Crédito: Divulgação

Cruzeiro da Regent Seven Seas vai do Canadá à Califórnia em setembro

28 de junho de 2019

Por Redação

Um cruzeiro da Regent Seven Seas vai percorrer, durante 12 noites, um roteiro pela costa oeste da América do Norte. O navio Seven Seas Mariner vai partir de Vancouver, no Canadá, no dia 18 de setembro rumo a diversas cidades do Alasca até encerrar seu trajeto na Califórnia, nos Estados Unidos.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Cruzeiro da Regent Seven Seas

Durante o finalzinho do verão no hemisfério norte, os dias ainda são um pouco mais longos e, por isso, ideias para aproveitar as belezas naturais. Observar os ursos na área da Ilha do Príncipe de Gales, participar de uma aventura pelos fiordes a bordo de um hidroavião com destino ao Misty Fjords National Monument, ver as focas e baleias brincando no mar, fazer um passeio de caiaque aos pés das geleiras e realizar uma incursão de bicicleta pela floresta são algumas das experiências disponíveis.

LEIA MAIS: PACOTE OFERECE VIAGEM PARA A ANTÁRTIDA COM O NAVEGADOR AMYR KLINK
DICAS PARA PASSAR AS FÉRIAS DE VERÃO NO HEMISFÉRIO NORTE

Trilhas e passeios levam a cenários históricos da corrida do ouro no século 19, a museus e à exploração do gigantesco Glaciar Mendenhall. Belas cidades, como Juneau e Sitka, oferecem paisagens naturais intocadas em seus arredores, com fauna e flora de rica diversidade. O viajante tem à sua disposição cerca de 70 opções de passeios terrestres que promovem uma interação com a história e os costumes locais.

A bordo do Seven Seas Mariner os hóspedes cruzam o mar gelado e, por meio das experiências em terra, podem compreender com maior profundidade cada um dos portos de escala.

Roteiro

Seven Seas Mariner

De: Vancouver a Los Angeles

Partida: 18 de setembro 2019

Chegada: 30 de setembro 2019 – 12 noites

Cidades visitadas: Vancouver (Canadá); Ketchikan (Alasca); Juneau (Alasca); Sitka (Alasca); Victoria (Canadá); Astoria (EUA); São Francisco (EUA); Los Angeles (EUA).

Preços a partir de: R$ 17.699 por pessoa em suíte dupla (valor varia conforme acomodação).

Aurora boreal

E por falar no Hemisfério Norte, confira na galeria os melhores destinos para ver a Aurora Boreal.

  • Crédito: trondk via VisualHunt / CC BY-NC-ND
    A Noruega é um dos melhores países para observar as lindas luzes do norte. A cidade de Tromsø é uma das mais buscadas pelos caçadores de aurora boreal. Isso porque a temperatura ali é mais amena do que em outros locais em que é possível ver o fenômeno
  • A Noruega é um dos melhores países para observar as lindas luzes do norte. A cidade de Tromsø é uma das mais buscadas pelos caçadores de aurora boreal. Isso porque a temperatura ali é mais amena do que em outros locais em que é possível ver o fenômeno
  • A Noruega é um dos melhores países para observar as lindas luzes do norte. A cidade de Tromsø é uma das mais buscadas pelos caçadores de aurora boreal. Isso porque a temperatura ali é mais amena do que em outros locais em que é possível ver o fenômeno
  • De vez em quando, a aurora boreal aparece no céu de algumas regiões da Escócia. Entretanto, a frenquência não é tão grande como nos países da Escandinávia
  • Crédito: kdee64 via Visualhunt.com / CC BY-NC
    Quase na fronteira com o Alasca, o território de Yukon, no Canadá, é perfeito para admirar as luzes dançantes. O fenômeno natural também dá as caras em cidades como Yellow Knife, Edmonton e no território de Nunavut
  • Yellow Knife, no Canadá, tem até um camping para quem deseja apreciar o fenômeno natural
  • Yellow Knife, no Canadá, tem até um camping para quem deseja apreciar o fenômeno natural
  • Crédito: Kakslauttanen Arctic Resort/Valtteri Hirvonen
    As luzes do norte encantam quem passa pela Finlândia. A foto foi tirada no hotel Kakslauttanen Igloo East Village, no vilarejo de Saariselkä
  • A região de Kola é uma das mais procuradas pelos turistas que querem ver a aurora boreal na Rússia
  • As cidades de Kiruna e Abisko são os pontos ideais para observar o intrigante fenômeno natural em terras suecas
  • As luzes verdes, azuis e vermelhas também dançam no céu da gelada Groelândia, que pertence à Dinamarca
  • O Alasca, nos Estados Unidos, está entre as opções mais populares para observar e tirar altas fotos do fenômeno natural
  • Crédito: VisualHunt
    A cidade de Fairbanks, no Alasca, é mais um local ideal para ver a aurora boreal
  • A cidade de Fairbanks, no Alasca, é mais um local ideal para ver a aurora boreal
  • Crédito: Podknox via VisualHunt.com / CC BY
    Apesar de ainda não ser um destino tão acessível, a Antártida também entra para a lista de países em que dá para ver a aurora. Neste caso, porém, é a austral
  • A região de Kirkjubaejarklaustur é uma das melhores para avistar a aurora na Finlândia
  • A cidade sueca de Abisko é mais um bom destino para quem deseja ver a aurora boreal
  • A cidade sueca de Abisko é mais um bom destino para quem deseja ver a aurora boreal
  • Jöklsárlón, na Islândia, é um dos melhores locais para ver este fenômeno da natureza
  • Jöklsárlón, na Islândia, é um dos melhores locais para ver este fenômeno da natureza
  • Crédito: VisualHunt
    Lofoten, na Noruega, é outro destino que permite uma vista privilegiada da aurora boreal
  • Crédito: VisualHunt
    Lofoten, na Noruega, é outro destino que permite uma vista privilegiada da aurora boreal
  • Paatsjoki fica na fronteira entre Finlândia e Rússia. Neste local há boas chances de se ver uma aurora boreal