Crédito: Divulgação

Desconto em voo panorâmico no aniversário de SP

16 de janeiro de 2019

Redação

Realizar um voo panorâmico por São Paulo é uma excelente maneira de conhecer a capital paulista de outros ângulos. Do alto, é possível ver vários pontos turísticos em tours de 20 minutos ou meia hora, algo que nenhum outro meio de transporte consegue fazer. Por isso, como homenagem aos 465 anos da metrópole, a empresa High Class vai oferecer 10% de desconto para quem voar entre os dias 21 e 27 de janeiro.

Siga a cobertura de nossos repórteres por todo o mundo, diariamente, no Instagram @rotadeferias, com direito a belas fotos e stories curiosos.

Roteiro voo panorâmico por São Paulo

Durante o voo, é possível sobrevoar edifícios icônicos como o Altino Arantes, prédio do Farol Santander (1947), o Copan (1961) e o Itália (1965). Outros lugares importantes, como o Parque do Ibirapuera (1954) e o Obelisco, cujo mausoléu guarda os corpos dos estudantes mortos durante a Revolução de 1932 e de 713 ex-combatentes, também podem ser vistos em detalhes.

LEIA MAIS: O QUE FAZER EM SÃO PAULO: ROTEIRO DE 7 DIAS PELA CAPITAL PAULISTA
VOO PANORÂMICO POR LITORAL PAULISTA É ATRAÇÃO NO GUARUJÁ

O Memorial da América Latina, idealização de Darcy Ribeiro e projeto de Oscar Niemeyer (1989), o Sambódromo do Anhembi (1991), o Catavento Cultural e Educacional (2009), que foi concebido como Palácio das Indústrias e construído entre 1911 e 1924, além do estádio Allianz Parque, a casa do Palmeiras, são outras atrações.

Divulgação
Museu do Ipiranga pode ser visto por um outro ângulo pelo voo panorâmico |Divulgação
Museu do Ipiranga pode ser visto por um outro ângulo no voo panorâmico

Pontos históricos

Pontos turístico históricos de São Paulo e que remetem ao começo da história do Brasil são outros destaques do roteiro.É possível sobrevoar o Mosteiro de São Bento (1634), o Pátio do Colégio (1554, a fundação da Vila de São Paulo) e o Vale do Anhangabaú – até 1822, a região era apenas uma chácara de propriedade do Barão de Itapetininga. O voo também passa pela Avenida Paulista (1891), pelo Viaduto do Chá (1892) e pelo Museu do Ipiranga (1895).

Construções emblemáticas inauguradas a partir de 1900 também estão no trajeto. Os turistas podem ver desde o helicóptero a Estação da Luz (1901), o Teatro Municipal (aberto em 1911), a  Catedral da Sé (1913), o Edifício Martinelli, primeiro arranha-céu da América Latina (1929), o Mercadão (1933), o Marco Zero (1934), a Estação Júlio Prestes (1938) e estádio do Pacaembu (1940).

Apesar de ser uma experiência única conhecer a cidade pelo céu, é possível visitar também algumas atrações da cidade, como o MASP e a Av. Paulista, em um passeio turístico tradicional. Opções não faltam na capital paulista.