Crédito: Divulgação

A vida de uma influencer de turismo em meio à pandemia em Nova York

18 de maio de 2020

Por Luchelle Furtado

Nova York é a cidade mais afetada pelo covid-19 no mundo, com 350 mil casos confirmados e 22.619 mortes. Com isso, as ruas e os pontos turísticos famosos da região, que vivem abarrotados, encontram-se praticamente vazios, como há muito não se via.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Quem está sentindo na pele essa situação é a brasileira Marina Tajra Araujo que vive na Big Apple desde 2013. Responsável pelo blog Nova York & Você, com 126 mil seguidores no Instagram, a influencer conta que está usando o tempo livre para se dedicar a outros projetos, inclusive de turismo online. Confira a entrevista completa.

Divulgação
Marina Tajra Araujo em Nova York | Divulgação
Marina Tajra Araujo em Nova York

Influencer brasileira em Nova York

Quando você se deu conta da real situação do problema em Nova York?

Percebi a gravidade da situação quando os shows da Broadway e as atrações turísticas suspenderam suas atividades. Depois, foram os restaurantes, os mercados gastronômicos e os parques.

Como a pandemia do covid-19 impactou sua vida?

Como trabalho com turismo, não tenho clientes desde 9 de março, já que todos cancelaram suas visitas à cidade. Meu dia a dia também mudou completamente, pois as aulas foram canceladas até o fim do ano letivo e tenho de ficar com as crianças em casa. O lado positivo é que tenho retomado os projetos que estavam parados justamente por conta da grande demanda de trabalho que tinha antes da crise.

LEIA MAIS: SAIBA COMO CURTIR MUSEUS E TEATROS DE NOVA YORK SEM SAIR DE CASA
MET OPERA, DE NOVA YORK, LIBERA APRESENTAÇÕES DIÁRIAS PARA ASSISTIR ONLINE

Como está a sua rotina no momento? 

Tenho me dedicado mais ao blog e criei meu canal no YouTube. Dedico minhas manhãs aos meus filhos e, à tarde, procuro trabalhar nos projetos do Nova York & Você. Como a situação é grave e ainda não há uma definição de quanto tempo vai durar, só me resta permanecer em isolamento social e me proteger quando preciso sair de casa.

O que pretende fazer caso a quarentena na cidade se prolongue?

Minha ideia é seguir buscando maneiras de interagir com os clientes e seguidores, sempre no intuito de aprimorar os serviços para quando a atividade turística voltar ao normal.

Já que o turismo está temporariamente paralisado, o que tem sugerido aos seguidores?

Tenho procurado maneiras de aprimorar os serviços da empresa e meu engajamento com os seguidores. Graças a uma iniciativa criada com guias de outras cidades nos EUA e na Europa, estamos fazemos passeios virtuais pelas cidades e divulgando os passeios em nossas redes sociais. Assim, as pessoas podem matar um pouco a saudade de viajar, ao mesmo tempo que conhecem mais a respeito dos destinos que fazem parte da iniciativa. Isso tudo é bem legal, pois permite ainda que seguidores de outros blogs conheçam o trabalho desenvolvido pelo NovaYork & Você.

Divulgação
Marina está em Nova York desde 2013 | Divulgação
Marina está em Nova York desde 2013

Você chegou a andar por Nova York nos últimos dias? 

Tenho evitado, mas precisei sair algumas vezes. Quando vejo a cidade vazia, meu coração fica apertado e é impossível não se emocionar. Mas sei que isso é necessário para evitar um mal maior.

Você acha que as medidas de higiene recomendadas por especialistas para a reabertura das atrações turísticas serão respeitadas ?

Tudo é questão de costume. Acho que, com o tempo, as pessoas irão se adaptar às novas regras de proteção. Já é muito comum os nova-iorquinos andarem com álcool em gel na bolsa e em carrinhos de bebês ou de compras. Em relação aos shows, concertos e espetáculos da Broadway, porém, acredito que será mais difícil implementar de forma eficaz o distanciamento social, Por isso, as atividade de entretenimento de grande público serão as últimas a voltar à normalidade.

Existe alguma previsão de quando Nova York reabrirá efetivamente para o turismo?

Ainda não. Foi estipulado que as reaberturas de empresas, atrações, bares e restaurantes sejam feitas por fases distintas. Restaurantes e atrações turísticas só poderão voltar a funcionar, respectivamente, nas chamadas etapas 3 e 4 do processo de reabertura da cidade, que dependem de uma evolução positiva das fases anteriores. Hoje, nenhuma região de Nova York consegue atender os requisitos mínimos estabelecidos das autoridades para iniciar a primeira fase de aberturas, já que é preciso esperar uma queda acentuada no número dos casos.

Pontos turísticos de Nova York

Empire State, Central Park, Broadway, Estátua de Liberdade e muito mais. Com tantas opções, fica até difícil escolher o que fazer em Nova York, nos Estados Unidos.  O Rota de Férias selecionou alguns dos principais pontos turísticos da cidade. Confira aqui.

  • Crédito: Matthew Penrod/NYC and Company
    Broadway
  • Crédito: Eric Hsu/NYC and Company
    Broadway
  • Crédito: Julienne Schaer/NYC and Company
    Empire State Building
  • Crédito: Julienne Schaer/NYC and Company
    Observatório do Empire State Building
  • Crédito: Julienne Schaer/NYC and Company
    Observatório do Empire State Building
  • Crédito: Joe Buglewicz/NYC and Company
    Rockefeller Center
  • Crédito: Christopher Postlewaite/NYC and Company
    Top of the Rock
  • Crédito: Christopher Postlewaite / NYC and Company
    Central Park
  • Crédito: Tagger Yancey IV / NYC and Company
    Central Park
  • Crédito: Walter Wlodarczyk/NYC and Company
    Central Park Zoo
  • Crédito: Joe Buglewicz/NYC and Company
    Central Park Zoo
  • Crédito: Elizabeth Bick/NYC and Company
    Little Italy
  • Crédito: Julienne Schaer/NYC and Company
    Chinatown
  • Crédito: Julienne Schaer/NYC and Company
    Chinatown
  • Crédito: Tagger Yancey IV/NYC and Company
    Grand Central Terminal
  • Crédito: Tagger Yancey IV/NYC and Company
    Grand Central Terminal
  • Crédito: Will Steacy
    City Hall
  • Crédito: Will Steacy
    City Hall
  • Crédito: Kate Glicksberg/NYC and Company
    Lincoln Center
  • Crédito: Brittany Petronella/NYC and Company
    Lincoln Center
  • Crédito: Julienne Schaer/NYC and Company
    Brooklyn Bridge
  • Crédito: Julienne Schaer/NYC and Company
    Brooklyn Bridge
  • Crédito: Julienne Schaer / NYC and Company
    Brooklyn Bridge Park
  • Crédito: Julienne Schaer / NYC and Company
    Brooklyn Bridge Park
  • Crédito: Julienne Schaer/NYC and Company
    Estátua da Liberdade
  • Crédito: Julienne Schaer/NYC and Company
    Estátua da Liberdade
  • Crédito: Marley White / NYC and Company
    Bronx Zoo
  • Crédito: Marley White / NYC and Company
    Bronx Zoo
  • Crédito: Matthew Penrod/NYC and Company
    Coney Island
  • Crédito: Matthew Penrod/NYC and Company
    Coney Island
  • Crédito: Tagger Yancey IV/NYC and Company
    Grand Army Plaza
  • Crédito: Tagger Yancey IV/NYC and Company
    Grand Army Plaza
  • Crédito: Joe Cingrana
    The Hell Gate Bridge
  • Crédito: Joe Buglewicz/NYC and Company
    Hell Gate Bridge
  • Crédito: Julienne Schaer/NYC and Company
    Manhattan Bridge
  • Crédito: Julienne Schaer/NYC and Company
    Manhattan Bridge
  • Crédito: Tagger Yancey IV/NYC and Company
    One World Trade Observatory
  • Crédito: Tagger Yancey IV/NYC and Company
    One World Trade Observatory
  • Crédito: Julienne Schaer/NYC and Company
    World Trade Center Station
  • Crédito: Julienne Schaer/NYC and Company
    World Trade Center Station
  • Crédito: Kate Glicksberg / NYC and Company
    Queens Botanical Garden
  • Crédito: Kate Glicksberg / NYC and Company
    Queens Botanical Garden
  • Crédito: Wes Tarca/NYC and Company
    Queensboro Bridge
  • Crédito: Wes Tarca/NYC and Company
    Queensboro Bridge
  • Crédito: Elizabeth Bick/NYC and Company
    SoHo
  • Crédito: Julienne Schaer/NYC and Company
    SoHo
  • Crédito: Brittany Petronella/NYC and Company
    The Oculus
  • Crédito: Brittany Petronella/NYC and Company
    The Oculus
  • Crédito: Walter Wlodarczyk/NYC and Company
    Times Square
  • Crédito: Brittany Petronella/NYC and Company
    Times Square
  • Crédito: Julienne Schaer/NYC and Company
    Union Square
  • Crédito: Tagger Yancey IV/NYC and Company
    Wall Street