, ao norte de Beaune. Termine o dia na cidade de Nuits Saint-Georges.
* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
3 º dia +

Mapa da sua rota

O que fazer na Borgonha

Dijon

  • Dijon, com 150 mil habitantes, é a maior cidade da Borgonha, mas conta com belos parques que lhe dão um ar de interior.
  • Comece o dia na região do Palais des Ducs, que abriga o Musée de Beaux-Arts.
  • Passeie pela rua des Forges para encontrar mostardas, licores e escargots, as especialidades locais.
  • Continue até a Rue Verrerie, rua de paralelepípedos com ótimos endereços para o almoço.
  • À tarde, descanse no Jardin de l’Arquebuse, o jardim botânico local. Para o jantar, escolha um dos ótimos restaurantes da região central da cidade.
* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
4 º dia +

Mapa da sua rota

O que fazer na Borgonha

Cluny e Fontenay

  • Reserve a manhã para visitar a minúscula cidade de Cluny, que abriga a grandiosa Abadia de Cluny, construída no século 11 e maior igreja católica da Europa Ocidental até o século 16, quando a Basílica de São Pedro ficou pronta.
  • À tarde, siga para Fontenay, também famosa por uma construção religiosa, a Abadia Cisterciense de Fontenay, Patrimônio Mundial da Unesco. Ela foi fundada em 1118 por São Bernardo e tem jardins milimetricamente cuidados.
  • Para jantar em grande estilo, vá até a vizinha Saulieu, onde fica o restaurante e o hotel Bernard Loiseau.

Na hora de montar um roteiro para Borgonha, consulte também o site oficial de turismo do país.

ROTEIROS RELACIONADOS

* Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.

Serviços

Restaurantes+

Le Square (https://www.google.com.br/maps/place/Caf%C3%A9+du+Square/@47.0263666,4.8329088,17z/data=!4m7!1m4!3m3!1s0x47f2f350263638eb:0x32b61a88b02fadd!2s26+Boulevard+Mar%C3%A9chal+Foch,+21200+Beaune,+France!3b1!3m1!1s0x47f2f35022df8717:0x9d2f7c171c9eefbf)

Cozinha refinada, ampla carta de vinhos e ambiente agradável.

Le Relais Bernard Loiseau (http://www.bernard-loiseau.com/fr/)

Embora situado numa cidade pequena, segue sendo um dos melhores restaurantes franceses.

L’Age de Raisin (https://www.google.com.br/maps/place/L'Age+de+Raisin/@47.3177169,5.0327745,17z/data=!4m7!1m4!3m3!1s0x47f29dc1b5b78d49:0xd83a29f31fc3010a!2s67+Rue+Berbisey,+21000+Dijon,+France!3b1!3m1!1s0x47f29dc1b5b89253:0x5e7ba4b178c51374)

Este competente bistrô e bar de vinhos fica aberto até tarde.

Hotéis+

Le Cep (http://www.booking.com/hotel/fr/le-cep.pt-br.html)

Hotel luxuoso, no coração de Beaune. Reza a lenda que era frequentado por Luís XIV.

Hotel des Ducs (http://www.booking.com/hotel/fr/des-ducs-dijon.en-gb.html)

Opção confortável e de bom custo-benefício em Dijon.

Le Home (http://www.booking.com/hotel/fr/le-home-beaune.pt-br.html)

Simpático e econômico, ocupa uma antiga casa de fazenda na saída de Beaune.

Rota dos Grand Crus+

Como seguir a trilha do vinho

Com 102 appellations e 33 grand crus (divididos em tintos, brancos e rosés), a Borgonha é o paraíso dos devotos de Baco. A famosa Rota dos Grand Crus – a categoria top de linha – da região vai de Dijon a Santenay. Em Beaune, um dos auges do roteiro, a bebida está por toda parte: no Museu do Vinho, no antigo Hôtel de Ducs de Bourgogne a até em cavernas subterrâneas abertas à visitação e degustação de algumas especialidades. Também é na Borgonha que se tem o privilégio de provar o lendário domaine La Romanée-Conti, a elite dos vinhos locais. Para se adquirir uma única garrafa, é preciso comprar uma caixa de rótulos do vinhedo escolhidos pelo proprietário, o que não sai nada barato.

Booking.com