Tags

O ponto de partida do seu roteiro de viagem.

Roteiro de viagem

Auckland

2 DIAS EM AUCKLAND

  • Divulgação

    Skyline de Auckland

  • Divulgação

    Vista aérea de Auckland

  • Divulgação

    Ferry que segue para as ilhas

  • Paulo Basso Jr.

    Bungee jump na Auckland Harbour Bridge

PORTA DE ENTRADA DA NOVA ZELÂNDIA, CIDADE TEM ATMOSFERA COOL E BOAS OPÇÕES GASTRONÔMICAS

Serviços

  • Onde ficar
    Sofitel Auckland Viaduct Harbour

    Com quartos amplos e confortáveis e um bom café da manhã, fica bem localizado, perto das principais atrações da cidade.

    Rendezvous Grand Hotel Auckland

    Uma das vantagens deste hotel é ficar perto da Queen Street, a rua mais comercial da cidade. Fora isso, tem quartos agradáveis e bons restaurantes.

    Oyster Inn

    Caso queira passar a noite em Waiheke, este misto de pousada-butique e restaurante tem quartos singelos e fica a poucos passos de uma bela praia.


  • Onde comer
    Ortolana

    Este elegante bistrô prepara carnes de cordeiro de dar água na boca. Destaque também para as entradas, como os ceviches de peixes locais.

    The Foodstore

    Famoso, este restaurante recebe diversos chefs da Nova Zelândia. Na casa, eles preparam pratos que são exibidas em um programa de TV local. Frutos do mar e carnes de porco, vaca, veado e cordeiro recheiam o menu.

    Milse

    Guarde um espaço para a sobremesa e siga para esta casa. Ali é possível provar doces de abóbora, beterraba e outros ingredientes inusitados misturados a sorvetes e chocolates, muitos deles preparados com nitrogênio líquido. Não saia de lá sem experimentar alguns macarrons.



Roteiro

  • 1 ° dia

    Compras, passeio de barco e vida noturna

    – Passeie pela Queen Street, rua que concentra as principais vitrines da cidade. Lá tem shopping, supermercado e lojas de grife e suvenires.

    – Entre os produtos mais procurados estão kwis, passarinho que é símbolo da Nova Zelândia, camisas dos All Blacks – a melhor seleção de rúgbi do planeta e orgulho nacional –, cosméticos feitos a base de um mel chamado Manuka e máscaras maoris, o povo originário dos polinésios que primeiro habitou a região.

    – Na marina de Auckland, diversas agências oferecem tours pelas águas que banham a região. Entre os passeios mais procurados estão os de barco à vela. Durante o percurso, é possível até comandar a embarcação por alguns instantes. Mas gostoso mesmo é, no restante do tempo, apreciar o skyline moderno da cidade.

    – Para quem curte aventura, dá tempo de seguir até a Auckland Harbour Bridge, ponte da qual a galera salta de bungee jump a 47 metros de altura.

    – Caso busque por algo mais tranquilo, vá ao final da tarde curtir o pôr do sol no Mount Eden, onde há uma cratera de um vulcão extinto da qual se tem uma vista de 360º da região.

    – A noite é extremamente agradável na Viaduct Harbour District, região revitalizada do porto. Ali há restaurantes de todos os tipos, de sorveterias a bistrôs transados. O local também concentra uma série de bares para quem quer namorar ou conhecer alguém.

    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
  • 2 ° dia

    Praias em Waiheke e Skytower

    – Pela manhã, volte à marina de Auckland e pegue um ferry para a ilha de Waiheke. O percurso dura cerca de meia hora.

    – Em Waiheke é possível passar um dia agradável em meio a praias quase sempre desertas banhadas por águas cristalinas. Em algumas delas há simpáticas pousadas e bons restaurantes.

    -Após o almoço, visite o Dead Dog Bay, um jardim com esculturas belíssimas. É uma delícia para relaxar

    – Conheça algumas das oliveiras e vinícolas da região e deguste os deliciosos azeites e vinhos neozelandeses.

    – No fim da tarde, retorne para Auckland e vá até a Sky Tower. A torre, com 328 metros de altura, é visível de diversos pontos da cidade.

    – Suba até o observatório, de onde se tem uma vista de 360 graus da cidade e arredores. Os mais radicais podem até saltar de bungee jump ou caminhar pelo lado de fora da torre preso apenas por uma corda e mosquetão a 192 metros de altura.

    * Todos os roteiros indicados foram visitados pela equipe de reportagem do Rota de Férias.
Informativo

Cadastre-se e receba com exclusividade nossos conteúdos.