Crédito: Divulgação

Conheça algumas curiosidades sobre os vikings noruegueses

25 de setembro de 2019

Por Redação

Os vikings foram muito importantes na construção de grandes sociedades e civilizações no Hemisfério Norte. Suas habilidades como comerciantes, administradores, navegadores e artesãos produziram um legado que carrega importância até os dias atuais. Na Noruega, por exemplo, é possível conhecer algumas curiosidades sobre os vikings e sobre a história desse povo.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Curiosidades sobre os vikings

Os vikings noruegueses eram famosos por sua visão corajosa e fatalista, o que os transformava em um povo que aceitava os riscos naturalmente. Os grupos saqueadores pareciam ter uma capacidade incrível de abstrair perdas, tanto em batalhas em terra quanto em perigosas expedições marítimas.

O número de mortes causadas pelas guerras às vezes era assustadoramente alto (se comparado à população viking total), mas, mesmo assim, isso não satisfez a fome de conquistas e explorações desse povo por cerca de 250 anos.

LEIA MAIS: COMO É A MARAVILHOSA REGIÃO DOS FIORDES DA NORUEGA
ACOMODAÇÕES INUSITADAS NOS FIORDES DA NORUEGA

A arquitetura das típicas embarcações vikings, conhecidas como langskips, foi adotada por muitas outras culturas e influenciou a construção de navios por séculos. O segredo por trás dos langskips rápidos era o corpo longo e estreito, cuja estabilidade era dada por uma quilha.

Arqueólogos, após escavações, encontraram barcos e outros artefatos destes povos. Atualmente, esses objetos estão abrigados no Viking Ship Museum, em Oslo, capital da Noruega.

Nos caso das mulheres, por exemplo, outro fator que deve ser destacada é que elas tinham uma posição mais importante na sociedade viking do que na maior parte da Europa à época. Além disso, as mulheres tinham direito ao divórcio e, caso seus esposos morressem, herdavam o corpo e podiam manter seus pertences.

Conheça as principais atrações vikings da Noruega

A Noruega é um dos países que abrigou o povo viking. Até hoje, é possível acompanhar registros e aprender mais sobre a cultura dos guerreiros nórdicos. No Centro Cultural de Stiklestad, por exemplo, o viajante pode curtir exposições e até acompanhar a simulação de uma batalha viking.

  • Crédito: Divulgação
    A Noruega é dos países que abrigou o povo viking. Até hoje, essa cultura é preservada em locais como o Museu do Barco Viking de Oslo. Ali, é possível encontrar artefatos históricos e originais da vida dos antigos vikings, como joias, vestimentas, ferramentas, utensílios e até navios
  • Crédito: Divulgação/Kulturhistorisk Museum, UiO/Eirik Irgens Johnsen
    Museu do Barco Viking de Oslo
  • Crédito: Divulgação
    O Centro Cultural de Stiklestad é ideal para quem quer curtir exibições, simulações de batalhas vikings e festivais. Vale a pena ressaltar que Stiklestad tem uma grande importância histórica: foi o campo de batalha onde Rei Olavo (também conhecido como Santo Olavo) foi derrotado no ano de 1030
  • Crédito: Divulgação/Stiklestad Nasjonale Kultursenter
    Centro Cultural de Stiklestad
  • Crédito: Divulgação
    No sul da Noruega, o vilarejo de Avaldsnes abriga um grande centro de cultura viking. A fazenda, que fica aberta aos turistas no verão, recria o estilo de vida da época e conta com trajes e utensílios típicos. Também dá para conferir o centro histórico interativo, que destaca a importância da região antes habitada pelo povo nórdico
  • Crédito: Divulgação/Vikingcamp
    Fazenda e Centro Histórico Viking de Avaldsnes
  • Crédito: Divulgação/Kulturhistorisk Museum, UiO/Eirik Irgens Johnsen
    O Museu Viking de Lofoten conta com atrações que transportam os visitantes à época dos vinkings. É possível fazer um passeio a bordo de um navio viking, participar de oficinas para produzir utensílios de ferro, acompanhar reproduções teatrais que simulam os costumes da época e provar comidas típicas
  • Crédito: Divulgação
    Museu Viking de Lofoten